Blog do Stoodi

Carolina Tomaz e Paula Xavier adaptaram suas rotinas e não desistiram do sonho de passar em Medicina


Mãe: substantivo feminino que refere-se a quem deu à luz, quem cria ou criou seus filhos. No dicionário, as mães são definidas como pessoas que se doam, protegem, amam incondicionalmente, dão assistência e estão presentes sempre que necessário para seus filhos. Hoje, dia 14 de maio, comemoraremos o dia delas.

É claro que essa é uma tentativa simples de resumir o que é ser mãe. Mas como será que elas conseguem tanto tempo para dar conta de tudo? Isso é o que Carolina Tomaz e Paula Xavier contarão para a gente. As vestibulandas, além de cuidar de Joaquim e Miguel, têm um sonho em comum: passar em Medicina.

Elas precisam de informações rápidas e objetivas para conciliarem o dia a dia de cuidados com seus filhos e os estudos para o vestibular. “Deus abençoe as pessoas que inventaram os cursinhos online! É o que me salvou”, brinca Carolina Tomaz.


Carolina Tomaz, estudante do Stoodi

A história de Carol é muito interessante. Psicóloga há 13 anos, a mãe do Joaquim retornou recentemente para sua cidade, em Minas Gerais, e acabou se surpreendendo com as oportunidades acadêmicas que encontrou por lá.

“Tomei um susto! Nunca imaginaria que em [Governador] Valadares tinha uma universidade federal”, revela a estudante. Foi, então, que ela decidiu prestar o ENEM e concorrer a uma vaga de Medicina na UFJF. 

“Escolhi a Medicina porque seria um desafio à altura de tudo que vivi nessa vida - e olha que já vivi bastante coisa. A Medicina tornou-se meu objetivo” afirma Carolina Tomaz, a mãe do Joaquim.

Foi necessário adaptar a sua rotina de estudos para dar tempo de tudo. Carol pode contar bastante com o apoio da família, que a ajuda sempre que possível. 

“Meu filho fica na escola das 7h às 15h, estudo nesse horário na biblioteca da universidade. Quando ele adoece ou acontece alguma outra coisa que ele fica em casa, eu estudo de madrugada das 03h às 7h da manhã”, descreve a estudante. Ela explica que consegue conciliar com seu horário de trabalho, pois é autônoma e trabalha em seu escritório. 

“O cursinho online me proporciona calma, possibilidades diversas de me organizar e ensino objetivo”, afirma Carolina. A estudante conta que fez o seu próprio cronograma de estudos.  De acordo com Carol, a sexta é reservada apenas para exercícios e “O final de semana é do Joaquim o do Netflix”. 



Paula Xavier, estudante do Stoodi

Já a história de Paula Xavier, mãe do Miguel, é um pouco diferente. Ela fazia Biomedicina na Unifal, em Alfenas, quando ficou grávida do pequeno. Esse foi o momento que mais contou com o apoio de sua família e amigos.

“Tive que sair da faculdade. Muitas pessoas poderiam interpretar como algo ruim, mas foi ótimo. Hoje, eu agradeço por isso, pois tive a chance de correr atrás do meu verdadeiro sonho que é a Medicina” afirma a estudante.  

Para dar tempo de adaptar tudo na mesma rotina, Paula conta com a assistência de sua família. “Eu tenho uma sorte gigante, já que meus pais são aposentados e me ajudam a ficar olhando o Miguel”, afirma a vestibulanda. 

Desta forma, ela consegue se dedicar ainda mais aos estudos e realizar as tarefas domésticas de limpar a casa, lavar a roupa etc. 

“Estudar a distância foi uma das melhores coisas me aconteceu. Eu aproveito meu tempo muito melhor e consigo seguir o meu ritmo” finaliza a estudante. Paula segue focada pensando em um futuro de jaleco, realizações e alegrias com seu filho.

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.