Você sabe o que é apoptose? Essa é uma matéria importantíssima dentro da citologia animal e, com certeza, fará parte do conteúdo de diversas provas de vestibulares.

Estudar as células orgânicas é essencial para uma compreensão ampla de Biologia, além de ser muito interessante imaginar que nosso corpo é formado por estruturas que podem ser vistas apenas através de microscópios.

No texto de hoje, você vai entender os mecanismos da apoptose, qual a sua função, os diferentes tipos desse processo, além da diferença em relação à necrose.

Então, organize as suas anotações e não deixe para aprender depois. Faça uma boa prova de Ciências da Natureza lendo agora o conteúdo completo!

O que é apoptose?

Você deve estar se perguntando: afinal de contas, do que se trata esse processo? Saiba que esse termo foi desenvolvido por John Foxton Ross Kerr e se refere à morte celular programada e ordenada. Ela acontece quando, no interior da célula, há materiais que devem ser renovados. Dessa maneira, esses resíduos são compactados em membranas e coletados pelo sistema imunológico.

Deve-se destacar que a morte das partículas não é desencadeada por traumas, mas tem o objetivo de fazer a manutenção dos órgãos e tecidos. Esse processo também pode ocorrer quando o organismo é invadido por um vírus, ou, no caso do DNA, sofrer alguma lesão.

Talvez você pense que a extinção de uma célula seja algo ruim para o organismo. Em muitos casos, isso é verdade, principalmente quando o definhamento acontece a partir de traumas. Entretanto, a morte celular por apoptose é importante para o corpo, pois desencadeia a renovação de todo o sistema.

Por exemplo, já se questionou alguma vez sobre como os seus dedos foram formados? O conjunto de células que se desenvolvem junto ao embrião são programadas para definhar e serem renovadas para crescerem saudáveis. Essa morte coordenada de partículas, que acontece desde a embriogênese, é chamada de apoptose.

Função da apoptose

Diversas células do nosso organismo têm a habilidade intrínseca de passar por esse processo, da mesma forma como apresentam a capacidade de reproduzir o DNA ou sintetizar os alimentos. Dessa maneira, a apoptose é uma maneira comum e generalizada de retirar do corpo os corpúsculos que não têm mais utilidade para o funcionamento orgânico do indivíduo.

Veja agora algumas das principais funções relativas a ela:

  • a morte e a renovação celular precisam acontecer durante o desenvolvimento do corpo — como no processo de modelagem do grande conjunto dos tecidos, órgãos e membros;
  • células que apresentam anomalias podem causar prejuízos ao organismo se continuarem existindo — como aquelas danificadas por infecções virais ou que sofreram danificações no DNA;
  • conjuntos celulares de indivíduos adultos necessitam ser eliminados para que o equilíbrio seja mantido — isso permite a formação de novos corpúsculos após a o descarte daqueles que já cumpriram a sua função.

Quando ocorre a apoptose?

Diversos organismos apresentam a morte programada de partículas como parte normal do desenvolvimento. Em alguns casos, como o do nematódeo C. elegans, 131 células sofrem degeneração para que o verme consiga evoluir de um ser unicelular para uma criatura adulta.

Todavia, os seres humanos também dependem fundamentalmente da apoptose. Por exemplo, comentamos anteriormente sobre a formação dos dedos da mão, que começa como um conjunto de tecidos, de aparência próxima a de uma pá, durante o desenvolvimento embrionário. Nesse caso, o conjunto de células da mão sofreram morte programada e se renovaram, modelando-se até formarem corretamente os dedos.

Todas as espécies de vertebrados passam por esse processo de forma atenuada, resultando na formação dos seus membros. Quando ele não ocorre da maneira devida e a apoptose se dá de forma incompleta, resulta no aparecimento de deformações, como “dedos grudados”.

Podemos citar outros exemplos desse sistema, como a perda da cauda de um girino quando ele está se tornando um sapo. A destituição de neurônios desnecessários para circuitos neurais, que já possuem uma conexão, também faz parte do mesmo procedimento.

