Algumas mentes, ao longo da história, ficam tão famosas quanto suas descobertas e invenções. Já outras acabam por ter seu legado muito mais valorizado que o próprio nome, com uma certa injustiça, haja vista o tamanho de suas contribuições.

Este segundo cenário é o caso de Nikola Tesla. Sem ele, muito provavelmente você não estaria lendo o Blog do Stoodi e nem mesmo teria acesso a qualquer tipo de equipamento eletrônico.

Quer saber quem foi Tesla e qual é a sua importância para o mundo? Então continue neste post!

Nikola Tesla: biografia

Nascido em 10 de julho de 1956, na aldeia de Smiljan, no Império Austríaco (onde é hoje a Croácia), Tesla era filho de um sacerdote ortodoxo, sendo treinado desde pequeno por seu pai com o objetivo de desenvolver seu raciocínio e sua capacidade de memória.

Já sua mãe era descendente de uma tradicional família de inventores. Tesla dizia que, durante sua infância, via flashes de luz que apareciam com frequência diante de seus olhos.

Começou a estudar Engenharia Elétrica no ano de 1873, no Instituto Politécnico de Graz, na Áustria. Seu foco era, principalmente, na Física e na Matemática. Sete anos mais tarde, se formava na Universidade de Praga. Um ano depois, Tesla começou a trabalhar na Companhia Nacional de Telefones, em Budapeste, como engenheiro eletricista.

Nesse período, Tesla envolveu-se em projetos para a criação de turbinas gêmeas para geração de energia constante. Além disso, foi o responsável pelo desenvolvimento de um aparelho que era um amplificador de telefone, mas que pode ter sido, na verdade, o primeiro alto-falante.

Nikola Tesla e Thomas Edison

Pouco tempo depois, Tesla recebeu uma oferta para trabalhar com Thomas Edison, em Nova Iorque, onde finalmente realizaria seu sonho de infância de ir aos Estados Unidos e conhecer o poder das Cataratas do Niágara. Enquanto trabalhava em Nova Jersey, começou a melhorar a linha de dínamos de Thomas Edison. Esse foi o momento em que as divergências começaram.

Ambos tinham opiniões diferentes sobre os conceitos de corrente contínua e corrente alternada. Apesar de terem feito boas descobertas no campo, a rixa entre Edison e Tesla fez com que se recusassem a dividir o Prêmio Nobel de Física em 1912, que agraciou Nils Gustaf Dalén.

Logo em seguida, Tesla desenvolveu o modelo polifásico alternado que até hoje conhecemos. Tudo isso sem contar as cerca de 40 patentes básicas dos Estados Unidos sobre o novo sistema. Essas patentes, inclusive, foram todas compradas por George Westinghouse.

Nesse momento, a divergência sobre as correntes de Tesla e Edison tomou proporções muito maiores: Thomas Edison e sua corrente contínua contra Tesla-Westinghouse, com a corrente alternada. Após vários debates, divergências e uma quase guerra entre os dois gênios, Tesla e Westinghouse venceram a batalha, uma vez que sua tecnologia de corrente alternada foi considerada superior.

Em 1882, Tesla descobriu o campo magnético rotativo, princípio essencial da física e de todos os dispositivos que utilizam a tecnologia de corrente alternada. De maneira brilhante, adaptou esse princípio da rotação para construir o motor de indução alternado, além do sistema polifásico de geração, transmissão, distribuição e utilização da energia elétrica.

Hoje em dia, a energia elétrica é gerada por meio da conversão de energia mecânica, no caso de hidrelétricas, por exemplo, justamente por conta de suas descobertas e invenções. Todos que conhecem e reconhecem a história e a importância de Tesla, contudo, estão em consenso sobre sua maior conquista: o sistema polifásico de corrente alternada, que atualmente é o responsável por levar eletricidade por toda a Terra.

A fama e as conquistas

A descoberta e a criação dessa tecnologia, inclusive, lhe rendeu uma condecoração pelo Rei Nikola de Montenegro, com a Ordem de Danilo.

Tesla registrou mais de incríveis 700 patentes mundiais. Prevendo comunicações interplanetárias e a utilização de satélites, Tesla foi visionário a tal ponto que buscou maneiras de explorar a energia solar e o poder marítimo, como fazemos atualmente.

É de responsabilidade de Tesla a patente do sistema básico de rádio, no ano de 1896. Com diagramas e esquema que descreviam detalhadamente tudo que envolvia um transmissor de rádio, Tesla “inspirou” Marconi a estabelecer a primeira comunicação sem fios, em 1901. Esse trabalho rendeu a Marconi o Prêmio Nobel em 1909, mas hoje sabe-se que boa parte do seu trabalho não era original.

Entre as 100 pessoas mais famosas do último milênio, encontra-se Tesla, segundo a Life Magazine de 1997. No auge de seu poder financeiro e intelectual, Tesla organizava jantares em sua residência no hotel Waldorf-Astoria para famosos e celebridades.

Ele mesmo foi uma verdadeira celebridade, apesar de seu nome ser mais conhecido nos dias de hoje entre aqueles que estudam as ciências. Ganhou diversos prêmios importantes, sendo um membro honorário da Associação Americana para o Avanço da Ciência. Ainda foi a capa da revista Time, quando completou 75 anos, em 1931.

Faleceu em 7 de janeiro de 1943, no Hotel New Yorker, que foi sua casa em sua última década de vida. Cremado, teve suas cinzas inseridas em uma esfera de ouro que se encontra em permanente exposição no Museu Tesla, em Belgrado.

bobina nikola tesla

Nikola Tesla: invenções

Como citamos anteriormente, Tesla tem mais de 700 patentes mundiais, sendo um dos maiores inventores de todos os tempos. Abaixo, listamos 10 de suas maiores invenções e contribuições:

  • Bobina de Tesla;
  • Transmissor de Ampliação;
  • Turbina Tesla;
  • Radiografia;
  • Rádio;
  • Lâmpadas de Neon;
  • Central de Produção de Energia Elétrica Adams;
  • Motor de Indução Elétrica;
  • Tele autômato (espécie de barco controlado por rádio);
  • Corrente alternada.

Nikola Tesla: frases

Dono de um intelecto avançadíssimo, Tesla também é o pai de algumas frases famosas e icônicas, referenciadas até os dias de hoje, como:

“Se você quiser descobrir os segredos do Universo, pense em termos de energia, frequência e vibração.”

“Não creio que haja uma emoção mais intensa para um inventor do que ver suas criações funcionando. Essas emoções fazem você esquecer de comer, de dormir, de tudo.”

“A compreensão mútua seria enormemente facilitada pelo uso de uma língua universal (o esperanto).”

Tesla foi um dos maiores nomes da ciência moderna e é, sem dúvidas, o responsável por muitas das tecnologias de que usufruímos atualmente. Tão importante quanto tantos outros nomes, merece prestígio e honra à sua memória.

Gostou de saber quem foi Nikola Tesla? Então não deixe de se preparar para o Enem conferindo nossos exercícios sobre Nikola Tesla e eletromagnetismo!

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!