A maneira como fazemos e pensamos a ciência atualmente depende muito das descobertas e dos avanços de alguns nomes muito relevantes para a história. Apenas para citar alguns, Galileu Galilei, Albert Einstein e, é claro, Isaac Newton representam muito bem a elite intelectual da ciência moderna.

Newton, particularmente, é considerado o pai da ciência moderna, tendo contribuído em diversas áreas e sendo muito importante para praticamente tudo o que conhecemos sobre a Física nos dias de hoje. Por isso, é fundamental conhecer sua história e seu papel, principalmente para se dar bem nos vestibulares e no Enem.

Quer saber mais sobre a vida e obra de Isaac Newton? Então continue lendo este artigo!

Quem foi Isaac Newton?

Isaac Newton foi um cientista inglês que viveu entre os séculos XVII e XVII. É mais conhecido como o pai da lei da gravidade e criador das famosas Leis de Newton, sendo considerado uma das mentes mais avançadas de todos os tempos. Seus trabalhos incluíam estudos sobre alquimia, mecânica, química, física e matemática, além de estudos ocultos sobre teologia.

Biografia de Isaac Newton

Newton nasceu na pequena vila inglesa de Woolsthorpe-by-Colsterworth em 04 de janeiro de 1643. No calendário vigente da época, conhecido como Calendário Juliano, seu nascimento data de 25 de dezembro de 1642. Newton recebeu o mesmo nome de seu pai, que nunca viria a conhecer, pois havia falecido poucos meses antes de seu nascimento.

Sua mãe, Hannah Ayscough Newton, casou-se novamente e deixou o filho aos cuidados da avó, mudando de cidade com o novo marido. Quando esse faleceu, Newton voltou a morar com a mãe, sendo incentivado a cuidar das terras da família, apesar de não demonstrar talento para isso.

Em 1661, ingressou na Trinity College de Cambridge, estudando diversos autores da filosofia mecânica, apesar do currículo baseado em Aristóteles, adotado pela instituição. Lá, teve contato com as obras de Galileu, Kepler e Descartes, formando-se como bacharel em Humanidades no ano de 1665. Naquela época, a Inglaterra foi devastada pela peste bubônica, forçando Newton a voltar a morar nas terras rurais de sua família.

Em um período de isolamento na fazenda de sua mãe, Newton se questionava sobre todas as questões que havia levantado em Cambridge, desenvolvendo assim o método das séries infinitas, conhecido como binômio de Newton e as bases para o cálculo diferencial e integral.

Em experiências com prismas, Newton desenvolveu a teoria das cores e o princípio do telescópio da reflexão. Ainda estudou o movimento circular, analisando as forças incidentes nele. Ao aplicar essas teorias à movimentação lunar e planetária em relação ao Sol, Newton chegou ao que seriam as bases para sua Lei de Gravitação Universal. É nessa época que se supõe que ocorreu o episódio da maçã em sua cabeça.

Em 1667, Newton retorna a Cambridge como docente, tornando-se professor lucasiano de Matemática dois anos depois. Em 1672, é eleito membro da Royal Society, o principal grupo de desenvolvimento científico da época. Apesar de bastante admirado, seu temperamento tímido e retraído fazia com que tivesse grandes dificuldades para divulgar seus trabalhos.

Em 1687, Isaac Newton publica seu livro mais famoso: Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (Princípios Matemáticos da Filosofia Natural), considerado uma das obras mais importantes de todos os tempos.

Newton também desenvolveu diversas outras atividades fora do meio acadêmico, tendo sido nomeado superintendente da Casa da Moeda da Inglaterra em 1696 e, três anos depois, diretor da mesma instituição. Foi, ainda, eleito presidente da Royal Society em 1703, acumulando ambas as funções.

Um ano depois, publicou a obra Opticks, que alcançou grande popularidade, principalmente graças à escolha da linguagem mais simples e acessível, diferentemente de Principia Mathematica, escrito em latim. Em 1705, Newton é consagrado cavaleiro pela Rainha Ana, tornando-se Sir Isaac Newton.

Newton faleceu em 31 de março de 1727, decorrente de complicações renais.

bolinhas isaac newton

Isaac Newton: obras

Newton tem diversos trabalhos publicados, sendo Principia o mais importante de todos, considerada até hoje a obra mais relevante do meio científico em toda a história. É nela que está a Lei da Gravitação Universal, a descoberta mais conhecida do cientista.

Além de Principia, podemos também citar outras obras publicadas, como:

  • Method of fluxions (1671)
  • Opticks (1704)
  • Arithmetica Universalis (1707)
  • The Cronology of Ancient Kingdoms Amended (1728).

Lei de Isaac Newton

Além da Lei da Gravitação Universal, Isaac Newton é conhecido por suas teorias do movimento dos corpos, conhecidas como as Três Leis de Newton, descritas no final do século XVII. A primeira lei, conhecida como o Princípio da Inércia, diz que “um corpo em repouso permanece em repouso se não é forçado a mudar, um corpo que se move continuará a mover-se com a mesma velocidade e no mesmo sentido, se não for forçado a mudar”.

Já a Segunda Lei de Newton, conhecida como Princípio da Dinâmica, “mostra que a quantidade de força pode ser medida por uma proporção de mudança observada no movimento”, sendo essa proporção conhecida também como aceleração.

Por fim, a Terceira Lei de Newton, conhecida como Princípio da Ação e Reação, prega que “toda ação causa uma reação, e que a ação e a reação são iguais e opostas”.

Frases de Isaac Newton

Assim como outras grandes personalidades da História, várias são as frases e os ditos atribuídos a Isaac Newton. Apesar de ser difícil ter uma certa precisão nesse sentido, existem alguns dizeres famosos que são de conhecimento público, como:

  • “Construímos muros demais e pontes de menos.”
  • “Se cheguei até aqui foi porque me apoiei no ombro dos gigantes.”
  • “A gravidade explica os movimentos dos planetas, mas não pode explicar quem colocou os planetas em movimento. Deus governa todas as coisas e sabe tudo que é ou que pode ser feito.”
  • “O que sabemos é uma gota; o que ignoramos é um oceano. Mas o que seria o oceano se não infinitas gotas?”

Isaac Newton foi, sem dúvidas, uma das maiores mentes da história, tendo contribuído para o conhecimento científico em proporções jamais antes imaginadas. Suas descobertas influenciam, até os dias de hoje, a maneira como cientistas trabalham e pesquisam.

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!