Presente em praticamente todas as provas de vestibular, essencialmente no Enem, o tema álcool é uma importante matéria da química e não deve ser de forma alguma negligenciado pelo aluno.

Mesmo sendo recorrente, muitos vestibulandos não conseguem assimilar com propriedade essa matéria, entretanto, mostraremos neste post o quão simples ele é, por meio de exemplos e análises explicativas.

Sendo assim, leia e confira tudo sobre o que é álcool, tipos de álcool, sua fórmula e nomenclatura.

O que é álcool?

Álcool nada mais é do que todos os compostos químicos que têm a hidroxila OH ligada ao carbono na fórmula estrutural. Dessa forma, cabe destacar que os álcoois podem apresentar diversas variações estruturais, da ordem de insaturações, tipos de cadeias cíclicas e ramificações.

Considerado pelos químicos como um ácido fraco, os álcoois em geral são solúveis em água e encontrados na fórmula líquida quando têm até 11 carbonos em sua fórmula.

Densidade do álcool

789 quilogramas de álcool puro ocupam no espaço um volume de 1 metro cúbico. Como a fórmula de densidade é a massa dividida pelo volume (d = m/v), a densidade do álcool é 789 kg/m³ ou 0,789 g/cm³.

Para efeitos comparativos, a densidade da água é de 1000 kg/m³, ou seja, ao fazermos uma solução de água mais álcool, ambos líquidos (e considerando uma situação hipotética em que a solução é heterogênea), o álcool ficará na parte superior, já que apresenta menor densidade.

Qual a fórmula do álcool?

A fórmula geral do álcool é R‒OH e sua classificação varia de acordo com a quantidade de OH presente na estrutura:

  • Monoálcool — 01 hidroxila
  • Diálcool — 02 hidroxilas
  • Poliálcool — 03 ou mais hidroxilas

Outra maneira de classificar os álcoois é segundo o tipo de carbono ligado ao OH:

  • Álcool primário — carbono primário
  • Álcool secundário — carbono secundário
  • Álcool terciário — carbono terciário

Qual a nomenclatura dos álcoois?

As regras de nomenclatura dos álcoois seguem a lógica da nomeação dos hidrocarbonetos, entretanto, com o sufixo “ol”. Vale ressaltar que essas normas são regidas pela União Internacional da Química Pura e Aplicada IUPAC, isto é, são unificadas e adotadas mundialmente.

Dessa maneira, seguimos a ordem:

  • Prefixo — quantidade de carbono
  • Nome intermediário — tipo de ligação entre os carbonos
  • Sufixo — terminação em “ol” devido à hidroxila OH

Exemplificando, em primeiro lugar escolhemos a cadeia principal (aquela que contém mais carbonos e obviamente tenha a hidroxila ligada). Posteriormente, enumeramos os carbonos (a contagem obrigatoriamente deve ser iniciada do lado mais próximo possível do grupo OH) e analisamos qual o número do carbono a que a hidroxila está ligada.

Outro ponto importante é levar em consideração o número de OH’s presentes na fórmula do composto. Quando há poliálcoois, é preciso inserir prefixos indicando a quantidade (di, tri, entre outros).

Quais são os tipos de álcool?

Como já destacamos, há uma infinidade de variações de álcoois encontradas na natureza, todas elas com a presença da hidroxila OH, entretanto, com modificações na cadeia carbônica.

Metanol

Conhecido também por metil carbinol, hidróxido de metila e hidrato de metila, o metanol tem a fórmula CH3OH. Com características inflamáveis e incolor, o ponto de fusão desse composto químico é por volta de -97,5 °C, ou seja, sempre será encontrado na natureza no estado líquido.

Como aplicação, é largamente utilizado em ambientes industriais, desde a fabricação de inseticidas, adesivos, tintas e até como combustível.

Etanol

O álcool etílico ou simplesmente etanol, tem como fórmula CH3 – CH2 – OH (ou C2H6O) e sem dúvidas é o álcool mais conhecido, pois é facilmente comercializado. É importante destacar também que a indústria do etanol gera uma grande receita financeira para o Brasil, uma vez que nosso país é o segundo maior produtor de etanol do mundo, atrás apenas dos EUA.

Glicerina

Com o nome científico propano 1,2,3 – triol, a glicerina é representada pela fórmula química C3H8O3. Diferentemente do metanol, a glicerina é um composto atóxico e é largamente utilizado como produto-base para a fabricação de cosméticos.

Colesterol

Representado pela fórmula C27H45OH, o colesterol também é classificado como um tipo de álcool. Essencial para a vida humana, esse esteroide faz parte das membranas celulares de todos os mamíferos e desempenha papel fundamental para o sistema circulatório.

Quais os álcoois mais importantes?

O colesterol é de fato um dos álcoois mais importantes para nós pois, como destacado acima, faz parte da manutenção do metabolismo humano. Entretanto, analisando economicamente, o etanol com certeza é o álcool mais relevante para o Brasil, até porque ele impacta diretamente no Produto Interno Bruto – PIB nacional.

bebida álcool

Quais os malefícios do álcool?

Além de cosméticos e combustíveis, como já sabemos, existem bebidas que levam álcool em sua composição, sendo a cerveja a mais comum delas. Porém, os efeitos do álcool no organismo humano expõem os malefícios que esse composto químico é capaz de gerar.

Quando ingerido, o álcool tem potencial de levar uma pessoa a um estado de desidratação, aceleramento dos batimentos cardíacos, náuseas, alterações no metabolismo e até mesmo perda da consciência. Mas o grande problema em relação a esse composto está relacionado à dependência causada por ele.

O álcool é uma substância classificada como viciável, isto é, com alto poder de dependência química. Muitas pessoas sofrem com o alcoolismo e necessitam de tratamentos psicológicos para abandonar essa prática prejudicial à saúde.

Desse modo, é fácil perceber o quão presente em nosso cotidiano o álcool está, seja na glicerina de um cosmético, seja no álcool em gel para higiene das mãos. Vale destacar também a relevância dessa matéria para os estudantes que prestarão o vestibular, uma vez que é um assunto bastante explorado no Enem e nas provas tradicionais.

Quer estudar mais e ficar por dentro do mundo dos vestibulares? Confira o blog Stoodi. Lá você também tem acesso a videoaulas e ainda pode testar seu conhecimento com os exercícios que a plataforma disponibiliza!

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!