Veja quais são as doenças causadas por vírus e em como previni-las!

Não faz muito tempo que os vírus foram descobertos pela nossa ciência. Isso aconteceu no final do século XIX e só em meados do século XX que um deles foi visualizado pela primeira vez. Uma característica muito importante revelada por meio da microscopia foi o fato de os vírus serem organismos acelulares (que não possuem células).

Doenças causadas por vírus se desenvolvem de formas diferentes das doenças provocadas por bactérias. Como o vírus é um parasita celular obrigatório, somente dentro das células de outros seres vivos é que esse organismo consegue se reproduzir.

Confira a seguir algumas doenças causadas por vírus, transmissão, sintomas, tratamento, prevenção e outras informações. Além de ser uma matéria que você precisa conferir para garantir o sucesso no Enem e outros vestibulares, essas informações também podem ser úteis no seu dia a dia!

Ebola

Transmissão

Esse vírus é propagado pelo contato com fluidos corporais como sangue, saliva, contato com a pele ou superfícies infectadas, como um cobertor, por exemplo.

Sintomas

Assim como em quase todas as doenças causadas por vírus, os sintomas iniciais do ebola são dores de cabeça, dores musculares, febre e calafrios. Em estágio avançado, pode se manifestar em náuseas, vômitos e tosse com sangue, diarreia, sangue nas fezes, confusão mental e vermelhidão na pele e nos olhos.

Tratamento

O tratamento para minimizar o impacto do ebola é feito com hidratação e repouso do paciente. As intervenções hospitalares contam com oxigenoterapia e líquidos intravenosos, como transfusão de sangue. É importante que o paciente seja isolado para evitar o contágio.

Prevenção

Como não há vacina para a prevenção desse vírus, a melhor medida é evitar o contato com pessoas, animais e materiais infectados, além de disponibilizar a proteção adequada para os profissionais de saúde e a esterilização de equipamentos e descarte adequado de materiais contaminados.

Herpes

Transmissão

Altamente contagioso, o herpes pode ser transmitido pelo contato com a ferida, fluidos corporais, objetos infectados, contato sexual ou da mãe para o bebê no momento do parto.

Sintomas

O vírus pode não manifestar sintomas, entretanto, se isso ocorrer, podem surgir sinais como:

  • inchaço e bolhas de ar com líquidos;
  • borda avermelhada;
  • coceira;
  • dor;
  • desconforto.

Tratamento

Apesar de não ter cura, existem pomadas e comprimidos que podem ser usados para aliviar os sintomas e aumentar o período assintomático.

Prevenção

Evitar o contato com pessoas que estão manifestando os sintomas da doença e sempre manter relações sexuais protegidas (com uso de preservativo).

Varíola

Transmissão

Apesar de ser um vírus quase erradicado no mundo, a varíola é uma doença altamente contagiosa. É possível pegar o vírus com uma longa exposição com alguém contaminado, por gotículas que a pessoa expele pela fala, tosse ou espirro. Por isso, apesar de mais rara, é possível a contaminação pelo ar e também por objetos infectados.

Sintomas

Dor de cabeça, febre, mal-estar, dor muscular, manchas vermelhas que se transformam em bolhas com líquido e, após um tempo, em pus.

Tratamento

Além de não ter cura, não há um tratamento específico ou eficiente contra a doença.

Prevenção

Existe uma vacina contra a varíola, que foi usada em meados do século passado. Hoje, porém, ela não faz parte da vacinação de rotina por apresentar riscos colaterais elevados.

Catapora

Transmissão

O vírus da catapora é altamente contagioso, principalmente por ser transmissível desde o final do período de incubação do vírus até 6 dias após o aparecimento das lesões. A transmissão pode acontecer por saliva, objetos contaminados ou líquido da bolha. Entretanto, pessoas que já tiveram catapora ou tomaram a vacina são imunes.

Sintomas

Manchas vermelhas na pele, com o surgimento de bolhas. Pode acontecer febre, mal-estar e perda de apetite. Alguns dias após o aparecimento das bolhas, elas começam a secar e provocam grande coceira.

Tratamento

Não há um tratamento específico, mas grupos de alto risco podem receber medicamentos antivirais. A observação é que a pessoa faça repouso e tenha uma atenção no período em que as bolhas secam e causam coceira, para não gerar infecção por bactérias presentes nas unhas, por exemplo.

Prevenção

Essa virose é prevenida por meio da vacinação.

Caxumba

Transmissão

Afetando principalmente crianças, o vírus da caxumba é transmitido pelo contato direto com o doente, objetos infectados, saliva da pessoa contaminada ou perdigotos (gotículas da saliva normalmente projetadas pela fala, tosse ou espirro).

