Estudante mostra como a disciplina e a força de vontade foram essenciais para conquistar sua vaga na Univille

“Essa foto representa o peso que eu tirei das minhas costas, quando eu recebi uma certa ligação no dia 15/12 me avisando que eu havia sido aprovada”, diz Allyne

Allyne Simão sempre soube o que queria fazer: ser médica para ajudar as pessoas. Mesmo tendo muito claro que não seria fácil, a estudante se dedicou durante 5 anos de várias formas possíveis. Tudo começou em 2010, quando ainda cursava o terceiro colegial.

Ela já chegou a acordar às 5 horas da manhã e voltar para a casa às 21 horas, quando ainda ia estudar numa cidade vizinha. Fez dois cursinhos em conjunto – um extensivo e outro específico para matérias como física, química e matemática.

Em 2015, decidiu se mudar para ficar mais próxima do cursinho e otimizar seu tempo. “Não faltava nenhuma aula, mesmo das matérias que eu menos gostava”, explica Allyne.  A aluna afirma ter participado de todas as revisões, inclusive para os vestibulares que não iria prestar. “Revisão nunca é demais, sempre dá para aprender algo novo”, completa.

Quando saiu o resultado geral do vestibular, ela sentiu uma felicidade enorme no mesmo momento em que ficou com muito medo, pois estava na terceira posição da lista de espera. O resultado da sua chamada saiu uma semana depois. “Foi a semana mais comprida que já vivi”, desabafa.

print da aprovação de Allyne Simão na Univille Medicina 

Ao ver seu nome aprovado, Allyne conta que foi uma sensação única. “Tirei um peso gigante das minhas costas. Ainda não consigo acreditar que passei mesmo. É muito bom ter inúmeras pessoas te parabenizando, desejando sucesso, e elogiando a trajetória e a força de vontade”.

Hoje, ela está matriculada na Univille, esperando ansiosamente para o início das aulas no dia 15 de fevereiro. A garota que se dedicou ao máximo, que participou de todas as aulas, que chegou a pensar em desistir, que perdeu alguns amigos e que sentiu medo sabe muito bem que todo o esforço valeu a pena.

Nesse ano de 2016 começa uma nova fase de sua vida, pois como ela mesmo disse: “Só não é aprovado quem desiste”.
                                                                                                     ***

Allyne Simão passa em medicina após 5 anos de estudos na Univille
Confira o depoimento de Allyne completo sobre sua aprovação em Medicina na Univille:
Sabe quando você tem um sonho? Então, desde pequena eu tinha o meu: passar no vestibular de medicina! Ser médica, ajudar as pessoas, salvar vidas… Tudo isso me fascinava!

Eu corri atrás. Investi 5 anos da minha vida para chegar até o meu objetivo! Vi meus amigos sendo aprovados, enquanto eu continuava no cursinho. Vi muitos colegas alcançarem a tão sonhada aprovação em medicina, vibrei e chorei junto com muitos deles, e fiz da felicidade e êxito deles meu impulso e minha força para não desistir!

Durante o caminho encontrei muita gente que duvidou da minha capacidade, que disse para trocar de curso, que medicina é muito difícil, que eu estaria velhinha e continuaria no cursinho. Chorei muito, chorei por nervosismo nas vésperas de prova, chorei por ter ido mal, chorei por ter evoluído!

Perdi festas porque precisava estudar, tinha prova, tinha aula, tinha simulado. Perdi “colegas” que não entenderam que minha prioridade era ficar em casa e colocar a matéria em dia, ou fazer algumas redações. Perdi o sono, perdi a fome tantas outras vezes!

Mas ganhei amigos, anjos da guarda, que me consolaram durante os anos e vibraram comigo na hora em que meu nome estava entre os aprovados. Depois de 5 anos lutando, acordando antes do sol nascer e indo dormir tarde, eu cheguei lá. Depois de tanto esforço, eu fui aprovada!

Sabe o sonho que eu falei logo no início? Então, agora ele é muito mais ousado. Agora quero me formar em medicina. Para todos aqueles que também sonham com a aprovação em medicina: persistam! Só não é aprovado quem desiste! 

0 Shares:
Você pode gostar também