Exemplos de apoptose

Chegou a hora de conferir alguns exemplos desse importantíssimo processo da Biologia. Fique atento, pois eles podem ser cobrados nas provas de vestibulares.

Apoptose do girino

Um exemplo que elucida claramente esse sistema de morte celular programada, é encontrado nos girinos de rãs. Seus tecidos são definhados e reabsorvidos constantemente pelas estruturas de seus organismos durante a transformação deles em sapos.

As partículas das guelras, barbatanas e caudas desses animais, destituem-se devido a esse procedimento e são reabsorvidas durante o amadurecimento do girino. As substâncias celulares descartadas são base fundamental para o material construtivo, e servem de alimento para os novos membros em formação.

Apoptose do rato

Quando ainda são embriões, os ratos apresentam patas de aspecto plano, no formato de uma pá. Durante o desenvolvimento embrionário, os cinco dedos começam a se diferenciar exatamente pelo processo de apoptose. O conjunto celular, que conectava seus dedos e dava aquele formato singular, morre para distinguir as partes constituintes dos pés.

Apoptose via extrínseca e intrínseca

Duas formas diferentes desse processo podem ocorrer, cada uma delas variando na forma como são desencadeadas e em relação à importância delas em cada caso. Confira a seguir!

Apoptose: via extrínseca

Durante o sistema extrínseco desse procedimento, a célula é alertada externamente para dar início à morte programada das partículas. Isso é importante quando a célula não tem mais função para o organismo ou quando está doente.

Existem muitos caminhos para a modificação da estrutura celular. A via extrínseca para a apoptose é dividida em diversas etapas, e cada uma delas tem suas especificidades. Ela pode ocorrer pela negativação do próprio sistema ou ser derivada de outras moléculas.

Apoptose: via intrínseca

A via intrínseca desse processo acontece por meio do desenvolvimento de estresse, ou dos danos causados às partículas. Esses tipos de definhamentos levam à apoptose celular, danificando o organismo. Isso pode ocasionar a desestruturação da própria cadeia genética, a má distribuição de oxigênio, dentre outros prejuízos que inviabilizam o bom funcionamento da célula.

Dessa maneira, em resposta imediata a essas tensões, o organismo decide que a existência prolongada desse corpúsculo é perigosa e onerosa para o corpo, levando à respectiva morte ordenada da partícula.

célula apoptose

Apoptose e necrose

A diferença entre apoptose e necrose, geralmente, causa dúvidas na maioria das pessoas, mas, para esclarecer de vez essa questão, apresentaremos uma resposta simples.

Basicamente, a morte celular em um organismo pode acontecer de duas maneiras:

  1. as partículas celulares morrem por conta de danos e lesões, como no contato com produtos químicos ou quando ocorrem cortes e contusões na pele — este é o processo denominado de necrose;
  2. as células sofrem estímulos para uma morte programada, visando a reconstituição e manutenção do organismo — este processo é denominado apoptose.

A apoptose é, de fato, responsável pelo desenvolvimento embrionário dos diversos seres vertebrados. Ela mantém o equilíbrio do organismo, defendendo-o contra as células prejudicadas por vírus e que são estranhas para o corpo do indivíduo.

Você aprendeu sobre a diferença entre esse processo e a morte celular por necrose. Agora sabe que, em ambos existe o definhamento das partículas, mas que a segunda é mais prejudicial para saúde e a integridade do organismo.

Não deixe para estudar depois: aproveitando os finais de semana e feriados você terá o diferencial para fazer um bom vestibular. Exercite o seu conhecimento resolvendo agora esses exercícios sobre Citologia. Acompanhe também uma ótima videoaula de Histologia Animal e arrase na prova de Biologia!

A equipe de professores do Stoodi tem o material online completo para você mandar bem no Enem. Cadastre-se gratuitamente!

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!