Os animais na natureza são separados por classificações conforme algumas de suas características biológicas — tipo de reprodução, habitat, estrutura física, respiração etc.

Entre as várias classificações existentes, destacaremos neste post os aracnídeos e explicamos qual é a sua anatomia, citamos alguns exemplos e outras características específicas. Integrando o filo dos artrópodes, esses animais são largamente encontrados em ambientes terrestres quentes e úmidos, que são essenciais para a manutenção de suas condições biológicas ideais.

Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que são aracnídeos?

São uma subclasse do filo artrópode, que é o maior filo do reino animal, com cerca de 80% dos seres vivos. Esse grupo é representado por animais como aranhas, ácaros, escorpiões e entre outras mais de 60 mil espécies.

Todos os aracnídeos são caracterizados por serem invertebrados e terem exoesqueleto rígido, além da presença de apêndices articulados.

Anatomia dos aracnídeos

Em relação à anatomia dos aracnídeos, podemos destacar:

  • não tem antenas nem mandíbulas, como geralmente têm os insetos;
  • apresentam quelíceras, parte do corpo que ajuda na manipulação de objetos e alimentos na região da boca;
  • presença de um par de pedipalpos, que são apêndices articulados que auxiliam na captura de presas;
  • corpo divido em abdômen (opistossomo) e cefalotórax (prossomo);
  • quatro pares de pernas no cefalotórax;
  • abdômen sem a presença de apêndices (exceto nos escorpiões);
  • presença de olhos simples.

Características dos aracnídeos

Entre as características dos aracnídeos que os estudantes precisam saber estão: a forma de alimentação, o veneno, o sistema excretor, o sistema reprodutor e o sistema respiratório.

Alimentação

Em sua grande maioria carnívoros, os aracnídeos realizam a digestão extracorpórea, ou seja, já ingerem os alimentos parcialmente digeridos por enzimas fora do corpo.

Veneno

Grande parte dos aracnídeos não tem veneno, mas há espécies de aranhas e escorpiões que são peçonhentos, representando perigo fatal para crianças, inclusive.

Sistema reprodutor

Compostos por animais de sexos definidos (machos e fêmeas), esses seres realizam a fecundação interna, com a presença de espermatozoides.

Sistema respiratório

Nos aracnídeos, o processo de respiração é realizado por filotraqueias, ou pulmões foliáceos. Além de contar com as filotraqueias, as aranhas apresentam traqueias, iguais as que são desenvolvidas em insetos.

Classificação dos aracnídeos

Em relação à classificação, os aracnídeos são separados em:

  • Acari (ácaros, carrapatos e outros animais parasitários);
  • Araneae (basicamente todas as aranhas que têm dois pares de olhos e os canais de veneno ligados nas quelíceras);
  • Opiliones (opiliões que apresentam membros inferiores maiores que o corpo);
  • Scorpiones (todas as espécies de escorpiões).

Exemplos de aracnídeos

São vários os animais que são classificados como aracnídeos. Veja os principais abaixo:

  • aranhas;
  • carrapatos;
  • escorpiões;
  • ácaros;
  • opiliões.

Um ponto que merece ser destacado e que causa muita confusão entre os estudantes é em relação aos insetos, já que eles não são classificados como aracnídeos.

escorpião aracnídeo

Aracnídeos: exercícios

Confira abaixo exemplos de questões de vestibular que cobram do estudante conceitos sobre os aracnídeos.

1) UFPE – Os ácaros domésticos são animais microscópicos, normalmente parasitas da epiderme humana. Vivem no pó acumulado em tapetes, carpetes, cortinas e roupas de cama onde, normalmente, se alimentam de descamações epidérmicas humanas e de outros animais domésticos, sendo capazes de provocar alergia. Alguns deles podem mesmo provocar lesões na pele humana como a sarna e o cravo de pele.

A respeito desses animais, é correto afirmar, EXCETO:

a) São insetos microscópicos.

b) Apresentam exoesqueleto quitinoso.

c) São heterótrofos e realizam respiração celular.

d) Possuem quatro pares de patas e não apresentam antenas.

2) Enem/2013 – As fêmeas de algumas espécies de aranhas, escorpiões e de outros invertebrados predam os machos após a cópula e inseminação. Como exemplo, fêmeas canibais do inseto conhecido como louva-a-deus, Tenodera aridofolia, possuem até 63% da sua dieta composta por machos parceiros. Para as fêmeas, o canibalismo sexual pode assegurar a obtenção de nutrientes importantes na reprodução. Com esse incremento na dieta, elas geralmente produzem maior quantidade de ovos.

Apesar de ser um comportamento aparentemente desvantajoso para os machos, o canibalismo sexual evoluiu nesses táxons animais porque:

A) promove a maior ocupação de diferentes nichos ecológicos pela espécie.

B) favorece o sucesso reprodutivo individual de ambos os parentais.

C) impossibilita a transmissão de genes do macho para a prole.

D) impede a sobrevivência e reprodução futura do macho.

E) reduz a variabilidade genética da população.

3) UFV/2000Os carrapatos são insetos geralmente pequenos, com cabeça, tórax e abdome fundidos. Na maioria das espécies desses artrópodes, a eclosão do ovo origina uma larva que se transforma em ninfa e, posteriormente, em adulto com quatro pares de patas. Quando adultos, são ectoparasitas e alimentam-se de sangue. Este texto sobre o carrapato apresenta ERRO ao:

a) Descrever seu hábito alimentar.

b) Referir-se aos seus estádios de desenvolvimento.

c) Referir-se à sua classe taxonômica.

d) Descrever a sua divisão do corpo.

e) Referir-se ao número de patas do adulto.

Percebemos que aprender sobre os aracnídeos é extremamente importante para quem for fazer o Enem, principalmente os que desejam ir bem na prova de Ciências da Natureza.

Cabe relembrar ao estudante que a fixação dessa matéria só é alcançada com a realização de muitos exercícios, ou seja, ler mais conteúdos e resolver questões sobre esse tema é fundamental para melhorar o aprendizado.

O conteúdo sobre aracnídeos foi interessante para você? Então conheça o nosso plano de estudos e fique por dentro de outras matérias que podem cair na prova do Enem!

Resolução dos exercícios

Exercício 1: alternativa correta letra “a”. Como apresentado e descrito no texto acima, os ácaros fazem parte dos aracnídeos, ou seja, não são insetos, consequentemente, não são insetos microscópicos.

Exercício 2: alternativa correta letra “b”. O tempo que a fêmea utiliza para se alimentar do macho pode ser utilizado por ele para soltar mais material genético (espermatozoide) elevando ainda mais as chances de ter uma fecundação com sucesso.

Exercício 3: alternativa correta letra “c”. Como já destacado, os carrapatos e as aranhas não são insetos, sendo assim classificados como seres aracnídeos.

0 Shares:
Você pode gostar também