Sintomas

Dificuldade de engolir, febre, dor de cabeça, dor e fraqueza muscular. Também é normal que a região do pescoço fique inchada. Depois da puberdade, pode acontecer inchaço e dor nos testículos dos homens ou ovários das mulheres, o que pode levar à infertilidade.

Tratamento

Não existe um tratamento específico, mas, de acordo com a situação, alguns medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos podem ser prescritos com a finalidade de aliviar os sintomas.

Prevenção

Existe prevenção para a caxumba, no formato de vacina, incluída na tríplice viral.

Sarampo

Transmissão

Com a transmissão feita pelo contato direto, por meio das secreções e gotículas de saliva, o sarampo é extremamente contagioso.

Sintomas

Febre, coriza e tosse seca são alguns dos indícios da doença. Uma irritação na pele, com a presença de manchas avermelhadas, porém, é o principal indicativo da virose, que já estava praticamente erradicada no Brasil, mas o vírus do sarampo tem voltado a causar mortes.

Tratamento

Apesar de não existir tratamento para o sarampo, podem ser usados antitérmicos para alívio dos sintomas.

Prevenção

Existe vacina contra o sarampo (tríplice viral) e essa é a forma de prevenção da doença.

Rubéola

remédios doenças causadas por vírus

Transmissão

Com alta contagiosidade, a rubéola é transmitida diretamente da pessoa contaminada para outra pessoa através do espirro, tosse ou até mesmo da fala.

Sintomas

A pessoa infectada por esse vírus pode apresentar febre baixa, coriza e dor de cabeça. Manchas avermelhadas pelo rosto, corpo e vermelhidão nos olhos são os sinais mais marcantes dessa doença.

Tratamento

Existem várias medidas para acalmar os sintomas da doença, entretanto, não existe um tratamento para reverter a situação.

Prevenção

A vacina tríplice viral torna a pessoa imune ao vírus da rubéola.

Gripe comum

Transmissão

Da lista de doenças causadas por vírus, a gripe comum talvez seja a mais conhecida e também mais infecciosa. Transmitida pelo contato direto com pessoas contaminadas, o vírus também pode ser transmitido pelo ar.

Sintomas

Febre, tosse, espirros, mal-estar, calafrios, congestão nasal, coriza, dor e infecção na garganta. Podem acontecer também dores musculares, dor de cabeça e falta de ar.

Tratamento

Não há um tratamento para a doença, mas sim medidas para amenizar os sintomas, como medicamentos, repouso e ingestão de líquidos.

Prevenção

É possível evitar essa virose fortalecendo o sistema imunológico e também com a vacina contra a gripe, apesar de ela imunizar para apenas um tipo do vírus e existirem vários.

Poliomielite

Transmissão

O poliovírus pode ser transmitido pelo contato direto com a pessoa infectada, através da água ou de alimentos contaminados.

Sintomas

Apesar de a pessoa com o vírus poder não apresentar nenhum dos sintomas, essa virose, também conhecida como paralisia infantil, pode ser fatal. Alguns dos sintomas são fraqueza e dores musculares, crescimento lento, mal-estar e sensação de desmaio.

Tratamento

É recomendado repouso e uso de analgésicos para minimizar os sintomas da doença, entretanto, não existe um tratamento para a mesma.

Prevenção

A paralisia infantil, outro nome como é conhecida a poliomielite, é prevenida com a vacinação oral ou injetável.

Rotavirose

Transmissão

Essa virose é transmitida pelo contato direto com uma pessoa contaminada, pela água, alimentos e objetos infectados ou ainda pelo contato “fezes-boca”.

Sintomas

Entre os sintomas do rotavírus estão: vômitos, diarreia e febre alta. Podem estar presentes também a coriza, a tosse e outros problemas respiratórios.

Tratamento

O principal foco no tratamento é manter o paciente hidratado. Administrar medicamentos para inibir a diarreia não é recomendado nessa situação.

Prevenção

Existe vacinação contra o rotavírus. Outra forma de evitar essa virose é com a adoção de hábitos de higiene pessoal e dos ambientes.

Hepatite A

Transmissão

A hepatite A é transmitida através do contato com uma pessoa infectada pelo vírus ou pela água e alimentos contaminados.

Sintomas

O sintoma que mais se sobressai nessa virose é a pele e os olhos amarelados. Outros indícios são urina escura, diarreia, náusea e vômito, além da perda de peso e dores abdominais, nas articulações e nos músculos.

Tratamento

Mesmo que não exista um tratamento específico para a doença, é recomendado que a pessoa faça repouso, mantenha-se hidratada e evite consumo de álcool.

Prevenção

Existe uma vacina que previne o vírus da hepatite A. Outras formas de frear o contágio é pelo tratamento da água, além das práticas de higiene pessoal.

