Aprovado em 1º lugar em Engenharia Civil da UFMS: pai, marido e trabalhador!

O Edson Borges tem 32 anos e foi aprovado em primeiro lugar em Engenharia Civil na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Quer saber como ele fez isso?

A história do Edson é bem incomum! Ele já era formado em Administração na UFMS, na turma de 2006 e não estudava desde então. Começou a trabalhar na área e assumiu um novo cargo na empresa, desenvolvendo algumas práticas de Engenharia Civil, matéria que sempre teve uma “quedinha”, como ele mesmo diz. 

Foi o momento! Percebeu que a vida lhe chamava para a área e decidiu mergulhar fundo e foi para a segunda graduação!

“Já havia decidido que faria Engenharia Civil, entretanto, no mesmo período, minha esposa ficou grávida e os estudos foram deixados um pouco de lado. Em outubro, quando meu filho estava com uns dois meses de idade, eu comecei a estudar com mais afinco. Portanto, estudei “sério” mesmo por dois meses”.

Ele conheceu o Stoodi procurando cursinhos online, o que era novidade, já que quando começou a estudar para sua primeira graduação, quando tinha 18 anos, não existiam cursinhos online, o que foi ideal para a adaptação de seu dia a dia!

Sua rotina não era fácil: acordava quatro horas da manhã, estudava antes de sair para trabalhar, voltava, revisava os resumos do Stoodi, para depois ficar com sua esposa e filho. Isso fez com que estudasse duas ou três horas por semana.

Mas aos sábados e domingos, o Edson pegava firme! Focou em matemática e fazia resumos por conta, com o auxílio das aulas do Prof. Paulo, quem ele tanto admira. 

Edson assistia apenas as aulas de matemática, uma matéria que já tinha afinidade. Estudou por meio de uma lista completa de exercícios as matérias de redação, física, sociologia, história e filosofia. 

“Abandonei as disciplinas de química, biologia e português. As duas primeiras em razão do necessário esforço maior para poder absorver algum conhecimento, haja vista minha inaptidão para essa área. A última porque já tinha uma certa bagagem”, já que passou um determinado período estudando para concursos.

Já as redações, focou nas aulas de texto dissertativo e praticava em casa, conforme as aulas o ensinaram, ao mesmo tempo em que conciliava a rotina de ser pai, marido e trabalhar fora de casa.

O desafio era forte. Pensava que talvez não fosse o momento de voltar a estudar, que agora já tinha filhos e precisava cuidar dele e trabalhar. Mas não desistiu.

A sensação de poder realizar um sonho o manteve motivado, com vontade de vencer e querer fazer acontecer para que seu filho pudesse se orgulhar dele!

“É até engraçado eu ter ficado em primeiro lugar porque quando fui fazer a prova eu disse à minha esposa: ’Meu bem, só vou fazer a prova, mas não tenho certeza de que vou passar’. É engraçado porque eu não me considerava 100% preparado para a prova”.

Edson foi aprovado com 616 pontos no Enem, nem imaginando que superou a dificuldade. Hoje é universitário, pai, marido e continua trabalhando ativamente para dar orgulho para sua família!

Campanha Always On Cronograma