A matéria de Geografia é extremamente importante para os vestibulares (no Enem, inclusive, é um tema recorrente no caderno de Ciências da Natureza). A frente que trata da Geografia Física é uma das mais cobradas, abordando temas como os conceitos de atmosfera e hidrosfera.

Além de conhecer a estrutura da Terra, o estudante precisa saber relacioná-la com os principais fenômenos que ocorrem nessas regiões e os impactos que eles causam em nosso dia a dia. Muitas dessas questões, inclusive, estão relacionadas com fatores climáticos ou com sérios impactos ambientais, muitos deles causados pelo próprio homem.

A seguir, descobriremos o que é hidrosfera e atmosfera, as características de cada uma, suas estruturas e fenômenos principais e, claro, faremos alguns exercícios para nos prepararmos para as provas. Boa leitura!

O que é atmosfera e hidrosfera?

De modo geral, tanto a atmosfera quanto a hidrosfera são camadas da estrutura terrestre. O planeta Terra é formado por várias estratificações, tanto internas quanto externas. Para compreender isso de forma mais lúdica, pense em uma cebola, que vai sendo descascada e revelando novas estruturas interiormente.

A atmosfera é a camada que reveste a Terra externamente. Ela é composta por inúmeros gases que fornecem proteção ao nosso planeta. Já a hidrosfera, como o próprio nome já diz, é uma cada mais interna que abrange a água e outras partes líquidas dispersas pelo globo.

Características da hidrosfera

A seguir, conheceremos algumas das principais características da hidrosfera. Vamos lá? Elas incluem:

  • é composta por mares, oceanos, rios, lagos, lençóis subterrâneos, aquíferos, água solidificada nas geleiras, umidade presente no ar etc.;
  • compõe cerca de 70% da superfície terrestre;
  • 97% da hidrosfera são preenchidos por água do tipo salgada;
  • atua como importante reguladora térmica;
  • é fundamental para a manutenção da vida.

Características da atmosfera

Agora, chegou o momento de descobrirmos algumas das características da atmosfera. Veja as principais:

  • confere proteção contra radiações, choques mecânicos de corpos celestes, regula a temperatura e muito mais;
  • tem uma espessura de cerca de 10 mil quilômetros;
  • é composta por várias camadas: exosfera (a mais distante da Terra), ionosfera, termosfera, mesosfera, estratosfera e troposfera (a mais próxima do planeta).

Conhecer a fundo todas essas camadas não é algo muito importante a nível de ensino médio. Condicione seus estudos para entender o funcionamento da troposfera e da estratosfera, que têm informações importantes para o vestibular (e para a vida!).

Na troposfera, a mais próxima de nós, é onde ocorrem a maioria dos fenômenos meteorológicos que conhecemos. Já na estratosfera, ocorre a absorção de radiação pela camada de ozônio, sobre a qual falaremos mais à frente.

O que é litosfera?

Para entendermos o que é a litosfera, precisamos antes discutir as camadas da Terra sob uma nova óptica, pensando nela ainda como a cebola mencionada antes, mas a nível mais estrutural e geológico.

A Terra é formada pelas seguintes camadas, pensando de fora para dentro:

  • crosta (camada sólida);
  • manto (camada pastosa);
  • núcleo externo (camada sólida);
  • núcleo interno (camada pastosa).

A litosfera é uma parte que une porções da crosta e do manto superior. Nela, ocorrem fenômenos importantes e que se relacionam muito com a atmosfera e a hidrosfera, como é o caso da tectônica das placas, terremotos, vulcanismo e muitos outros. Além disso, é nela que vivemos!

nuvens atmosfera

Atividades na atmosfera e hidrosfera

Agora, vamos conversar sobre alguns dos fenômenos que ocorrem na atmosfera e na hidrosfera (muitas vezes com participação da litosfera) e que influenciam em toda a homeostase (equilíbrio) da biosfera terrestre.

Formação de nuvens

As nuvens são formadas por conta da condensação de vapor d’água em grandes altitudes. Isso acontece porque, lá, tanto a temperatura quanto a pressão são muito diferentes do que mais próximo ao solo. Assim, a água tende a mudar de estado ao passar por camadas mais distantes de nós.

