Filme fala sobre a migração regional que acontece no Brasil
 

 

A migração é um processo de locomoção de pessoas que escolhem ou precisam recomeçar a vida em um novo local. No Brasil, ela ocorre de diversas formas, seja como o êxodo rural, seja como o deslocamento de grandes metrópoles para cidades médias de interior.

De acordo com o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o fluxo migratório brasileiro é mais expressivo do Nordeste para o Sudeste. Em 2013, por exemplo, a Bahia foi o estado que perdeu maior número de população. Já São Paulo, foi o estado que mais recebeu novos residentes.

Para retratar esse cenário, a sugestão de filme dessa sexta é o premiado Central do Brasil. O longa de 1998, dirigido por Walter Salles, recebeu indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro e rendeu à Fernanda Montenegro a disputa de melhor atriz.

Dora é uma professora aposentada que trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro. Ana, uma de suas clientes e mãe de Josué, pede à escrivã que ela demonstre a vontade do filho em conhecer o pai, que mora no nordeste brasileiro.

Em decorrência a um acidente, Ana morre e deixa o menino de apenas nove anos sem família. Apesar de não querer a um primeiro momento a responsabilidade de cuidar de Josué, Dora o acompanha em busca de seu pai.

Durante essa viagem o filme mostra as precárias condições de vida do sertão nordestino em contraste à região urbana da periferia do Rio de Janeiro. Para entender os tipos de migração e os movimentos regionais no Brasil, assista ao módulo.