Há vários cientistas conhecidos no mundo inteiro devido aos seus brilhantes trabalhos acadêmicos: Isaac Newton; Niels Bohr; Marie Curie, etc. Entretanto, nenhum deles supera a fama e relevância que Albert Einstein representou e ainda representa para a ciência mundial, isto é, atualmente Einstein é considerado por muitos como o maior cientista de todos os tempos.

Geralmente os estudantes conhecem as teorias e fórmulas que Albert desenvolveu, porém não sabem os detalhes de sua vida, bem como as características de sua trajetória acadêmica até alcançar o sucesso. Diferentemente do conceito popular, a vida de Albert Einstein não é conhecida apenas por brilhantismos e bons desempenhos acadêmicos — há também momentos de desapontamento e fracassos.

Sendo assim, confira neste post tudo sobre Albert Einstein.

Quem foi Albert Einstein?

Albert Einstein foi um marcante cientista alemão, com trabalhos principalmente nas áreas de física (física moderna e mecânica quântica) e química. Devido à sua relevante contribuição para o mundo acadêmico, ganhou o maior e mais cobiçado prêmio que um cientista pode receber, o Prêmio Nobel de Física no ano de 1921.

Onde nasceu Albert Einstein?

Nascido em 14 de março de 1879 na cidade de Ulm, localizada no estado federal alemão chamado Baden-Württemberg, Albert era de origem judia. Entretanto, um ano após seu nascimento sua família mudou-se para Munique, no sul da Alemanha, onde ele passou toda a sua infância e grande parte da adolescência.

Quem foram os pais de Albert Einstein?

Sua mãe se chamava Pauline Einstein e era dona de casa, já seu pai, Hermann Einstein, era engenheiro eletricista. Cabe destacar que o pai de Einstein foi o grande responsável por influenciar sua carreira profissional, impulsionando Albert a dar seus primeiros passos no campo da física.

Como foi sua trajetória na educação?

fórmula albert einstein

Sem dúvidas ele foi um gênio. Entretanto, o que poucos sabem é que, quando criança, Einstein teve extrema dificuldade para desenvolver a fala, bem como aprendeu a ler e escrever de maneira tardia, incomum para as crianças da mesma idade daquela época.

Toda a escolaridade antecedente à graduação Einstein cursou na própria Alemanha, em Munique. Em 1896, com um ano de antecedência, iniciou-se no ensino superior de Física da Escola Politécnica Federal Suíça, em Zurique. Desde essa época, nos seus anos iniciais de graduação, Albert Einstein já chamava atenção por suas habilidades em física, e aos 17 anos começava a dar indícios de que tinha potencial para ser um cientista de sucesso.

Mesmo sendo um excepcional professor de Física, Albert permaneceu 2 anos desempregado após concluir a graduação, sendo no Instituto Federal Suíço de Propriedade Intelectual o seu primeiro emprego como professor. A partir daí que sua carreira como cientista começa a dar os primeiros passos, já que nesta época Albert publica seu primeiro artigo científico, ganha visibilidade e ingressa no doutorado na Universidade de Zurique.

Concluindo o doutorado em 1905 e publicando posteriormente excelentes artigos científicos, em 1908, Albert Einstein passa a ser reconhecido mundialmente e se torna uma referência acadêmica, lecionando não somente na Suíça, mas colecionando passagens em várias universidades da Europa.

Como foi a morte de Albert Einstein?

Einstein morreu em 18 de abril de 1955 na cidade de Princeton, no estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos, vítima de um grave aneurisma.

Dois fatos curiosos marcaram a morte deste cientista. O primeiro foi que ele se recusou a passar por cirurgia (para tentar amenizar o aneurisma), alegando que não queria prolongar o seu tempo de vida na Terra, e segundo suas próprias palavras desejaria “morrer com elegância“.

Outro fato curioso é que Albert pediu para os seus familiares não seguirem as tradições judias após sua morte, tendo o seu corpo sido cremado — e não enterrado, como de costume entre os judeus. Este último desejo de Einstein se deve ao fato de que ele não queria que sua lápide virasse um ponto turístico.

Quais as principais frases de Albert Einstein?

Vale destacar também que, além de seu sucesso como cientista físico, a vida de Albert Einstein foi marcada por suas frases icônicas, frases estas que são até hoje conhecidas em todo o mundo.

Confira algumas delas:

  • A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles.
  • O único homem que está isento de erros é aquele que não arrisca acertar.
  • O impossível existe até que alguém duvide dele e prove o contrário.
  • A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada.
  • A lei da gravidade não pode ser responsabilizada pelo fato de uma pessoa cair de amores por outra.
  • Falta de tempo é desculpa daqueles que perdem tempo por falta de métodos.
  • O primeiro dever da inteligência é desconfiar dela mesma.

Quais os principais livros de Albert Einstein?

Por se tratar de um cientista famoso, naturalmente Einstein foi responsável por diversos artigos publicados e livros escritos.

Dentre os livros publicados, vale destacar os literários:

  • Como vejo o mundo, 1922-1934;
  • A minha filosofia, 1934;
  • Meus últimos anos, 1950;
  • Escritos da maturidade, 1934-1950;
  • Sobre o sionismo, 1930.

Quais as principais obras de Albert Einstein?

No campo da Física, Einstein seguramente foi o maior cientista, principalmente devido às suas várias descobertas nas áreas da física moderna e mecânica quântica.

Sendo assim, confira as principais obras científicas de Einstein:

Entre essas obras científicas, destaca-se a que mais ganhou projeção no mundo acadêmico, originando inclusive uma das fórmulas mais conhecidas da física, a de equivalência massa energia E = mxc².

Portanto, fica evidente toda a contribuição para ciência mundial que Albert Einstein representou, especialmente para a área da física moderna. Cabe ressaltar ainda que, ao contrário do que muitos acham, Einstein não foi contemplado com o Prêmio Nobel pelo seu trabalho mais famoso, a Teoria da Relatividade, mas sim foi o Efeito Fotoelétrico o responsável pelo seu Nobel em 1921.

Conheça o Blog do Stoodi e fique por dentro do vestibular. Lá você tem livre acesso a videoaulas e ainda pode testar seus conhecimentos com os exercícios oferecidos na página.

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!