Esporte no Brasil: história, redação e mais!

Não há como negar que os esportes são excelentes formas de colocar o corpo em movimento e praticar uma atividade física saudável e divertida. Por ser um exercício ao qual aproximadamente de metade da população brasileira é adepta, temas relacionados ao esporte no Brasil podem aparecer com facilidade no vestibular.

Além disso, com a visibilidade à Copa do Mundo feminina e as novas técnicas sendo aprovadas nas Olimpíadas, é comum que o Enem e as grandes universidades optem por colocar esse assunto ao longo das questões, seja de forma contextualizada, seja em perguntas discursivas.

Para ajudar você a mandar bem na redação e conquistar uma ótima nota nos vestibulares, nós desenvolvemos este artigo com as principais informações sobre o esporte no Brasil. Aproveita para separar o lápis e o papel para anotar todas as nossas dicas de produção, combinado? Vamos lá!

Qual é a história do esporte no Brasil?

Para falar sobre esportes no Brasil, não podemos deixar de explorar a história no território brasileiro. Influenciado pelas tradições europeias, o fenômeno esportivo teve início no Brasil na mesma época em que a população da Europa chegou, instalando-se nas principais cidades do país.

Com a consolidação de sociedades de classe alta, o esporte seguiu uma linha elitista, no qual somente as pessoas com alto poder aquisitivo podiam participar dos grandes clubes que descobriam estrelas nesse campo de atuação. Seja como hobby, seja como profissão, o esporte ainda era uma atividade inacessível para grande parte da população.

No entanto, a partir de um ato governamental, o esporte passou a ser lecionado nas escolas públicas e privadas como parte da disciplina de Educação Física. Vale lembrar que, na época, o interesse não era torná-lo acessível, mas sim cuidar dos corpos das crianças e adolescentes que viriam a desenvolver uma pátria pautada nos padrões europeus.

O fato é que, embora as motivações não apresentassem uma fundamentação importante para o desenvolvimento dos alunos, todos tiveram a oportunidade de experimentar a prática esportiva dentro dos ambientes escolares. Isso acabou gerando um gosto pelas atividades físicas e abriu oportunidades para aqueles que queriam seguir essa carreira profissional.

Hoje, o esporte no Brasil é organizado por confederações nacionais que orientam as modalidades das práticas desenvolvidas e fortalecem a atuação profissional daqueles que buscaram esse sonho. Assim, o treino de alto rendimento foi aprimorado e os esportistas atuais contam com o apoio de diversas instâncias, tanto governamentais quanto de patrocinadores.

Quer um exemplo para facilitar? Em 2009, o Rio de Janeiro foi contemplado com a oportunidade de sediar os primeiros Jogos Olímpicos na América do Sul no ano de 2016. Nesse evento, o Brasil recebeu profissionais do mundo inteiro para a maior competição de esporte realizada, garantindo uma excelente visibilidade para os atletas brasileiros.

Esporte no Brasil e redação: como pode aparecer?

Com a breve retomada histórica que fizemos, fica fácil entender o porquê de os vestibulares cobrarem esse tema nas suas questões, não é mesmo? Afinal, o processo de consolidação dessa atividade física no Brasil envolveu questões políticas e sociais, já que muitas pessoas não tinham acesso ao esporte.

Além disso, recentemente surgiu um assunto de grande relevância social para os atletas: a visibilidade das mulheres nesse cenário. Com a Copa do Mundo feminina em alta e as discussões que esse evento trouxe para as salas de aula, é comum que os vestibulares busquem explorar o tema nas provas.

Por isso, é possível pensar no esporte como ferramenta de inclusão social no Brasil, assim como uma busca de lugar de fala na sociedade. Bom, se você ainda não sabe como esses dois temas se completam, não se preocupe! Explicamos o que eles são e como podem aparecer na sua prova. Acompanhe!

O esporte como ferramenta de inclusão social no Brasil

Como comentamos, o esporte não era acessível a todos, então, como ele pode ser considerado uma ferramenta de inclusão? Com a postura do governo em adicioná-lo às escolas, muitas pessoas puderam entrar em contato com a atividade física e desenvolveram gosto pelos movimentos.

Acesse gratuitamente por 14 DIAS mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

Isso fez com que diversas instituições iniciassem atividades destinadas a toda a população brasileira, abrindo oportunidades para além da educação básica. Um dos principais exemplos são as escolas de futebol nas comunidades. Grandes jogadores brasileiros deram início à carreira em escolinhas locais, não é mesmo?

Além disso, os Jogos Paralímpicos ganharam maior visibilidade e trouxeram à tona as discussões sobre acessibilidade, qualidade de vida e presença que essa população tem no nosso cotidiano. Com as Olimpíadas começando em 2020, não seria nenhuma surpresa se o tema surgisse na sua redação.

O esporte como lugar de fala

Nos últimos tópicos, explicamos que a visibilidade das mulheres no esporte era baixa, você se lembra? Pois é, com a transmissão da Copa do Mundo feminina de 2019 nos grandes canais de mídia, a discussão sobre a presença desse gênero no ambiente esportivo se intensificou. Com tantas pessoas falando sobre, é um tema que pode aparecer nas suas questões.

Quando citamos o termo “lugar de fala”, queremos dizer sobre a possibilidade de proporcionar um espaço no qual as atletas do gênero feminino possam expor as suas dificuldades, seus desafios e seus sucessos no mundo esportivo. Assim, muitas profissionais utilizam o esporte como forma de apresentar isso ao mundo, sendo o maior exemplo a futebolista Marta na Copa de 2019.

Qual esporte foi inventado no Brasil?

Para finalizar, não poderíamos deixar de falar sobre os esportes que surgiram no território brasileiro, concorda? Existem muitas atividades que foram criadas nesse país, sendo que podemos destacar:

  • sorvebal, um jogo que mistura vôlei e futebol;
  • futsal, a modalidade de futebol em quadra fechada;
  • futebol de praia;
  • sandboard, esporte que se assemelha ao surfe em dunas de areia;
  • taco, uma modalidade simplificada do críquete;
  • futevôlei, que une as práticas do futebol com o vôlei e só pode ser praticado na areia;
  • capoeira, alinha artes marciais, esporte, dança e cultura popular;
  • jiu-jitsu brasileiro.

É importante ter em mente que nem todos os esportes inventados no Brasil foram desenvolvidos e aprimorados com o passar dos anos. Assim, a frequência de prática ainda é muito maior em atividades mundialmente conhecidas, como basquete, futebol, vôlei, judô, tênis e handebol.

Ainda que inusitado, o esporte no Brasil foi um tema amplamente discutido na atualidade e tem grande potencial de aparecer nas suas provas. Para conquistar um excelente resultado, lembre-se de revisar bem o conteúdo, ficar de olho nas notícias sobre campeonatos e Olimpíadas e aprofundar seus conhecimentos na história do esporte no Brasil, combinado?

E então, acha que esse conteúdo cai na sua redação? Aproveita para conferir o nosso plano de estudos e monte um planejamento eficiente para mandar bem no vestibular!

Campanha Always On Cadastros