Você sabe usar as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)? Ainda que não tenha utilizado durante o ensino médio, você precisará dessas normas em seus trabalhos acadêmicos na faculdade. Por isso, antecipar-se a esse momento garantirá maior desempenho na apresentação de seus trabalhos no futuro.

Além disso, entender como funcionam as normas da ABNT fará com que você tenha total ciência da necessidade de utilizar recursos textuais quando fizer citações. Isso é fundamental na sua redação do Enem. Mesmo que não precise usar as regras de referência, você se lembrará de dar os devidos créditos aos autores usados em sua redação.

Para ajudar nisso, você verá, em detalhes neste post, como formatar seu trabalho de acordo com as regras. Assim, você não passará dificuldades no futuro. Boa leitura!

Regras ABNT: trabalhos acadêmicos

Quem quer entrar em um curso de graduação sabe que precisará formatar os trabalhos acadêmicos de acordo com as normas da ABNT. As regras são válidas para os mais variados tipos de trabalhos como artigos científicos e monografias, e são utilizadas pela maioria das Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras.

As normas ABNT são muito importantes para que a produção acadêmica seja uniforme e estruturada na apresentação de trabalhos, independentemente da instituição que o aluno cursa. Dessa forma, mesmo o trabalho de um aluno de uma universidade privada poderá ser compreendido por outros alunos e pesquisadores de qualquer tipo de instituição e região do país.

A normatização também evita que os autores produzam seus trabalhos de acordo com suas próprias preferências, o que dificultaria a compreensão de toda produção acadêmica no Brasil. Além disso, seria mais difícil trocar experiências e conhecimentos, sendo uma barreira para o avanço tecnológico e científico.

Dessa forma, as normas ABNT podem ser definidas como um conjunto de diretrizes para auxiliar o desenvolvimento de trabalhos acadêmicos e pesquisas. Essas normas são aceitas pelos principais envolvidos nos meios científicos e acadêmicos.

Regras de formatação ABNT

Veja, agora, quais são as principais regras de formatação ABNT para trabalhos acadêmicos.

Regras ABNT: margens

  • Esquerda: 3 centímetros
  • Superior: 3 centímetros
  • Direita: 2 centímetros
  • Inferior: 2 centímetros

Regras ABNT: espaçamento

O texto deve ser digitado com espaçamento 1,5 entre linhas em todo o trabalho, exceto para:

  • ficha catalográfica;
  • natureza do trabalho (trabalho de conclusão de curso, monografia, dissertação, tese, etc.);
  • objetivo (aprovação em determinada disciplina, obtenção de grau, como bacharel, especialista, mestre e doutor);
  • citações diretas que tenham mais de 3 linhas;
  • notas de rodapé;
  • tabelas e legendas das ilustrações.

Nesses casos, deve-se usar espaçamento simples.

Regras ABNT: fonte

As fontes que devem ser utilizadas nos trabalhos acadêmicos são Arial ou Times New Roman. Para facilitar a leitura, não se devem utilizar quaisquer detalhes estéticos. Para texto e títulos, deve-se utilizar tamanho 12. A cor deve ser preta no texto, mas é possível usar outras cores no caso de ilustrações.

Em algumas situações, a fonte deve ser tamanho 10. Veja quais são:

  • citações com mais de três linhas;
  • notas de rodapé;
  • legendas de ilustrações;
  • tabelas.

Você pode utilizar outros recursos de tipografia disponíveis, como negrito, itálico, versalete e maiúscula para diferenciar as várias seções do seu trabalho. Use o itálico quando estiverem presentes em seu texto palavras de outros idiomas, exceto em expressões latinas como “et al” e “apud”.

Regras ABNT: parágrafo

No Word, para efetuar as modificações nos parágrafos, clique com o botão direito do mouse e pressione “Parágrafo”. O texto deverá ser digitado em parágrafos e a primeira linha deve ser deslocada 1,25 cm ou 1,5 cm da margem esquerda.

Regras ABNT: citação

Uma citação é um tipo de menção em seu texto extraída de fonte externa, utilizada para ilustrar, sustentar ou esclarecer a argumentação utilizada. É possível inseri-la no corpo do texto ou em notas de rodapé. Todas as citações efetuadas devem estar presentes na parte de Referências, ao fim do trabalho.

Da mesma forma, os itens presentes nessa parte também devem ser citados em algum momento no texto. Isso deve acontecer para respeitar os direitos autorais de quem produziu a obra consultada e evitar que seu texto seja considerado plágio.

