Como funcionam as conferências ambientais? Veja aqui!

Prepare o papel e a caneta: hoje é dia de revisar tudo sobre conferências ambientais. Fique atento ao conteúdo, pois as crises relacionadas ao meio ambiente causam impacto hoje em dia, além de ser um assunto cobrado no Enem.

O guia que preparamos hoje vai lhe ajudar a fazer uma ótima prova de Geografia. Essa matéria é por excelência o estudo da relação do homem com a natureza. Por isso, é muito importante aprendermos sobre o mundo ao nosso redor, e assim saber como como criticá-lo.

Confira o conteúdo na íntegra!

 

O que são conferências ambientais?

As conferências sobre o meio ambiente são responsáveis por reunir os maiores líderes do planeta para discutirem soluções relacionadas à conservação da natureza e elaborarem projetos de desenvolvimento sustentável.

Durante o século XX, o desenvolvimento da ciência, da tecnologia e das técnicas utilizadas em pesquisas de observação dos fenômenos naturais tornaram possíveis ao homem detectar os danos decorrentes da evolução capitalista e industrial. Áreas do conhecimento, como a ecologia, já apontavam para esse discurso no século anterior e consolidaram a base para diversos cientistas abrirem caminho para um “despertar da consciência ecológica”.

Todo esse processo foi caracterizado, principalmente, pela adoção de práticas alternativas de desenvolvimento, que tinham como objetivo a preservação da natureza e de todos os seus recursos. Nesse contexto, surgiram as grandes conferências mundiais sobre o meio ambiente, que reúnem de tempos em tempos as lideranças globais.

 

Onde ocorreu a primeira conferência mundial sobre o meio ambiente?

Uma grande conferência da ONU, realizada em 1949, promoveu um debate em torno da conservação e utilização de recursos naturais. Nesse momento, eles estavam preocupados com os prejuízos ambientais causados pela poluição gerada por indústrias e cidades, além das ameaças causadas por testes nucleares.

Todos esses problemas, acrescentados de um risco ambiental cada vez maior, conduziram a um novo encontro na cidade de Roma no ano de 1968. Dentre vários assuntos que foram tratados, a preocupação em planejar soluções para os problemas ambientais ganharam destaque.

Após essas grandes reuniões, foi realizada a primeira conferência das Nações Unidas sobre meio ambiente em 1972, na cidade de Estocolmo – Suécia. Ela teve como intuito conscientizar a sociedade sobre sua relação com o ambiente, principalmente quanto à exploração dos recursos naturais, a poluição do ar e das águas.

 

Qual o objetivo das conferências ambientais?

energia eólica conferências ambientais

Se você observar bem os desequilíbrios ambientais e as crises de injustiça social a que grande parte das pessoas estão submetidas, vai começar a questionar as relações entre sociedade e natureza. Pense bem e verá que essas relações precisam ser reconstruídas.

Os problemas socioambientais levantam diversas posições no cenário mundial, como a indiferença, as justificativas banais e, também, a busca por alternativas de enfrentamento desses conflitos. Dessa maneira, após a ciência apontar para os impactos ambientais gerados pelo homem, diversas lideranças de peso tomaram a iniciativa de tentar reverter esse quadro, criando assim as conferências do meio ambiente.

Hoje em dia, essas conferências se tornaram referência na conscientização planetária, e têm o objetivo de debater questões socioambientais, relacionadas ao desenvolvimento e a natureza, além de apresentarem soluções para o futuro da sociedade.

Conferências ambientais e sustentabilidade

O termo sustentabilidade vem suscitando debates intensos no cenário internacional. Ele propõe a exploração dos recursos naturais sem deteriorá-los, pensando sempre na sua preservação para as gerações futuras. Em decorrência dos problemas ambientais, presenciados nas últimas décadas, ser sustentável é uma prática cada vez mais aceita.

Durante as conferências internacionais sobre o meio ambiente, lideranças mundiais reúnem-se para discutir a relação do homem com a natureza. São abordados assuntos como o aquecimento global, os buracos na camada de ozônio e a poluição de rios e oceanos, ou seja, desastres que para serem solucionados necessitam de toda uma reestruturação no modo de produção e consumo da sociedade.

É aí que as conferências ambientais e sustentabilidade entram em contato, pois o segundo termo aparece como solução a longo prazo e vem ganhando grande destaque entre as lideranças mundiais.

 

Quais foram as principais conferências ambientais?

Desde a primeira conferência ambiental em Estocolmo, as grandes nações decidiram realizar esse encontro novamente a cada dez anos. Nesses encontros mundiais as mudanças ambientais são avaliadas e, então, são apresentadas novas metas para as décadas seguintes. Acompanhe agora as grandes conferências em defesa do meio ambiente.

Estocolmo, Suécia (1972)

Obteve destaque nesse evento a criação da Carta de Estocolmo, que ressaltava a necessidade de uma nova atitude civilizatória. Foi estabelecido que os recursos naturais poderiam suprir as necessidades das gerações presentes, mas deveriam também continuar garantindo as mesmas necessidades das próximas gerações.

Nairóbi, Quênia (1982)

Certos países se reuniram após a avaliação da Conferência de Estocolmo para formarem uma Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Essa comissão se encontrou em Nairóbi e em 1987 publicaram um relatório chamado Nosso Futuro Comum, que apontou a necessidade de um desenvolvimento sustentável.

Rio de Janeiro, Brasil (1992)

Conhecida como Rio 92 ou Eco 92, contou com a presença de representantes de 170 países, além de várias ONGs. Diversos documentos foram assinados nesse encontro, visando principalmente modificar o modelo consumista de desenvolvimento para algo mais sustentável.

Johannesburgo, África do Sul (2002)

Essa conferência da ONU sobre meio ambiente foi chamada de Rio+10. Ela começou com pouco otimismo por conta da falta de comprometimento das nações desenvolvidas, que aumentaram seus impactos ambientais, com exceção de alguns países europeus.

Rio de Janeiro, Brasil (2012)

Foi uma conferência embasada nos pilares econômicos, sociais e ambientais, tratando basicamente de dois temas:

  1. o desenvolvimento da economia verde, ou seja, a interseção entre o ambiente e a economia, que está fundamentada na erradicação da pobreza;
  2. a reestruturação do governo das Nações Unidas baseando-se no desenvolvimento sustentável para garantir, dessa maneira, o compromisso político internacional em torno da sustentabilidade.

Gostou do nosso texto sobre conferências ambientais? Continue estudando com nossos exercícios e não deixa a matéria acumular. E se você quer saber tudo sobre os vestibulares, cadastre-se gratuitamente no Stoodi e entenda tudo!

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!