Sabe quem foi Nelson Mandela? Talvez você não conheça detalhes sobre ele ou sua importância na História, mas muito provavelmente você já deve ter ouvido algumas das suas famosas frases: declarações remetem à luta de Mandela contra o racismo, a desigualdade e a discriminação e a favor dos Direitos Humanos e da liberdade.

Uma das frases mais conhecidas de Nelson Mandela e que sintetiza bem quem ele foi e as suas ideias é a seguinte: “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, por sua origem ou por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar”.

É bem plausível também que você já tenha visto fotos dele: um rosto com expressão serena e de paz, emoldurado por cabelos brancos e curtos, um sorriso discreto nos lábios, olhos cheios de esperança e a pele negra.

Mandela lutou contra o apartheid e a segregação do povo negro na África do Sul e é um dos principais ícones dos Direitos Humanos do século XX. Quer saber mais sobre esse grande defensor da igualdade? Então, continue lendo este artigo!

Quem foi Nelson Mandela?

Nelson Mandela (1918 – 2013) foi um líder sul-africano defensor das causas humanitárias que, durante toda a sua vida, lutou em prol da igualdade entre brancos e negros e se opôs ao regime segregacionista do apartheid. Por defender bravamente suas ideias, comprometeu a própria liberdade e ficou preso por 27 anos. É conhecido internacionalmente como símbolo da luta pelos Direitos Humanos.

Mandela foi consagrado com o prêmio Nobel da Paz em 1993, ao lado de Frederik de Klerk, até então presidente da África do Sul e último branco a ocupar esse cargo.

Em função do seu ativismo político, recebeu mais de 250 prêmios e condecorações e é considerado o Pai da Pátria do seu país, um prêmio simbólico dado a personalidades importantes para a formação de uma nação e da sua independência.

Em 1994, por meio de muitas negociações, Mandela conseguiu a aprovação de eleições multirraciais, pois, até aquela data, o direito ao voto era negado às pessoas negras do país. Nas eleições desse mesmo ano, ele se candidatou e saiu vitorioso: foi eleito Presidente da África do Sul, ocupando o posto até 1999.

Biografia de Nelson Mandela

Nelson Rolihlahla Mandela nasceu em 18 de julho de 1918, na pequena vila de Mvezo, África do Sul, em uma família da nobreza tribal, da etnia Xhosa. Aos 7 anos, ingressou na escola primária e recebeu o nome “Nelson” de sua professora, seguindo o costume de “rebatizar” as crianças utilizando nomes ingleses, pois os britânicos tinham dificuldades de pronunciar os nomes africanos.

No seu país, Nelson Mandela também é conhecido como “Tata” (significa “pai”, em Xhosa) e “Mandiba” (nome do clã a que pertencia).

Ele frequentou boas escolas e teve acesso a uma ampla formação educacional. Em 1939, aos 21 anos, iniciou a graduação em Direito, na Universidade de Fort Hare — a primeira da África do Sul a receber alunos negros. Anos depois, graduou-se como bacharel em Arte e em Direito.

No ambiente universitário, Nelson Mandela começou a frequentar as reuniões do CNA (Congresso Nacional Africano), uma organização negra que se opôs fortemente ao apartheid. Posteriormente, tornou-se comandante do braço armado do CNA.

Em 1964, foi condenado à prisão perpétua pelo seu envolvimento armado com o CNA. Em 1984, recebeu a oferta de sair da prisão caso desistisse da militância política, mas negou a proposta e se manteve firme aos seus princípios e ideais. Em 11 de fevereiro de 1990, foi libertado da prisão pelo então presidente Frederik de Kler.

Em 1993, Nelson Mandela ganhou o prêmio Nobel da Paz e em 1994 se tornou o primeiro Presidente negro da África do Sul.

crianças nelson mandela

Luta contra o apartheid

O apartheid é uma palavra do idioma africâner que significa “vida em separado” ou “separação” e era exatamente isso que ocorria com a população sul-africana. O Partido Nacional impôs um regime que mantinha brancos e negros segregados em toda as esferas da vida pública e privada.

Por exemplo, era proibido o casamento inter-racial e o compartilhamento de praias, escolas, ônibus, restaurantes, banheiros e até mesmo bebedouros entre brancos e negros. Além disso, os negros eram privados de direitos civis, como o voto e a candidatura política.

Mandela se colocou contra o apartheid e ao racismo no país. Após o “Massacre de Sharpeville”, ele se envolveu mais na militância política e passou a apoiar a luta armada para derrubar o sistema vigente. Nesse massacre, a polícia reprimiu violentamente negros que protestavam pacificamente em oposição à segregação, deixando 69 negros feridos e 100 mortos.

Nelson Mandela ajudou a escrever a Carta da Liberdade, um documento antiapartheid que defendia a igualdade de direitos para todos os cidadãos sul-africanos.

Toda a luta de Mandela reflete e influencia muito os movimentos negros atuais, na África do Sul e em outros países. Ele é importante também no Brasil, que tem um histórico de escravidão negra e desigualdade entre brancos e negros.

Nelson Mandela: frases

Ao longo da sua vida e na luta pelos seus ideais, Nelson Mandela elencou frases célebres, como:

  • “No meu país, é preciso primeiro ir para a cadeia para depois ser presidente” (O longo caminho para a liberdade, 1994).
  • “Aprendi que coragem não é a ausência de medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que conquista esse medo” (O longo caminho para a liberdade, 1994).
  • “Lutar contra a pobreza não é um assunto de caridade, mas de justiça.”
  • “A educação é o grande motor do desenvolvimento pessoal. É através dela que a filha de um camponês pode se tornar uma médica, que o filho de um mineiro pode se tornar o diretor da mina, que uma criança de peões de fazenda pode se tornar o presidente de um país.”

Curiosidades

Para completar o seu conhecimento a vida de Nelson Mandela, veja algumas curiosidades sobre ele:

  • foi a primeira criança da sua tribo a ir à escola, para receber educação britânica;
  • foi o primeiro negro a fundar um escritório de advocacia na África do Sul;
  • casou-se 3 vezes, sendo o seu último casamento aos 80 anos;
  • até 2008, seu nome constava na lista de terroristas dos Estados Unidos da América;
  • o filme Invictus, lançado em 2009, é um dos mais recentes a contar a história de Mandela e nele o esporte é mostrado como um forma de unir negros e brancos.

Gostou de conhecer essa personalidade tão importante? Então, não deixe de conferir as biografias sobre outros grandes nome, como Barack Obama, Karl Marx e Getúlio Vargas. Conheça também nosso plano de estudos, faça exercícios e descubra como o apartheid pode cair no vestibular.

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!