Por mais que o candidato tenha estudado o ano todo, se preparado da forma recomendada para a tão esperada prova do vestibular, os dias que antecedem esse momento são sempre de muita expectativa e ansiedade.

A cabeça fica repleta de questionamentos, tentando entender se a preparação feita foi suficiente, se todos os temas que caem na prova foram cobertos durante os estudos e realmente está preparado para a prova.

E como controlar isso e amenizar o sentimento de ansiedade que vem junto com o vestibular? Neste post, vamos dar dicas de como tentar manter a calma e mandar bem nas provas que estão por vir.

Acompanhe as nossas dicas

Deixando a ansiedade de lado no vestibular

Manejar a expectativa e manter a mente serena nos dias que antecedem o exame é um desafio para qualquer estudante. Para Rafael Lomazi, professor de Biologia do Stoodi, controlar a ansiedade é essencial para apresentar um bom desempenho em qualquer avaliação.

Ele conta que, em momentos de tensão, o corpo humano produz uma substância chamada cortisol. “Em grandes quantidades, esse hormônio é responsável por dificultar o armazenamento de informações e gerar o temido ‘branco’ na hora da prova”, explica.

Para ajudar os alunos a ficarem mais calmos, o professor dá algumas dicas.

“Atividades físicas nos dias que antecedem o exame facilitam o relaxamento porque fazem com que o corpo produza analgesia (reação contra a dor) de uma maneira natural e libere endorfina (hormônio do prazer) através da hipófise. Outra dica é dormir uma média de 7 a 8 horas, para que o corpo complete pelo menos cinco ciclos do sono profundo, que duram uma hora e meia”, diz.

O professor também orienta que os alunos se alimentem de uma maneira saudável nos dias próximos da prova, priorizando frutas e verduras.

E que façam o caminho de casa até o local das provas com dois dias de antecedência. “Isso ajudará o aluno a evitar imprevistos na hora de ir para a prova e a se sentir pronto para resolver todas as questões. Outra orientação é de não entrar em desespero: “tudo o que o estudante podia fazer, já fez durante o ano. Então, nada de tentar estudar em demasia nos últimos dias”, fala.

Mandando bem no dia do vestibular

Já para o dia do exame, Rafael aconselha que os alunos cheguem com pelo menos uma hora de antecedência em relação ao horário de fechamento dos portões e que durante a resolução da prova dêem algumas pausas para oxigenar o cérebro.

“Mesmo que não esteja com sede ou vontade de ir ao banheiro, oriento que o aluno dê uma saída rápida. Durante este intervalo curto de tempo, a dica é esquecer o conteúdo da prova: respirar fundo, pensar em coisas boas, falar com alguém em voz alta. Essas ações ajudam o cérebro a desligar do estresse e fazem com que o aluno volte com foco total para terminar a prova”, comenta.

É importante respeitar o corpo e entender que dificilmente o foco será mantido no mesmo nível durante um longo período de tempo. Essas pausas são estratégicas e, se feitas da forma correta, podem facilitar muito a resolução da prova.

Dicas práticas para controlar a ansiedade

Para ajudar você a controlar a sua ansiedade e manter o controle na hora da resolução da prova, separamos algumas dicas práticas fornecidas pela Gabrielle Picholari, especialista em habilidades socioemocionais. Ela ensina algumas técnicas que irão facilitar a sua vida na hora de resolver a prova e, por que não, em outras situações adversas ao longo do dia.

Respiração

Primeiro, observe como você está respirando. Busque alcançar uma respiração mais profunda por meio de uma técnica chamada Ujjayi. No momento em que você for soltar o ar, faça um barulhinho com a garganta, simulando uma respiração profunda de bebê.

Depois, faça sete repetições da “respiração do quadrado”.

  • Inspire contando 4 segundos,
  • prenda o ar durante 4 segundos,
  • solte o ar contando 4 segundos,
  • fique sem ar durante 4 segundos.

O terceiro passo para tranquilizar o sistema nervoso é fazer uma respiração alternada.

Com os dedos indicador, médio e polegar, segure o nariz de modo que você inspire por uma narina e solte pela outra. Depois inverta “alternando”, como o próprio nome diz.

Por fim, faça a “expiração dobrada”. Inspire em um tempo e solte o ar no dobro desse tempo.

Posição

Gabrielle conta que existe um exercício de concentração que ajuda a trazer mais foco e diminui a ansiedade, chamado Posição do Cérebro Integral.

“Ele é um exercício que ajuda a gente a conectar os dois hemisférios no nosso cérebro, que precisam estar integrados para acessar tudo o que a gente estudou e todas as nossas memórias”, diz ela.

Você precisa cruzar as duas mãos e cruzar as duas pernas em qualquer posição – pode ser sentado ou em pé, por exemplo. Depois disso, feche os olhos e respire profundamente.

Visualização

A visualização VAC vai do visual, passa para o auditivo e termina no cinestésico. Para começar o exercício, se conecte com algum momento em que você sentiu muita alegria na sua vida. Feche os olhos, observe a sua respiração e vamos explorar nossa imaginação.

  1. Visual: pense em três coisas que você gostaria de ver durante o vestibular. Imagine-se pleno, veja situações que você está conseguindo resolver, que você está tranquilo e tudo está fluindo.
  2. Auditivo: imagine que sua família está vindo te parabenizar pelo seu desempenho no exame. O que essas pessoas te falariam? Agora, imagine que você está muito satisfeito com tudo. O que você diria para você mesmo?
  3. Cinestésico: se conecte com esse momento de muita confiança, feche os seus olhos e pense: onde em meu corpo está o sentimento de confiança?
  • Toque nesse lugar do corpo.
  • Procure sentir a temperatura desse sentimento.
  • Qual a textura desse sentimento?
  • Qual seria a cor dele?
  • E sua forma? Materialize esse sentimento.

Por fim, repita três vezes: eu me sinto confiante no vestibular, eu me sinto tranquilo para o vestibular, eu dou o meu melhor no vestibular.

Esperamos que essas dicas sejam bastante úteis para você e que ajudem a controlar a ansiedade e mandar bem na hora da prova. Lembre-se: você estudou tudo o que podia e se dedicou, agora é hora de ir lá e fazer o seu melhor.

Boa prova!

Luiz Serpa

Jornalista, corredor, amante de futebol americano e integrante do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi. Prefere ser chamado de “Serpa” e é apaixonado por cachorros.

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!