Tire todas as suas dúvidas sobre o tema nesse post completo 

Uma palavra polissêmica nada mais é do que uma palavra que tem muitos significados. Como assim? Pense, por exemplo, na palavra “letra”. Ela pode significar “letra de música”, “grafia” ou mesmo uma “letra do alfabeto”.

Embora esse conceito seja bem simples de compreender a princípio, assim como em diversos temas da língua portuguesa, muitos alunos erram quando ele se torna um pouco mais complicado, como na hora de identificar a diferença entre polissemia e outros tipos de regras parecidas, como a Homonímia e até a Ambiguidade. Vamos explicar mais abaixo o que todas elas significam!

Polissemia e Homonímia: principais diferenças

A Polissemia é a multiplicidade de significados e a homonímia também. Então, qual a diferença entre os dois conceitos?

Na verdade, ela está na origem da palavra. Quando citamos o exemplo de “letra”, é possível notar que, embora ela tenha vários significados, a origem e o conceito são os mesmos – no caso, a escrita.

Já uma Homonímia, a palavra pode ser igual, mas a origem e o conceito são outros. Um bom exemplo é “banco”. A palavra pode significar  “agência bancária”, o lugar onde sentamos em uma praça ou o ato de pagar algo. Perceba que, embora iguais, elas não se relacionam em nenhum momento.

Então, para entendermos o que é uma Homonímia, basta pensarmos em palavras com a mesma grafia, porém, com origens etimológicas distintas.

Polissemia e Ambiguidade: principais diferenças

Agora, vamos entender outra confusão comum que as pessoas costumam ter: a diferença entre Polissemia e Ambiguidade. Nesse caso, uma palavra ambígua é a que pode ter várias interpretações, ou seja, um duplo sentido.

Um bom exemplo seria a seguinte frase:

“Todos gostavam do gato do Marcelo!”

Pense que essa frase pode significar que todos gostavam do Marcelo, que é um gato – como forma de dizer que Marcelo é um rapaz bonito  – ou todos gostavam do animal de estimação do Marcelo, que é um gato.

Portanto, ambiguidade é quando há mais de uma interpretação para uma frase ou palavra, sendo importante o contexto para que ela seja esclarecida.

Exemplos de polissemia

Veja exemplos de polissemia

Agora que você compreendeu o que é  Polissemia, qual a diferença entre ela,  Homonímia e Ambiguidade, vamos fazer uma lista com as principais polissemias existentes. Lembre-se de que há muitas outras, porém, é válido você conhecer algumas para conseguir reconhecer as demais com maior facilidade. Veja mais sobre isso nos exemplos abaixo. 

Lista de palavras Polissêmicas

Todas as línguas têm exemplos desse tipo de palavra – sendo o português uma das que mais possuem esse tipo de variação, além do inglês.

Vamos listar algumas palavras Polissêmicas:

  • Vela: o ato de velar ou a vela de acender.
  • Boca: fiquei de boca aberta ou a boca do corpo humano.
  • Letra: grafia, alfabeto.
  • Dama: origem do francês dame. Pode ser a mulher ou uma peça de jogos.
  • Cabeça: origem do latim capitia. Pode ser parte do corpo humano ou líder de um grupo.
  • Banco: origem do germânico Banki. Pode ser assento ou local de transações financeiras.
  • Gato(a): origem do latim Cattus. Pode ser uma pessoa bonita ou o animal

Quer mais conteúdos como este para te ajudar na preparação para o Enem e principais vestbiulares? Então cadastre-se gratuitamente no Stoodi e aproveite. 

Você também pode gostar de:

27 figuras de linguagem para revisar antes do ENEM

Qual é o certo: interviu ou interveio?