Conheça a história de Mikael Melo, o aluno que quase desistiu da carreira de Direito

 

Mikael Melo já tinha praticamente desistido de prestar Direito. Após se formar no ensino médio, em 2014, o aluno fez o vestibular dois anos seguidos e não obteve uma resposta positiva. 

Professores e amigos de Mikael não entendiam aquela situação, afinal ele sempre foi um bom aluno, com boas notas. Ao ver outros colegas de classe conquistando vagas em universidade pública, o estudante conta que a pressão e cobrança foram aumentando. 

“[Isso] me fez acordar. Percebi que não poderia ficar parado e não correr atrás dos meus sonhos. Consegui um trabalho com uma carga horária menor e tive mais tempo para estudar”, conta o calouro. 

Em 2016, Mikael entrou no cursinho e organizou toda a sua rotina, mas foi em março de 2017 que ele encontrou a determinação que lhe faltava, “Entrei numa fase que analisei o que eu realmente queria para minha vida, foi aí que o sonho em cursar Direito ressurgiu”.O resultado foi o melhor possível: a aprovação no curso de Direito da Universidade Regional do Cariri, o mais concorrido próximo da residência de Mikael – em Juazeiro do Norte, Ceará.
 

 

Confira o nosso bate-papo e conheça algumas dicas de recém-aprovado: 

Stoodi: Como era a sua rotina de estudos? 

Mikael Melo: Eu trabalhava pela manhã e o resto do dia era quase completamente dedicado aos estudos. Eu estudava em média 4 ou 5 horas por dia.

Stoodi: Como você gostava de estudar? 

Mikael Melo: Antes da aula iniciar, eu copiava tudo o que o professor havia escrito no quadro. No decorrer da aula, minhas anotações eram complementadas de acordo com a explicação do assunto. Depois, ao término da aula, eu ia até os resumos que o Stoodi disponibiliza e revisava a matéria. 

Stoodi: Como é o processo seletivo da URCA?

Mikael Melo: É bem tradicional e diferente do ENEM – isso dá um certo medo nos alunos, pois o conteúdo cobrado é bem específico. São 120 questões distribuídas em 9 áreas, mais a redação.

Stoodi: Você imaginava que iria tão bem no vestibular?

Mikael Melo: Me preparei para receber uma boa ou uma má notícia, mas pelos simulados que fiz em casa eu esperava uma pontuação satisfatória. Confesso que dias antes do resultado fiquei com um pouco de medo, mas consegui superar. 

Eu atingi a pontuação de 11189,6, ficando na 21° colocação (isso entre quase 900 inscritos). Minha maior pontuação foi em Redação com 8.5. Das assertivas, a área que eu mais acertei foi História.

Stoodi: Qual são suas dicas para quem vai prestar o vestibular 2018? 

Mikael Melo: Se preocupe em ter um bom rendimento, não adianta de nada estudar várias horas por dia se você não absorve o conteúdo. 

Minha dica é que você estude o conteúdo até que você o compreenda bem, depois dê aula a si mesmo (parece meio louco, mas isso vai te ajudar a fixar o conteúdo). Resolva muitos exercícios e coloque metas a serem batidas em seus simulados, exemplo: eu tinha a meta de acertar 12 questões (do total de 15) nas disciplinas que eram peso para o meu curso, assim encontrei motivação para estudar e atingir o objetivo.

Se preocupe com sua saúde mental. Divida suas aflições diárias com algum amigo ou familiar, o período de preparação para o vestibular é muito desgastante, então converse sobre suas dificuldades com alguém. Não se isole do mundo, mantenha por perto pessoas que entendem a fase que você está passando e te dão apoio. 
 

Luiz Serpa

Jornalista, corredor, amante de futebol americano e integrante do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi. Prefere ser chamado de “Serpa” e é apaixonado por cachorros.

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!