O golpe militar completou 50 anos em 31 de março. Para você  entender melhor esse período obscuro da história do País, o Stoodi preparou uma lista de filmes nacionais que retratam o impacto do regime na vida das pessoas.

 

1. Cabra marcado para morrer (1984), Eduardo Coutinho

O diretor filmava a história da morte de um líder camponês quando precisou interromper as filmagens por causa do golpe militar (1964). O longa-metragem só voltou a ser produzido em 1981. Sabe o que o diretor fez? Uniu às gravações novos trechos sobre como a ditadura afetou a vida dos personagens durante o tempo transcorrido.

 

2. Araguaya – A conspiração do silêncio (2004), Ronaldo Duque

Araguaya – A conspiração do silêncio

Por volta de 1970, cerca de cem jovens guerrilheiros se instalam na região do Araguaia (PA) e conseguem envolver moradores e religiosos em prol de seus ideais. Para não deixar rastros da guerrilha, o exército brasileiro enviou 5 mil homens para o local. O filme mescla ficção e depoimentos de sobreviventes.

 

3. Zuzu Angel (2006), Sérgio Rezende

zuzu-angel

Drama biográfico sobre a renomada estilista brasileira que enfrentou as autoridades em busca do corpo de seu filho Stuart, torturado e assassinado pelos militares.

 

4. O ano em que meus pais saíram de férias (2006), Cao Hamburger

o-ano-que-meus-pais-

Retrata os efeitos da ditadura dentro do núcleo familiar. Quem narra a história é um garoto de 12 anos, deixado na casa dos avô pelos pais. Eles são militantes de esquerda,  perseguidos pelo governo militar.

 

5. O que é isso, companheiro? (1997), Bruno Barreto

o-que-e-isso-companheiro-original

Ficção inspirada em fatos reais, conta como grupos guerrilheiros de esquerda sequestraram o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick, em troca da libertação de presos políticos. Para saber mais sobre essa história, veja também Hércules 56 (2006), de Sílvio Da-Rin, um documentário com depoimentos dos envolvidos no sequestro e dos presos políticos.

 

É muito legal aprender com a ajuda do cinema, né? Uma dica Stoodi: assista com os seus amigos e debata o filme com eles depois. Vocês podem até combinar de escrever uma redação sobre o tema. Que tal?

Luiz Serpa

Jornalista, corredor, amante de futebol americano e integrante do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi. Prefere ser chamado de “Serpa” e é apaixonado por cachorros.

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!