Descubra quando usar cada um dos termos destacados

 

Que mal é o oposto de bem e mau o oposto de bom, isso nós já sabemos. Essa regra até pode nos ajuda a confirmar qual o termo correto na frase. Porém, ela nem sempre é suficiente. Aprenda agora quais as funções dos termos acima e não se confunda mais:

 

Mau é o oposto de bom. Essa palavra tem a função de um adjetivo, sendo assim, ela indica uma característica ou qualidade. Por exemplo:

Ele é um mau aluno/Ele é um bom aluno

 

Já o termo mal é oposto de bem e assume três funções diferentes. A primeira é de adverbio. Ela explica que modo a ação foi realizada. Como:

O aluno saiu da sala porque estava se sentindo mal/ O aluno saiu da sala porque não estava se sentindo bem
 

Pode ser também uma conjunção que ligará as orações. Exemplo:

Mal recebeu e já gastou o salário/Acabou de receber e já gatou o salário

 

Por fim, pode assumir o papel de substantivo. Por exemplo:

Você é um bem na minha vida/você é um mal na minha vida

 

Laura Loyo

Jornalista, ama uma roda de samba e ficar por dentro de todas as novidades. A Laura faz parte do time de Marketing e Conteúdo, e é conhecida como a Laura do Stoodi! Ela busca ter uma vida mais ativa, ama uma conversa de bar e adora comer comida de boteco. Saiba mais sobre a Laurinha!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!