Entenda tudo sobre a faculdade de medicina com o Stoodi!

Pensa em fazer faculdade de medicina? No Brasil, a duração mínima desse curso é de seis anos, mas quem quer ter uma especialidade ainda precisa cursar outros dois anos de residência médica. Ou seja, é preciso estar disposto a dedicar vários anos da vida à saúde da sociedade.

O médico tem boas oportunidades de trabalho e pode atuar em hospitais, postos de saúde e clínicas para fazer exames, cirurgias e diagnósticos. Como essa é uma das profissões mais almejadas, é uma carreira bastante concorrida nos vestibulares.

Para ajudá-lo a identificar se você tem o perfil para esse curso, este post mostra o que normalmente é estudado na faculdade de medicina, bem como as atividades do dia a dia do profissional. Quer ver a medicina mais próxima do que em uma série de TV? Então, saiba mais sobre o curso a seguir. Boa leitura!

 

O que se estuda na faculdade de medicina?

O curso de medicina forma profissionais para trabalhar com os mais variados aspectos da saúde humana. O médico acompanha pacientes, diagnostica doenças, conduz tratamentos e receita medicamentos. Além disso, é peça essencial no combate às enfermidades. Os alunos estudam disciplinas da área de biológicas nos mais variados contextos da vida humana, como:

  • gestação e parto;
  • nascimento e primeiros períodos de vida;
  • infância e adolescência;
  • fase adulta;
  • velhice.

Os estudantes também têm experiências em pediatria, clínica médica, cirurgia, obstetrícia e ginecologia, bem como urgência e emergência. Além disso, as faculdades oferecem disciplinas como Gestão Pessoal e da Carreira, Empreendedorismo e Qualidade de Vida.

O que faz um médico?

O médico é responsável por fazer atendimentos e consultas. Ele também implementa ações para prevenir doenças e promover a saúde, tanto individual, quanto coletivamente. O profissional é responsável, ainda, por coordenar serviços e programas de saúde, como auditorias e perícias.

Além disso, ele pode exercer funções ligadas a saúde, serviços sociais, pesquisa e ensino. Seu dia a dia pode ser organizado de forma individual ou em equipes de trabalho, além de pode atuar por conta própria, sem que exista supervisão permanente.

As atividades podem ser desenvolvidas nos mais variados locais e em horários irregulares. Os profissionais do Programa Saúde da Família, entretanto, atuam como empregados e sob supervisão, bem como cumprem a carga horária prevista.

Em razão da natureza e da responsabilidade da função, o médico pode atuar em posições consideradas como pouco confortáveis durante muitas horas. Ou seja, o estresse pode ser constante. A depender da função, é possível que ele esteja sujeito a materiais radioativos e tóxicos.

Como é o curso?

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), todos os cursos de medicina no Brasil devem incluir três áreas:

  • Gestão em saúde: entendimento de políticas, diretrizes e princípios de saúde;
  • Educação em saúde: aprofundamento científico e responsabilidade com o aprendizado;
  • Atenção à saúde: atenção à diversidade dos seres, à cultura, ao ambiente e a outras particularidades humanas.

Para concluir o curso de medicina, é necessário cumprir ao menos 7.200 horas. O estágio deve ser realizado em forma de internato e corresponde a, pelo menos, 35% da carga horária. Desses, 30% devem ser em atenção básica e em urgência e emergência no Sistema Único de Saúde (SUS). Os 70% restantes devem ser divididos entre:

  • clínica médica;
  • ginecologia;
  • cirurgia;
  • obstetrícia;
  • saúde coletiva e mental;
  • pediatria.

Nenhuma dessas áreas pode ocupar mais de 20% do tempo final de estágio.

Quais são as principais especialidades?

Após terminar os quatro anos de estudo e os dois anos em internato hospitalar, o aluno recebe o diploma. Depois de se formar, ele pode atender como clínico geral. Caso deseje atuar em uma especialidade, deve fazer uma residência médica e aumentar o tempo de estudo naquela área.

Há mais de 50 possibilidades de especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Veja algumas delas:

  • cardiologia;
  • cirurgia plástica;
  • dermatologia;
  • geriatria;
  • infectologia;
  • medicina preventiva e social;
  • neurologia;
  • oncologia;
  • ortopedia;
  • pediatria;
  • psiquiatria.

 

Quanto custa a faculdade de medicina?

tomografia faculdade de medicina

A mensalidade do curso de medicina em uma instituição particular tem custo médio de R$ 4.800: os valores variam de R$ 3.200 a R$ 9.000. Se esse preço não for acessível para o estudante, as opções são cursar uma universidade pública ou obter um financiamento estudantil, como o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

 

Quanto ganha um médico?

O salário médio de um médico no país é R$ 10 mil. Os estados que pagam melhor os profissionais são Santa Catarina (SC), Mato Grosso do Sul (MS) e São Paulo (SP). Além disso, as especialidades com melhores salários são as de médico da estratégia de saúde da família, médico generalista e médico da família e da comunidade.

 

Qual é a nota de corte do curso de medicina?

A nota de corte média no Brasil é 795.29. A menor nota encontrada foi 768 pontos e a maior atingiu 900 pontos. Acompanhe:

  • Universidade Federal do Rio grande do Norte (UFRN, Caicó): 900;
  • Fundação Universidade Federal do Pampa (Unipampa, Uruguaiana): 890;
  • Universidade Federal do Pará (UFPA): 880;
  • Universidade de Brasília (UnB): 829;
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): 828;
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR): 826;
  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL): 824;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 822;
  • Universidade Federal da Santa Catarina (UFSC): 818;
  • Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG, Passos): 817;
  • Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP): 814;
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG): 811;
  • Universidade Federal de Alfenas (Unifal): 781;
  • Universidade Federal de Sergipe(UFSE): 780;
  • Universidade Federal do Amapá (UFAP): 779;
  • Universidade Federal de Goiás (UFGO): 779;
  • Universidade Federal do Acre (UFAC): 775;
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri (UFVJM): 774

 

Quais são as melhores faculdades de medicina do mundo

As três melhores faculdades de medicina do mundo são:

  • Harvard Medical School;
  • Universidade de Cambridge;
  • Johns Hopkins University.

 

Quais são as melhores faculdades de medicina do Brasil

De acordo com o Índice Geral de Cursos (IGC) do MEC, as melhores faculdades de medicina do Brasil são:

  • Universidade Anhanguera (Campo Grande – MS);
  • Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (São Paulo – SP);
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp, Campinas – SP);
  • Faculdade de Medicina do ABC (Santo André – SP);
  • Centro Universitário de Volta Redonda (Volta Redonda – RJ);
  • Universidade de Brasília (UnB, Brasília – DF);
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU, Uberlândia – MG);
  • Universidade do Vale do Sapucaí (Pouso Alegre – MG);
  • Universidade Positivo (Curitiba – PR);
  • Universidade Federal de São Paulo (Unifesp, São Paulo – SP).

Para realizar o sonho de se tornar médico, são necessários muito esforço e horas de dedicação — tanto para ser aprovado no vestibular quanto para exercer a carreira. É preciso, então, ter disposição para encarar os livros continuamente. Ainda assim, os desafios da profissão e a boa média salarial podem recompensar os anos de estudo.

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!