O Enem é um dos processos seletivos mais importantes do Brasil. Para se ter uma ideia, aproximadamente 6 milhões de estudantes se inscreveram para participar da edição deste ano.

Mas você sabe por que ele é tão importante assim?

Na verdade, muitos estudantes optam por realizar a prova porque seu resultado é aceito em diversas universidades e programas do Ministério da Educação. Por isso, com apenas um exame é possível ter inúmeras possibilidades para ingressar no ensino superior. Mas você sabe onde usar a nota do Enem?

A nota do Enem pode ser usada para 6 finalidades práticas. Conheça cada uma delas:

1. Entrar em instituições públicas no Brasil 

A nota do Enem pode ser usada para concorrer a vagas em universidades federais com o Sisu, por exemplo.

Se você ainda não conhece o Sistema de Seleção Eletrônica, ele é um “sistema informatizado do MEC no qual instituições públicas de ensino oferecem vagas para candidatos participantes do Enem”, de acordo com o site oficial.

Então, você pode se inscrever no site do programa (http://sisu.mec.gov.br), usar a sua pontuação do Enem e tentar o ingresso em faculdades de todo o Brasil – ao todo, são 131 instituições conveniadas.

O Sisu funciona da seguinte forma: o sistema analisa todas as inscrições, notas e número de vagas. A partir dessa combinação, apresenta uma lista dos aprovados.

Para participar desse programa, você só precisa ficar atento às datas – ele ocorre duas vezes ao ano, sempre no começo de cada semestre -, e fazer a inscrição on-line, sem precisar se locomover até a cidade desejada ou efetuar pagamento de alguma taxa.

2. Conseguir bolsas em faculdades privadas 

Se você quer fazer uma faculdade privada, pode usar sua nota do Enem para concorrer a uma bolsa pelo ProUni.

O Programa Universidade para Todos disponibiliza bolsas de estudos parciais e integrais para alunos que estudaram na rede pública de ensino e possuem baixa renda. Além disso, podem participar estudantes que cursaram o Ensino Médio em colégio particular com bolsa integral.

Para concorrer a uma das opções, é necessário realizar o Enem e estar adequado às regras do programa. Após uma análise, dependendo das notas e das circunstâncias dos candidatos, o ProUni libera a lista de aprovados.

De acordo com o site oficial do programa, “os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio conjugando-se, desse modo, inclusão à qualidade e mérito dos estudantes com melhores desempenhos acadêmicos”.

3. Fazer cursos técnicos gratuitos

Se você quer fazer um curso técnico do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), com duração de um a dois anos, pode usar a nota do Enem como forma de ingresso.

O Pronatec oferece três tipos de curso: Técnico Subsequente, para alunos que concluíram o Ensino Médio; Concomitantes, para os alunos que ainda estão cursando o Ensino Médio; e Qualificação Profissional, cursos mais curtos de aproximadamente 2 meses.

De acordo com o site oficial do programa, as inscrições acontecem duas vezes por ano e a nota do Enem será necessária apenas para os cursos Técnicos Subsequentes.

4. Obter financiamento para estudar 

A nota do Enem também pode ser usada para conseguir um financiamento estudantil pelo Fies. O programa do Ministério da Educação financia cursos superiores não gratuitos para estudantes que não podem pagar no momento e que se adequam às regras.

Após a conclusão da graduação, o estudante terá 18 meses de carência para começar a pagar o financiamento. Porém, vale lembrar que, durante esse período, ele deverá pagar a cada três meses o valor de até R$ 150,00, referente aos juros que incidem sobre o financiamento.

Para se inscrever, você deve informar o CPF e a data de nascimento. A partir desses dados, o sistema encontrará sua nota do Enem e analisará as possibilidades do financiamento.

5. Ganhar bônus no resultado dos vestibulares tradicionais 

Existe a possibilidade de realizar o Enem e usar essa pontuação em outros vestibulares. Assim, você pode contar com o acréscimo de nota em vestibulares mais tradicionais, como Fuvest e Unicamp, por exemplo.

O resultado do Enem somado à nota do vestibular tradicional só será considerado com o intuito de beneficiar o candidato. Caso a nota alcançada o prejudique, abaixando sua nota final, ela é ignorada automaticamente.

6. Estudar no exterior

Muitas universidades de Portugal aceitam a nota do Enem como processo seletivo. Veja a lista com as 27 instituições portuguesas que oferecem acesso aos estudantes brasileiros:

  • Universidade de Coimbra
  • Universidade de Algarve
  • Instituto Politécnico de Leiria
  • Instituto Politécnico de Beja
  • Instituto Politécnico do Porto
  • Instituto Politécnico de Portalegre
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
  • Instituto Politécnico de Coimbra
  • Universidade de Aveiro
  • Instituto Politécnico de Guarda
  • Universidade de Lisboa
  • Universidade do Porto
  • Universidade da Madeira
  • Instituto Politécnico de Viseu
  • Instituto Politécnico de Santarém
  • Universidade dos Açores
  • Universidade da Beira Interior
  • Universidade do Minho
  • Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário
  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
  • Instituto Politécnico de Setúbal
  • Instituto Politécnico de Bragança
  • Instituto Politécnico de Castelo Branco
  • Universidade Lusófona do Porto
  • Universidade Portucalense
  • Instituto Universitário da Maia (Ismai)
  • Instituto Politécnico da Maia (IPmaia)

Laura Loyo

Jornalista, ama uma roda de samba e ficar por dentro de todas as novidades. A Laura faz parte do time de Marketing e Conteúdo, e é conhecida como a Laura do Stoodi! Ela busca ter uma vida mais ativa, ama uma conversa de bar e adora comer comida de boteco. Saiba mais sobre a Laurinha!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!