Conheça as características de cada vestibular

Foto: USP Imagens ​
 
Muitos estudantes esquecem de revisar a parte de Inglês e acabam focando toda a sua energia e concentração nas outras matérias. Com você também é assim? Pelo menos não deveria – e vamos te explicar o porquê.

“Isto ocorre por não haver matéria específica a ser estudada, uma vez que a prova trata apenas de compreensão de textos”, explica o professor Marcelo.

Mas você já deu uma olhada no peso de cada matéria no edital? Dependendo da carreira que você vai seguir, as questões de Inglês podem ser mais relevantes do que as de Química e de Física, por exemplo.

Ah, agora você entendeu que o buraco é mais embaixo, né?! Mas não se preocupe. O prof. Marcelo separou algumas dicas para quem vai resolver as provas de 2ª fase da Unesp e da Fuvest.

Unesp


Foto: reprodução/divulgação

A 2ª fase da Unesp vai acontecer neste domingo, dia 13 de novembro, então muita atenção para as dicas a seguir.

“Como em qualquer 2ª fase de Inglês, as respostas devem ser produzidas em Português e refletem quase que uma tradução literal de algum trecho do texto”, contextualiza o professor.
A prova de Inglês da Unesp é composta de 4 questões, algumas vezes sobre dois textos, outras com um texto apenas.

“Quando ela trouxer todas as suas 4 questões em um único texto, é importante que o candidato analise todas as perguntas antes de começar a produzir suas respostas para não correr o risco de, ao responder uma das questões, acabar entrando em uma segunda resposta”, recomenda Marcelo.

Outro ponto importante a se atentar e bastante característico da Unesp é que talvez você tenha de fazer leves adaptações nesses trechos traduzidos, para que eles respondam aquilo que se pede.

Marcelo ressalta, também, que é comum que a resposta fique completa apenas com a junção de informações de dois trechos diferentes do texto.
 

Fuvest


Foto: reprodução/divulgação

Já na prova da Fuvest, que acontece entre os dias 8 e 10 de janeiro, você sempre vai encontrar dois textos, com uma questão para cada um deles, “que na verdade acabam sendo 4, pois cada questão traz dois itens”, explica Marcelo.

O professor conta que excepcionalmente a questão 2 do ano passado (vestibular 2016) trouxe 3 itens, somando um total de 5 questões: 1a, 1b, 2a, 2b e 2c.

Vale lembrar que assim como na UNESP, o candidato deve responder em Português e sua resposta reflete uma tradução praticamente literal de um trecho do texto. Segundo Marcelo, algumas questões são bem simples, com respostas curtas e diretas. Porém, para tornar a prova mais difícil, outras questões são bem complicadas.

“Essa maior dificuldade ocorre por dois motivos principais – ao escolher os textos, a banca examinadora cria questões cujas respostas estão em trechos que o candidato consegue entender, mas acaba encontrando grande dificuldade de traduzi-los para o Português. O segundo complicador é a formulação de questões que acabam quase indo além do que está de fato no texto, ficando muito difícil produzir uma resposta que contemple o que se pergunta” revela o professor.

Com tudo isso, tenha em mente que fazer a prova de Inglês requer tempo e diversas leituras. A melhor dica e mais básica é: faça a prova com calma que dará tudo certo! 
 

Laura Loyo

Jornalista, ama uma roda de samba e ficar por dentro de todas as novidades. A Laura faz parte do time de Marketing e Conteúdo, e é conhecida como a Laura do Stoodi! Ela busca ter uma vida mais ativa, ama uma conversa de bar e adora comer comida de boteco. Saiba mais sobre a Laurinha!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!