Febre Chikungunya

vacina doenças causadas por vírus

Transmissão

O vírus que causa a febre Chikungunya é passado através da picada dos mosquitos Aedes aegypti ou Aedes albopictus que tenham se infectado picando outra pessoa com o vírus anteriormente.

Sintomas

O sintoma mais evidente são as dores muito fortes nas articulações. Outros indicadores da virose são febre, dor de cabeça, cansaço, dor abdominal e vômitos.

Tratamento

Não existe tratamento para essa virose. Entretanto, é importante manter o paciente muito bem hidratado, além do uso de medicamentos, prescritos por médicos, para amenizar a situação.

Prevenção

Sem vacina contra o vírus, a melhor maneira de se prevenir é eliminando focos de reprodução dos mosquitos e usando proteção contra os mesmos, como repelentes e mosquiteiros.

Dengue

Transmissão

A dengue também é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado.

Sintomas

Dores atrás dos olhos e pelo corpo, febre alta, manchas avermelhadas e perda de apetite. Dependendo do tipo de dengue, podem acontecer também hemorragias.

Tratamento

Apesar de não existir tratamento para o vírus da dengue, é importante observar que o paciente fique hidratado e, em caso de grande perda de plaquetas, é necessário acompanhamento médico e internação hospitalar.

Prevenção

Assim como no caso da Chikungunya, não existe uma vacina para a dengue, mas também é preciso tomar cuidados para repelir o vetor (mosquito).

Febre amarela

Transmissão

Picada por um dos vetores da doença que estejam infectados: os mosquitos Haemagogus leucocelaenus, Aedes aegypti ou Aedes albopictus.

Sintomas

Os principais sintomas são dor muscular e abdominal, com calafrios, náusea, vômito e perda de apetite. A pele e os olhos podem ficar amarelados.

Tratamento

Apesar de não existir tratamento específico, pessoas com febre amarela precisam ser hospitalizadas imediatamente, para a tentativa de minimizar a doença, que pode ser fatal.

Prevenção

Além de controle dos vetores da febre amarela, existe uma vacina que imuniza as pessoas em relação a esse vírus.

Hantavirose

Transmissão

A doença é transmitida por fezes, urina ou saliva de roedores infectados, principalmente ratos.

Sintomas

Febre, rubor facial, pressão baixa, dificuldade de respirar, aceleração da respiração e dos batimentos cardíacos.

Tratamento

Não há tratamento para o hantavírus.

Prevenção

Criar condições de ambiente limpas e evitar o contato com roedores ou suas fezes e urina.

Raiva

Transmissão

O vírus da raiva é transmitido pelo contato com a saliva, por arranhão ou mordida de um animal infectado.

Sintomas

Febre, mal-estar, falta de apetite e tontura. Também é comum acontecerem espasmos e paralisia muscular, confusão mental, além de salivação excessiva e dificuldade de engolir, o que resulta em baba. A pessoa fica mais irritada, agressiva e pode ter alucinações e delírios.

Tratamento

Não existe tratamento para a doença, que normalmente é fatal. Existem medidas preventivas após a exposição com a vacina antirrábica.

Prevenção

A mesma vacina que é aplicada após a exposição a algum animal também pode ser usada de maneira preventiva. Outra forma de ajudar no controle dessa doença é através da vacinação de animais domésticos, como cães e gatos.

Aids

Transmissão

Uma das principais doenças causadas por vírus, pelo seu efeito devastador, a Aids é transmitida pelo sangue, pelo contato sexual desprotegido, pelos fluidos vaginais, sêmen ou da mãe para o bebê.

Sintomas

Dentre os vários sintomas dessa doença estão a perda de apetite, diarreia, náusea, vômito, perda de peso, manchas e erupções na pele, fraqueza e mal-estar.

Tratamento

Apesar de não existir uma cura para essa doença, existem diversos tratamentos para retardar o seu progresso e prevenir doenças secundárias (oportunistas), uma vez que a Aids enfraquece o sistema imunológico.

Prevenção

Manter relações sexuais protegidas e evitar o contato com machucados ou materiais com sangue.

Agora que você conferiu nossa lista com os principais tipos de vírus, sua transmissão, principais sintomas, formas de tratamento e prevenção, deve ter percebido porque essa é um assunto normalmente abordado no Enem. Essa área da Biologia aponta as doenças causadas por esses organismos e como inibir sua atuação e proliferação como o desenvolvimento de vacinas e adoção de hábitos profiláticos.

Para descobrir mais detalhes sobre vírus, acesse nossos resumos. Aproveite para confirmar que você aprendeu sobre essa matéria e teste seus conhecimentos com nossos exercícios sobre doenças causadas por vírus!

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também