Blog do Stoodi

Atualidades Enem 2018: Confira os principais temas e se prepare!

homem lendo jornal

E aí! Preparado para o Enem? Acompanhando todos os temas da atualidade?

“Todos” é uma palavra muito forte, né? Afinal, ainda falta um bom tempo para o exame e estudar as atualidades pode parecer a parte mais fácil, não é mesmo?

Na verdade, podem até ser, mas não pelos motivos que você deve estar imaginando.

Para quem acompanha os noticiários e está acostumado com a maneira como os professores pensam, realmente não são temas difíceis.

O problema é que você tem muitas matérias para estudar ao mesmo tempo e, provavelmente, estas notícias não são prioridades…

Além disso, acontece tanta coisa ao longo do ano; como é que você vai prestar atenção em tudo?

E se eu te contar que as chamadas atualidades são conteúdos para medir conhecimentos que vão muito além das notícias atuais do Brasil e do mundo?

Ficou confuso? Então, vamos tentar explicar isso utilizando quatro temas da atualidade e  mostrando como podem ser cobrados neste próximo Enem.

1. Síria, Coreia do Norte e os Problemas Mundiais

mapa paises

Ambos são assuntos da atualidade, mas dificilmente seriam cobrados diretamente no Enem. Isso porque as provas costumam abordar as informações e relacionar com o contexto brasileiro.

Por exemplo, no auge da crise na Síria, o governo brasileiro se negou a receber refugiados daquele país, sem dar maiores explicações. Este fato foi amplamente divulgado pela imprensa brasileira e internacional na época, confira a  matéria da BBC sobre o assunto.

Vamos começar pelas questões globais, entendendo o que está acontecendo com a Síria e a Coreia do Norte.

Se este assunto fosse citado no tema da redação, é provável que fossem apresentados alguns textos curtos sobre imigração, direitos humanos e sobre a quebra da tradição acolhedora do Brasil.

Resumindo, embora o tema esteja dentro das atualidades mundiais, a redação pediria uma reflexão das suas relações com a sociedade brasileira.

Outro exemplo possível seria a crise diplomática internacional, causada pelo desenvolvimento de mísseis nucleares na Coreia do Norte. Esse assunto poderia ser abordado em algumas questões de ciências humanas.

Por exemplo, o enunciado poderia citar uma notícia recente sobre o assunto e fazer referência a Guerra Fria para perguntar qual o papel dos Estados Unidos na divisão das Coreias.

No primeiro caso, você teria que saber apenas que há uma guerra na Síria, porque os textos de apoio te dariam a base para escrever a redação.

No segundo caso, a trama se complica e é por isso que não basta assistir jornais. Quando se fala de atualidades, o contexto é, muitas vezes, mais importante do que a notícia em si.

2. Minorias e Representatividade

menino negro

O Enem é um exame que costuma apresentar perguntas que acabam gerando reflexões sobre problemas sociais brasileiros. Essas questões, em grande parte, retratam as minorias.

Além disso, neste momento em que a internet é uma ferramenta de propagação de ódios, polarizações e rancores diversos, minorias e representatividade são sempre temas prováveis.

E aí você pergunta: certo, mas quais são as atualidades específicas?

Infelizmente, não existe uma resposta exata para essa pergunta. Dentro das notícias atuais do Brasil, não há um único dia em que não ocorra algum ato de discriminação racial ou social.

Negros, mulheres, homossexuais, pobres, portadores de necessidades especiais, idosos, crianças abandonadas, indígenas e um sem fim de minorias, sem representatividade.

Não importa se será na redação ou espalhados em várias outras questões do Enem, o fato é que esses temas estarão lá, como sempre estão, todos os anos.

Isso está até mesmo na cultura pop, com os recentes filmes da Mulher Maravilha e principalmente do Pantera Negra, sendo uma prova da necessidade de discutir o assunto.

Portanto, de todos os chamados assuntos da atualidade, se fosse para apostar em apenas um, seria este, sem dúvida.

3. Intervenção Federal no Rio de Janeiro

exercito forças armadas

Intervenção Federal no Rio de Janeiro é o assunto do momento no Brasil e nossa aposta é que ele aparecerá, de alguma forma, no Enem deste ano, porque apesar de estar na categoria atualidades, a verdade é que intervenção “militar” no Rio de Janeiro, só é novidade para quem não mora lá.

Este tema pode ser trabalhados de diversas formas nas  questões do exame, como:

  • Desigualdade social;

  • Violência urbana;

  • Direitos humanos;

  • Democracia e autoritarismo.

Além de “minorias e representatividade”, porque também são temas relacionados, uma vez que a intervenção ocorre, principalmente, nas zonas mais pobres.

O tema corrupção também pode ser relacionado, já que ele é uma das motivações para esta intervenção. Tanto pela prisão recente de vários dos maiores caciques políticos do estado do Rio, quanto pela corrupção em Brasília.

Por isso, mais uma vez, segue o aviso: não se prenda às atualidades em si; é preciso perceber o seu contexto mais amplo.

Pessoalmente, você pode apoiar ou ser contra a intervenção; é um direito seu pensar desta forma. Porém, é preciso respeitar os direitos humanos e as noções de cidadania para justificar seu posicionamento.

Você precisa olhar a questão por todos os ângulos possíveis e, neste caso, o que não falta são ângulos diferentes para observação.

4. Previdência e o Mundo do Trabalho

casal de idosos aposentadoria
 

Desta lista de atualidades, a reforma da previdência parece ser o tema menos provável, mas também pode cair indiretamente na prova.

Vale a pena analisar quais são os motivos para ampliar o tempo para aposentadoria.

Alguns possíveis seriam:

  • Maior tempo de vida produtiva dos seres humanos;

  • Desvio de dinheiro da previdência para outras áreas;

  • Diminuir o impacto das políticas sociais nas contas do governo…

E, de outro lado, também temos algumas discussões extremamente importantes envolvidas, como:

  • Automação e robotização com fechamento de postos de trabalho;

  • Desvalorização do trabalho não qualificado;

  • Desigualdades regionais brasileiras…

Agora você deve estar se perguntando: o que tudo isso tem a ver com a reforma da previdência? Aí é que está a questão. A reforma da previdência, assim como as atualidades temáticas anteriores, servem como base para discutir temas mais amplos.

Por isso, concluímos repetindo o mantra: não é somente o tema em si que importa, são todas as suas ramificações na sociedade.

A dica de estudos para se preparar para as atualidades do Enem é, além de assistir aos jornais, tentar entender o contexto, motivações e consequências dos temas abordados.

Dez minutos de reportagem do Fantástico ajudam a ter uma ideia geral, mas não serão suficientes para entender bem. Então, varie suas fontes, assista aos jornais com opiniões diferentes entre si e, claro, use e abuse da internet para se informar, coletando todos os ângulos possíveis sobre cada tema.

Leia também:

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.