O século XVI foi um dos mais importantes para a arte no mundo e, mais precisamente, na Itália. O chamado Renascimento trouxe nomes como Leonardo da Vinci, Rafael e, é claro, Michelangelo. As pinturas e esculturas desses artistas estão expostas em museus e igrejas principalmente na Europa.

Quer saber mais sobre quem foi Michelangelo, um dos artistas mais brilhantes e renomados de toda a História? Então continue lendo este artigo!

Biografia de Michelangelo

Pintor, escultor, arquiteto e poeta. Esse foi Michelangelo di Lodovico Buonarroti, ou simplesmente Michelangelo, um dos artistas mais brilhantes do Renascimento Italiano e um nome que ficou marcado na História. Nasceu em seis de março de 1475, na região de Caprese, na Toscana italiana.

Quase cursou uma escola de Gramática em Florença, muito pela vontade do pai, que o matriculou aos sete anos. Entretanto, quando Michelangelo Buonarroti tinha 10 anos de idade, seu pai percebeu e admitiu o talento de seu filho para as artes visuais do desenho e da pintura.

Ainda muito jovem, Michelangelo matriculou-se na oficina de Domenico Ghilandaio, um dos maiores mestres de Florença. Lá, respirou arte e teve a melhor base possível para a produção de desenhos, pinturas, afrescos e esculturas.

Estudou ainda na escola de Lorenzo de Médici, importante patrono das artes na época do Renascimento. Permaneceu na escola por dois anos, até a morte de Médici, período durante o qual teve contato com vários pintores, escultores e intelectuais de sua época.

Quando retornou para a casa de seu pai, Michelangelo dedicou seus esforços em estudar a anatomia humana por meio da dissecação de cadáveres, tomando-os como modelos para seus desenhos.

Não demorou muito e rapidamente dominou todas as nuances da figura humana, expondo seus conhecimentos com uma incrível aproximação da realidade, como é possível verificar em suas obras mais famosas.

Em 1503, Michelangelo foi convidado pelo papa Julio II para elaborar o túmulo papal, em Roma. Por conta de vários outros convites, como a pintura da Capela Sistina, a obra permaneceu inacabada.

Dedicou anos à elaboração do afresco da Capela Sistina, uma de suas obras mais famosas e uma das pinturas mais reconhecidas mundialmente. Outra das obras de Michelangelo é sua escultura de Davi, esculpida em um único bloco de mármore.

Michelangelo morreu no dia 18 de fevereiro de 1564, na cidade de Roma, aos 89 anos.

A criação de Adão Michelangelo

Capela Sistina: Michelangelo

A abóbada da Capela Sistina talvez seja a obra mais famosa de Michelangelo. Sem dúvida, é uma das mais grandiosas. No ano de 1508, o então papa Júlio II encarregou o artista de realizar toda a “decoração” da abóbada da Capela, localizada na Catedral de São Pedro, na cidade de Roma, onde hoje está o Vaticano.

Apesar de seus protestos, nos quais dizia que não era pintor e sim um escultor, Michelangelo acabou realizando a tarefa. Em um exaustivo e longo trabalho, em quatro anos, durante os quais em boa parte não teve nenhuma ajuda, o artista pintou 300 imagens em uma abóbada de 40 metros de largura por 13 metros de altura.

Estão presentes na Capela Sistina episódios do Gênesis da Bíblia, a libertação milagrosa de Israel, o Juízo Final e várias outras passagens bíblicas. Característica marcante das obras de Michelangelo, os personagens nus causaram tanta polêmica que o papa Paulo IV cogitou destruir a obra de arte. Entretanto, acabou por contentar-se em apenas mandar Daniel de Volterra tampar os nus mais exagerados.

Michelangelo: obras

Um dos maiores representantes do Renascimento Italiano, Michelangelo criou dezenas de grandiosas obras de arte. Várias delas são consideradas patrimônios culturais da humanidade, com um valor inestimável. Abaixo, listamos 3 das mais famosas, além da abóbada da Capela Sistina citada anteriormente.

Davi de Michelangelo

Davi (ou David) é uma das esculturas mais famosas de Michelangelo. Consiste em na representação do herói bíblico instantes antes da mítica batalha contra Golias. Em vez das caracterizações mais comuns de Davi, retratado pela maioria dos artistas vitorioso após a batalha, Michelangelo escolhe justamente demonstrar a tensão da personagem, tomado de angústia e antecipação, como é claramente possível perceber em sua pose e em sua feição.

A estátua, de 5,17 metros de altura, foi concluída em dois anos e meio de trabalho. Hoje se encontra na Galleria dell’Academia, em Florença, na Itália.

Juízo Final: Michelangelo

No ano de 1534 o então papa Clemente VII encomenda a Michelangelo a elaboração do afresco do “Juízo Final”, a ser posicionado no altar da Capela Sistina. Uma das obras-primas de Michelangelo, o afresco representa Cristo como um juiz inflexível, ao lado de uma Virgem Maria assustada, olhando para o outro lado.

Em um estilo bastante diferente da abóbada da Capela, Michelangelo não expressa sua grande preocupação com a anatomia humana, mas traz para a obra uma intensidade dramática muito impressionante.

Por conta das representações de vários personagens nus, posteriormente o papa Paulo III chegou a cogitar a destruição da obra, felizmente decidindo-se por apenas cobrir os sexos de personagens em poses mais ousadas.

Moisés: Michelangelo

Outra grande obra de Michelangelo, a escultura de Moisés foi encomendada para fazer parte de um monumento fúnebre do papa Júlio II, trabalho esse que abrangeu 40 anos da vida do artista.

Com 2,35 metros de altura, a estátua de Moisés ocupa a porção central inferior de todo o monumento, tendo sido concluído em 1545. Conta-se que Michelangelo ficou tão satisfeito com a conclusão e a perfeição da estátua que, alucinado, bateu com um martelo na mesma, gritando “Por que não falas?”.

Sem dúvida alguma, Michelangelo é um dos nomes mais importantes da arte e da cultura de toda a História da humanidade, tendo deixado para a eternidade várias obras-primas. Multitalentoso, o artista contribuiu para as artes de diversas formas, por meio de pinturas, esculturas, projetos arquitetônicos e, até mesmo, poesias.

Curtiu nosso artigo? Então não deixe de conferir nossa base de exercícios de Artes e História para se preparar bem para o Enem! Aproveite também para assistir às videoaulas da disciplina e ler também nosso artigo sobre o Barroco!

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!