Valdivino Soares optou por fazer cursinho online para não perder tempo e personalizar sua rotina

Imagina você cursar três anos de Direito e só depois descobrir que a sua vocação era Medicina? Foi isso que aconteceu com Valdivino Soares. O aluno interrompeu sua graduação, estudou por meio de cursinho online durante um ano e passou na FAMP, faculdade localizada no estado de Goiás.

“A experiência de já ter começado Direito me deu um direcionamento muito grande na vida, afinal não podia perder nem mais um segundo de tempo”, conta Soares. Apesar de ter descoberto o curso que realmente queria um pouco mais “tarde”, ele focou muito e conseguiu conquistar sua vaga.

Não pense que a rotina de Soares era tranquila. O recém-universitário estudava durante oito horas intercaladas todos os dias. O material que ele usava era o conteúdo do Stoodi, além da ajuda de um professor particular para a resolução dos exercícios mais difíceis.

“A minha rotina era dividida em 3 períodos: 2 horas de manhã ( das 10:00 ao 12:00) com matérias mais calmas. Depois, 4 horas durante o período da tarde (das 14:00 às 18:00), com as matérias mais trabalhosas e simulados. Por último, 2 horas de noite ( das 22:00 às 00:00) revisando as questões que errava durante o dia”, revela o estudante.

De acordo com Soares, a pressão começou a aparecer com a medida que os vestibulares iam se aproximando – o momento mais difícil foi quando faltava praticamente um mês para a primeira prova. Ele conta que o apoio dos pais foi decisivo para o seu desempenho.

“Minha maior felicidade foi ver todo mundo dando apoio e parabenizando. Outra coisa que me deixou muito feliz foi a admiração de todos por ter passado estudando apenas em casa”, confessa o futuro médico.

De acordo com Soares, ele tem duas dicas para quem está focado em busca da sua vaga. A primeira é ter certeza que esse é o seu curso, “afinal essa confiança vai ser uma arma para trabalhar o seu psicológico”. A segunda é tirar um tempo para se divertir e relaxar, “no meu caso, todo sábado eu saía para alguma festa ou algo do tipo”, conta.

Estudar nem sempre precisa ser um peso. Aliás, quando se foca nos objetivos e traça uma estratégia para alcançá-los, o estudo passa a ser apenas uma etapa para a conquista. “O recado que deixo é: tentem se divertir ao máximo estudando, assim fica tudo mais fácil. No meu caso, eu assistia às aula do professor Dimas de história, era quase um stand up”, finaliza.

Você pode gostar também