7 perguntas sobre tudo que você precisa saber do Sisu

Foto: Divulgação/Reprodução Correio 24 horas

E aí, galera que fez o ENEM. Vocês já sabem como vão utilizar a nota para entrar na faculdade? 

As inscrições do Sisu ainda não abriram, mas achamos importante explicar tudo o que você precisa saber sobre este tipo de processo seletivo. 

O Sisu, abreviação de Sistema de Seleção Unificado, é um programa do Ministério de Educação que permite você entrar em diversas universidades – brasileiras e de Portugal – usando a sua nota do ENEM. 

Confira 7 perguntas respondidas sobre o Sisu e fique por dentro desse programa: 
 

1.Como funciona o Sisu? 

O Sisu acontece duas vezes ao ano, uma no começo do ano e outra no início do segundo semestre. Assim que abrirem as inscrições, você deve informar o seu número de inscrição do ENEM e sua senha. 

Sabe o que vai acontecer? O Sisu vai recuperar automaticamente as suas notas. A inscrição acontece em etapa única, ela é online e gratuita. Você pode se cadastrar no período de inscrição acessando esse link: http://sisu.mec.gov.br

Você pode escolher até duas vagas entre as instituições de ensino que participam do Sisu, separando em 1ª e 2ª opção. Se você se arrepender da escolha feita, você tem até o término do período para alterar – as inscrições costumam durar três dias. 

Quando finalizar essa etapa, o Sisu vai selecionar automaticamente os candidatos que tiveram a melhor classificação em cada curso, sendo levado em consideração a nota do ENEM. 

2.Quem pode se inscrever? 

O Sisu é um programa aberto para todos os estudantes – não é necessário atestar renda ou comprovar requisitos de qualquer tipo de cota. Mas, atenção: os candidatos que zeraram a redação não poderão participar do processo seletivo. 

3.Quando abrem as inscrições para o Sisu? 

O cronograma do processo seletivo do Sisu para 1º semestre de 2017 ainda não está disponível. Para a gente ter apenas uma ideia, no ano passado as inscrições foram do dia 11 ao dia 14 de janeiro. 

Lembrando que não há nenhuma data divulgada ainda pelo MEC sobre quando abre as inscrições para o Sisu 1º/2017.

4. Como é calculada a nota de corte? 

A nota de corte é feita com base nas notas dos candidatos. Como assim? 

Durante o período de inscrições, o Sisu calcula, uma vez por dia, a nota de corte para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. 

Essa nota base só será informada após o segundo dia de inscrição.

5.Quando sai o resultado do Sisu? 

Seguindo a mesma lógica da pergunta 3, não temos nenhum cronograma disponível sobre as datas do Sisu 2017. O que sabemos é que o programa costuma divulgar o resultado rapidinho: uma semana após o primeiro dia de inscrição. 

Por exemplo, como ano passado as inscrições aconteceram do dia 11 até 14 de janeiro, o resultado foi divulgado no dia 18. Então, fique esperto! 

6. Quantas listas de aprovados serão divulgadas? 

É realizada apenas uma chamada para a matrícula e você precisará seguir exatamente o prazo estabelecido por cada universidade.

Se você não passar na sua primeira opção de curso, você pode entrar numa lista de espera. Para isso, você precisa manifestar interesse durante o período informado no cronograma. 

Na lista de espera, a convocação dos candidatos para realização das matrículas é feita pela instituição. Assim, é importante acompanhar as convocações para matrícula na instituição. 

7. Quais universidade participam do Sisu?

De acordo com os dados do site oficial do Ministério da Educação e da página do Sisu, as instituições do Sisu 2016 foram: 

Acre

IFAC – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre
UFAC – Universidade Federal do Acre

Alagoas

IFAL – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas

Amapá

IFAP – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá 
UNIFAP – Universidade Federal do Amapá 

Bahia

IFBAIANO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano 
IFBA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
UNEB – Universidade do Estado da Bahia 
UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia 
UFBA – Universidade Federal da Bahia 
UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia 

Ceará

IFCE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará 
UNILAB – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira 
UFCA – Universidade Federal do Cariri 

Distrito Federal

IFB – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília 

Espírito Santo

IFES – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
UFES – Universidade Federal do Espírito Santo 

Maranhão

IFMA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão 
UFMA – Universidade Federal do Maranhão 

Minas Gerais

CEFET/MG – Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais 
IFTM – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro  
IFMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais 
IFNMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais 
IFSEMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais IF SUL DE MINAS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais
UNIMONTES – Universidade Estadual de Montes Claros 
UNIFAL-MG – Universidade Federal de Alfenas
UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora 
UFLA – Universidade Federal de Lavras
UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto 
UFSJ – Universidade Federal de São João Del Rei 
UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro
UFVJM – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri 

Mato Grosso do Sul

IFMS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul 
UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul 

Pará

UNIFESSPA – Universidade Federal do Sul e Sudoeste do Pará 

Paraíba

IFPB – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba 
UEPB – Universidade Estadual da Paraíba 
UFPB – Universidade Federal da Paraíba 
UFCG – Universidade Federal de Campina Grande 

Pernambuco

IF SERTÃO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano  

Piauí

UFPI – Universidade Federal do Piauí 

Paraná

UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná 

Rio de Janeiro

CEFET/RJ – Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca 
UEZO – Centro Universitário Estadual da Zona Oeste 
IFRJ – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro 
IF FLUMINENSE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense 
UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro 
UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro 
UFF – Universidade Federal Fluminense 
UFRRJ – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro 

Rio Grande do Norte

IFRN – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte 
UFERSA – Universidade Federal Rural do Semi-Árido 

Rondônia

IFRO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia 

Roraima

IFRR – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima 

Rio Grande do Sul

IFRS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 
IFSUL – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense 
UFPEL – Universidade Federal de Pelotas 
UFSM – Universidade Federal de Santa Maria 
FURG – Universidade Federal do Rio Grande 

Santa Catarina

UDESC – Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina 
UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul 

Sergipe

IFS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe 

São Paulo

IFSP – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 

Tocantins

UFT – Fundação Universidade Federal do Tocantins
IFTO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Portugal 

Universidade de Coimbra 
Universidade de Algarve 
Instituto Politécnico de Leiria 
Instituto Politécnico de Beja 
Instituto Politécnico do Porto 
Instituto Politécnico de Portalegre 
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave 
Instituto Politécnico de Coimbra 
Universidade de Aveiro 
Instituto Politécnico de Guarda 
Universidade de Lisboa 
Universidade do Porto 
Universidade da Madeira
Instituto Politécnico de Viseu 
Instituto Politécnico de Santarém 
Universidade dos Açores 
Universidade da Beira Interior 
Universidade do Minho 

Se você ficou com alguma dúvida, vale a pena entrar no site do Sisu e conferir mais detalhes: http://sisu.mec.gov.br/sisu
 

Luiz Serpa

Jornalista, corredor, amante de futebol americano e integrante do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi. Prefere ser chamado de “Serpa” e é apaixonado por cachorros.

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!