Existem alguns modos de se fazer uma citação:

  • Citação direta

As citações diretas devem estar entre aspas duplas quando ocupam até três linhas de texto. Como é realizada uma transcrição do trecho consultado, deve-se mencionar a página da obra.

“Este é um exemplo de uma obra consultada” (SOBRENOME, ANO, p.)

Caso a citação tenha mais de três linhas, você precisará destacá-la, utilizando um recuo de 4 cm de margem à esquerda. A letra também deve ser menor que a do texto (é comum utilizar fonte 10). Além disso, o espaçamento deve ser simples e sem aspas. Como acontece nas citações diretas, é fundamental mostrar qual é a página da qual o trecho foi extraído.

  • Citação indireta

Nesse caso, os conceitos do autor consultado são preservados, entretanto, são descritos com as palavras do próprio redator. Desse modo, ele tem total liberdade para escrever as ideias consultadas. Ainda assim, os créditos precisam ser informados. Veja agora um exemplo de citação indireta:

Após uma consulta, eu estou dizendo com minhas palavras o que o autor pensa. (SOBRENOME, ANO).

  • Citação de citação

Com a citação de citação, o autor lança mão, direta ou indiretamente de uma obra a que ele não teve acesso. Ou seja, ele faz a citação de alguém que fez uma citação. Nesse caso, é necessário indicar o sobrenome de todos os autores citados no documento consultado, incluindo a data e a expressão em latim apud (citador por), acompanhadas do sobrenome dos autores da referência que foi consultada.

Ficou um pouco confuso? Veja o exemplo:

SOBRENOME DOS AUTORES NÃO CONSULTADOS (DATA apud AUTOR CONSULTADO, ANO) mostra como uma citação de citação deve ser realizada.

É necessário incluir na área de Referências apenas a obra que você consultou.

Elementos pré-textuais

livros regras abnt

Os elementos pré-textuais devem ser colocados em ordem. Sabe quais são? Confira:

  • capa (necessário);
  • lombada (necessário);
  • folha de rosto (necessário);
  • errata (se necessário);
  • folha de aprovação (obrigatório para obtenção de título);
  • dedicatória(s) (opcional);
  • agradecimento(s) (opcional);
  • epígrafe (opcional);
  • resumo na língua do autor ou da revista (necessário);
  • resumo em língua estrangeira (obrigatório para teses, TCC, dissertações e artigos);
  • lista de ilustrações (quadros, gráficos e figuras) (se existir);
  • lista de tabelas (se existir);
  • lista de abreviaturas e siglas (opcional);
  • lista de símbolos (opcional);
  • sumário (necessário).

Regras ABNT: capa

Na capa, devem constar:

  • identificação da instituição de acordo com modelo criado por ela;
  • curso;
  • título e subtítulo (se existir);
  • número de volumes (caso exista mais de um, será necessário incluir em cada capa a especificação do volume);
  • local e ano de entrega.

Regras da ABNT: folha de rosto

Nessa página, o aluno ou pesquisador deve informar os elementos essenciais para que seu trabalho seja identificado, que são:

  • nome do autor;
  • título do trabalho realizado;
  • subtítulo (se utilizado);
  • número de volumes (caso existir mais de um, deve constar em cada folha de rosto o número do volume e sua especificação);
  • natureza do trabalho (dissertação, tese, monografia, trabalho de conclusão de curso, entre outros);
  • objetivo do trabalho (aprovação em determinada disciplina, obtenção de grau: bacharel, especialista, mestre, doutor);
  • nome da instituição em que o trabalho será apresentado;
  • nome do orientador;
  • local e ano de entrega.

Regras ABNT: sumário

O último elemento pré-textual obrigatório de um trabalho acadêmico é o sumário. Ele enumera os capítulos, seções e as outras partes do documento. Deve ser elaborado com a indicação na ordem em que os itens aparecerem no texto, mostrando a página inicial.

Algumas observações devem ser consideradas:

  • as seções devem ser indicadas de acordo com a tipologia usada nos títulos delas no texto;
  • partes pré-textuais, como folha de aprovação, folha de rosto, agradecimento, dedicatória, epígrafe, entre outros, não devem estar presentes no sumário;
  • os títulos das seções devem estar alinhados à esquerda de acordo com o número mais extenso de subseção, incluindo elementos pós-textuais;
  • traços não devem ser utilizados entre o número da seção e do título, apenas um espaço é suficiente;
  • a palavra capítulo não deve ser usada na numeração;
  • com obras de mais de um volume, o sumário deve ser completo em todos os volumes.

Elementos textuais

Os elementos textuais são:

  • introdução;
  • desenvolvimento;
  • conclusão.

