5 pontos importantes para você pensar na sua profissão

Umas das facilidades do Sisu é você não ter que escolher a carreira que deseja seguir logo no momento em que fizer a inscrição do ENEM. 

Quando estamos em dúvida,deixamos para pensar direito mais pra frente e, se não tomarmos cuidado, esse momento pode chegar apenas dias antes de fechar as escolhas de vaga do programa. 

E aí, como você faz quando tem que tomar uma decisão rápido? Melhor aproveitar agora que ainda temos um tempinho para pensar nisso. Então, se você não sabe o que fazer e como encontrar a profissão ideal para você: vamos pensar juntos!

Confira 5 pontos importantes a se considerar no momento da escolha da profissão: 

1. O que te faz feliz? 

Em primeiro lugar, vamos pensar na pergunta mais complexa de todas: O que te faz feliz? 

Não tenha medo de responder, você pode listar várias coisas e situações que fazem os seus dias serem melhores. Depois de visualizar todas elas, faça um ranking e tente achar um ponto em comum.

Existem pessoas que adoram ajudar os outros, dando palpites e mostrando outras formas de encarar seus desafios. Outras, ficam realizadas ao construir algo do zero, pensando e aplicando estratégias para isso. Existem, também, aquelas que gostam de ouvir e cuidar da saúde do próximo. 

Não precisa pensar ainda nas profissões e faça de tudo para não responder de forma tendenciosa. Nesta primeira etapa temos que encontrar apenas o que gostamos de fazer. 

2. Qual é a área de conhecimento preferida? 

Agora que você já viu o que te faz feliz, é a hora de pensar nas suas preferências. Você é de Humanas, Exatas ou Biológicas? 

Isso também deve ser pensado porque durante a graduação na universidade, você contará com matérias teóricas além daquelas que são mais legais e práticas. Essas disciplinas são base para os cursos de cada área. 

Por exemplo, em Humanas, você encontrará aulas de Filosofia e Sociologia. Já em Exatas, você passará por Cálculo Matemático em algum momento. Na área da saúde, você terá contato com matérias de Biologia, como Anatomia e Fisiologia. 

3. Como você se sente confortável? 

Você é uma pessoa que gosta de contato com outras pessoas ou prefere ficar mais na sua? Não existe opção certa ou errada, nem pior ou melhor. Existe aquilo que você se adequa mais a sua necessidade. 

Leve isso em consideração e comece a pensar nas carreiras que pode seguir. Olhe para dentro de você, entenda sua personalidade e trace o seu perfil – autoconhecimento é muito importante no momento da sua escolha. 

Você é uma pessoa comunicativa ou mais reservada? Alguém analítico? Faça alguns questionamentos e procure as respostas. Pode até levar um tempo para encontrá-las, mas valerá a pena. 

 

4. Peça ajuda dos universitários

Pergunte a sua mãe, pai, tia, melhor amiga, namorado e vizinhos: qual profissão você acha que combina comigo? Saiba também o porquê. 

Neste momento, só ouça, sem discordar ou emitir opinião – eles podem acertar ou errar feio. O que importa é que eles pensarão em algumas das suas características para dar esse palpite. 

Outra coisa que você pode fazer são os testes vocacionais. Seja crítico e analise bem se os resultados fazem sentido. 

5. Imagine o dia a dia de cada profissão

Agora que você pensa com mais carinho em algumas profissões, visualize o seu futuro segundo cada uma delas.

Veja os pontos positivos e negativos, imagine o dia a dia e não se esqueça que você passará 8 horas por dia fazendo suas atividades, então gostar da carreira é fundamental na escolha. 
 

Laura Loyo

Jornalista, ama uma roda de samba e ficar por dentro de todas as novidades. A Laura faz parte do time de Marketing e Conteúdo, e é conhecida como a Laura do Stoodi! Ela busca ter uma vida mais ativa, ama uma conversa de bar e adora comer comida de boteco. Saiba mais sobre a Laurinha!