Entenda tudo sobre Histologia Animal com o Stoodi!

Prepare as suas anotações: hoje é dia do resumo de histologia animal. Empenhe-se bastante para garantir um bom resultado na prova de Ciências da Natureza do Enem.

Esteja atento ao conteúdo, ele é de grande importância para você compreender toda a estrutura corporal dos animais vertebrados. Tire todas as suas dúvidas e fique por dentro dessa matéria fascinante sobre os tecidos animais.

Este texto foi preparado especialmente para quem precisa reforçar seus estudos de Biologia. Confira o conteúdo na íntegra!

O que é histologia animal?

Histologia animal é basicamente o estudo dos tecidos corporais de animais vertebrados. Se você ainda não sabe, os tecidos são compostos por conjuntos de células que agem de forma integrada e desempenham funções específicas.

Existem quatro tipos de tecidos que compõem o corpo dos vertebrados e que você irá conferir adiante no texto:

Um fato interessante de histologia animal é que, recentemente, uma descoberta científica trouxe à tona a informação de que, no organismo de um animal adulto há células de natureza embrionária. Elas são chamadas de células-tronco.

O mais legal sobre as células-tronco são sua capacidade de originar diversos tipos de células, abrindo um campo de discussão sobre sua utilização terapêutica no processo regenerativo de tecidos.

Histologia animal: tipos de tecidos

músculos histologia animal

Agora que você já conhece o assunto, continue a leitura para aprender mais sobre os quatro tipo de tecidos dos animais vertebrados.

Histologia animal: tecido muscular

Pode ser que você não ganhe músculos lendo este post, mas com certeza vai fazer uma boa prova do Enem. Para que isso aconteça, você deve saber que o tecido muscular é formado por células compridas que possuem alta capacidade de contração.

Essas células compridas, ou miócitos, conseguem se contrair graças ao encurtamento de filamentos submersos no seu citoplasma, chamados de miofibrilas, compostas basicamente de proteína.

Histologia animal: tecido epitelial

Existem dois tipos de tecido epitelial que você deve conhecer: os epitélios de revestimento e os epitélios glandulares.

Epitélios de revestimento

Esse tipo de tecido epitelial é constituído de células extremamente unidas entre si para revestir a superfície externa e interna do corpo, além dos órgãos.

A intensa proximidade dessas células propicia a sua impermeabilidade contra invasores e a perda de líquido.

Epitélios glandulares

Durante a fase embrionária, originam-se alguns tipos de tecido epitelial chamados de epitélios glandulares, cuja função é formar as glândulas, conjuntos de células capazes de fabricar e eliminar secreções (produtos que são utilizados no organismo).

A divisão entre glândulas costuma ser feita em exócrinas e endócrinas:

  • glândulas exócrinas: possuem uma saída para secreções, que são eliminadas dentro ou fora do corpo;
  • glândulas endócrinas: não possuem saída para secreções, sendo eliminadas diretamente no sangue. As substâncias produzidas por essas glândulas são geralmente chamadas de hormônios.

Histologia animal: tecido conjuntivo

Os tecidos conjuntivos têm a função de unir e sustentar os outros tecidos, dando um conjunto ao corpo.

As células desse tipo de tecido não são justapostas como as do tecido epitelial. Elas estão mergulhadas em uma substância gelatinosa com alto teor de proteína chamada de matriz intercelular.

Conheça agora os quatro tecidos conjuntivos mais importantes dos animais vertebrados.

Tecido adiposo

O tecido adiposo está localizado principalmente sob a pele, na hipoderme. As células adiposas são especializadas em armazenamento de gordura.

Tecido cartilaginoso

Conhecido genericamente como cartilagem, esse tecido apresenta grande quantidade de fibras colágenas inseridas em uma matriz extracelular e apresenta consistência de borra.

É interessante saber que as cartilagens são responsáveis por formar o esqueleto de vários animais vertebrados, como cações, tubarões e raias.

Outras espécies, inclusive a humana, possuem um esqueleto cartilaginoso apenas na fase embrionária. Após o crescimento do embrião, as cartilagens são substituídas por ossos, restando em apenas algumas regiões do corpo.

Tecido ósseo

Esse tecido é responsável por constituir os ossos dos animais vertebrados. Caracteriza-se por ser um tipo singular de tecido conjuntivo cujas células ósseas estão conectadas a uma matriz extracelular rica em colágeno e fosfato de cálcio.

Os cristais formados de fosfato de cálcio associados às fibras de colágeno garantem que os ossos sejam muito mais rígidos que as cartilagens.

Tecido hematopoiético

O nome hematopoiético vem do grego hematos, sangue, citos, célula, e poiésis, origem ou formação. Ele possui a função de formar os diferentes tipos de célula do sangue.

A medula óssea vermelha e certos órgãos, como o timo, o baço e os linfonodos, são constituídos por esse tecido.

Histologia animal: tecido nervoso

As partes do corpo que são constituídas pelo tecido nervoso são o encéfalo, a medula espinhal, os gânglios nervosos e os nervos. Esse tecido é composto por neurônios, que equivalem a cerca de 10% do revestimento celular, e de gliócitos, que correspondem aos outros 90%.

[Imagem Tecido nervoso] (fonte: https://pt.freeimages.com/photo/brains-1426619)

Neurônios

Correspondem às células que conduzem impulsos nervosos. Esses impulsos são vibrações elétricas que se multiplicam pela membrana plasmática.

Um neurônio é feito de corpo celular, onde estão o núcleo e a maioria das organelas, e de neurofibras, que são prolongamentos bem finos do citoplasma.

Dendritos

Apresentam-se como prolongamentos ramificados de neurônio e funcionam como receptores de estímulos transmitidos por outros neurônios ou por células sensoriais.

Na maioria dos neurônios, o axônio é mais comprido que os dendritos, além de poder conter ramificações.

Gliócitos

Compõem a maior parte dos tecidos nervosos e possuem a função de envolver, proteger e nutrir os neurônios.

A etimologia da palavra gliócito corresponde ao grego glia, que significa cola, sendo isso uma alusão ao fato de essas células sustentarem fisicamente o sistema nervoso.

Agora você já sabe tudo sobre os tecidos do corpo. Converse com seus amigos e professores para mostrar que entende do assunto.

Gostou do nosso resumo? Veja nossa aula de histologia animal: tecido nervoso e muitas outras! Resolva os exercícios para aprofundar a matéria! Com a sua vontade de aprender, você chega longe nos vestibulares.

Não se esqueça de se cadastrar gratuitamente no Stoodi!

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!