Vale lembrar que todos são obrigatórios.

Muitas pessoas têm dificuldades em começar seu trabalho. Você é um desses? Veja o que deve ter em sua introdução!

Introdução: regras ABNT

Essa é a parte do seu texto em que o assunto trabalhado deve ser apresentado, ainda que sem detalhes. Você, como autor, deve abordar rapidamente elementos como: delimitação da pesquisa; problema de pesquisa abordado; justificativa e objetivos a serem alcançados.

Desenvolvimento: regras da ABNT

É considerada como a parte principal do texto. Você deve expor o assunto de forma ordenada e detalhada. Os assuntos devem ser divididos em seções e subseções. O conteúdo precisa contemplar também a fundamentação teórica ou revisão de literatura efetuada, bem como a metodologia usada e a análise de possíveis resultados obtidos.

Conclusão: regras da ABNT

Nesse ponto, você precisa sintetizar as discussões realizadas e os resultados obtidos, apresentando as deduções lógicas. Ou seja, são as considerações finais do seu trabalho.

Elementos pós-textuais

Os elementos pós-textuais são:

  • referências (obrigatório);
  • glossário (opcional);
  • apêndices (opcional);
  • anexos (opcional).

Regras ABNT: bibliografia

As referências são um conjunto de elementos descritivos úteis para identificar a comprovação das informações contidas no texto. Vale lembrar que a página de referências é obrigatória para todo trabalho acadêmico, uma vez que nela você mostrará todos os materiais consultados (impressos e digitalizados), bem como as edições consultadas.

As referências devem ser ordenadas alfabeticamente. Caso existam várias obras de um mesmo autor, tanto o nome quanto o sobrenome dele deve ser substituído por um traço.

Veja agora como registrar cada obra!

Livros com um autor

Caso exista apenas um autor, utilize o modelo:

SOBRENOME, Nome do autor. Título da obra: subtítulo (se existir). Edição (se existir). Cidade de publicação: Editora, ano de publicação da obra.

Livros com até três autores

Se a obra for composta por até três autores, siga o modelo:

SOBRENOME 1, NOME ABREVIADO 1; SOBRENOME 2, NOME ABREVIADO 2; SOBRENOME 3, NOME ABREVIADO 3; Título da obra: subtítulo (se existir). Edição (se existir). Cidade de publicação: Editora, ano de publicação da obra.

Quer ver um exemplo? Confira:

CHAVES, F; GIORGIAN, A; NEVES, T. Os melhores jogadores do século. 3. ed. Belo Horizonte: Mineira, 2018.

Livros sem autores conhecidos

Caso o autor seja desconhecido, deve ser publicado o título em caixa alta.

TÍTULO DA OBRA: subtítulo (se existir). Edição (se existir). Cidade de publicação: Editora, ano de publicação da obra.

Páginas da internet

Se você utilizou alguma informação da internet, use:

SOBRENOME – nome – título da página ou artigo utilizado – ano -link – época de acesso.

Vale lembrar que o nome do autor pode ser omitido.

Veja um exemplo da utilização:

COMO FORMATAR SEU TRABALHO ACADÊMICO?. Minha Página. Meu Site Disponível em: <http://minhapagina.com.br/2018/07/tcc-nao-e-mais-obrigatorio-segundo.html>. Acesso em: 30 ago. 2018.

Artigos de revista

Siga o modelo caso consulte artigos de revistas científicas:

AUTOR. Título do artigo. Título da revista. Cidade de publicação, Número do volume, Número de Fascículo, Intervalo de páginas consultadas, mês e ano da publicação.

Teses e dissertações

Se você usar algum tipo de trabalho como estes: dissertações ou teses, siga o modelo:

SOBRENOME, Nome abreviado. Título em itálico. Ano em que o trabalho foi apresentado. Número de folhas. Categoria do trabalho – Instituição. Local, ano.

Veja um exemplo:

Giorgian, Arrascaeta. Os melhores jogadores do século. 2018. 30f. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Uruguai, Montevidéu, 2018.

Agora que você já sabe quais são as regras ABNT para trabalhos acadêmicos, já pode treinar. Formate trabalhos como exemplos para ver quais são as dúvidas que ainda restaram. Salve esse material para usar sempre que precisar. Na hora de fazer sua redação do Enem, lembre-se sempre de citar a fonte. Assim, você não será acusado de plágio e estará mais perto de conseguir tirar nota 1.000 na prova.

Cadastre-se gratuitamente no Stoodi e conheça as principais ferramentas do site para ajudar nos seus estudos.

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!