Chuva

Também chamada de precipitação, a chuva é uma parte fundamental do ciclo da água. Elas ocorrem quando as gotas de água presentes nas nuvens tornam se mais densas do que o ar e voltam ao estado líquido, precipitando (caindo) ao chão. A frequência da formação de chuvas está diretamente relacionada ao clima e ao bioma de uma região.

Ventos

Os ventos nada mais são do que a movimentação do ar. Ele pode ser gerado por uma série de fatores, como os movimentos do planeta Terra. Sua presença é fundamental para a geração de energia e para a vida num todo, especialmente na polinização de plantas e dispersão de sementes.

Ciclo da água

O ciclo da água é um dos mais importantes para a vida. Ele é composto pelas seguintes etapas:

  • evaporação das águas (dos oceanos, por exemplo) e transpiração dos seres vivos;
  • condensação e formação de nuvens;
  • precipitação (chuvas)
  • infiltração da água no solo, retornando aos rios e lençóis freáticos.

Ciclo do nitrogênio

Para que esse ciclo esteja completo, tanto a atmosfera quanto a litosfera, além de elementos biológicos, precisam estar em harmonia. Aqui, ocorre a transformação da molécula gasosa em substâncias que podem ser utilizadas pelos seres vivos para a execução de suas funções vitais. Após um longo processo, o nitrogênio retorna para a atmosfera e tudo começa novamente.

Camada de ozônio

Essa camada é uma espécie de “película” que recobre o planeta, evitando que os raios mais fortes do sol atinjam os seres que habitam a Terra. Com a emissão de muitos gases, formaram-se pequenos poros nessa estrutura. Hoje em dia, no entanto, com a adoção de medidas como a proibição dos CFCs, ela está se recuperando.

Curtiu as informações e os exercícios sobre atmosfera e hidrosfera? Esse tipo de assunto costuma ser bastante cobrado nos vestibulares e, por isso, treinar com atividades é fundamental. Para ter acesso à aulas completas, suporte personalizado e muitos exercícios, confira o nosso Plano de Estudos e fique ainda mais próximo do seu sonho!

Exercícios de atmosfera e hidrosfera

Chegou a hora de colocarmos à prova os nossos conhecimentos sobre atmosfera e hidrosfera! Tudo pronto? Então, mãos à obra!

(Udesc) Assinale a alternativa que descreve corretamente as características da atmosfera terrestre.

a) Na camada denominada termosfera ocorre a maior concentração do gás ozônio na atmosfera.

b) Os gases majoritários da atmosfera são o hidrogênio e o oxigênio.

c) A composição da atmosfera manteve-se inalterada desde a formação do planeta, há bilhões de anos, até o advento da Revolução Industrial.

d) A camada denominada troposfera é termicamente instável, fato que provoca fenômenos meteorológicos como a chuva e o vento.

e) A atmosfera se torna cada vez mais rarefeita conforme diminui a altitude.

Resposta: D

(Enem) A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2), que somam cerca de 99%, e por gases-traço, entre eles o gás carbônico (CO2), vapor de água (H2O), metano (CH4), ozônio (O3) e o óxido nitroso (N2O), que compõem o restante 1% do ar que respiramos. Os gases-traço, por serem constituídos por pelo menos três átomos, conseguem absorver o calor irradiado pela Terra, aquecendo o planeta. Esse fenômeno, que acontece há bilhões de anos, é chamado de efeito estufa. A partir da Revolução Industrial (século XIX), a concentração de gases-traço na atmosfera, em particular o CO2, tem aumentado significativamente, o que resultou no aumento da temperatura em escala global. Mais recentemente, outro fator tornou-se diretamente envolvido no aumento da concentração de CO2 na atmosfera: o desmatamento.

BROWN, I. F.; ALECHANDRE, A. S. Conceitos básicos sobre clima, carbono, florestas e comunidades. A.G. Moreira & S. Schwartzman. As mudanças climáticas globais e os ecossistemas brasileiros. Brasília: Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, 2000 (adaptado).

Considerando o texto, uma alternativa viável para combater o efeito estufa é:

a) reduzir o calor irradiado pela Terra mediante a substituição da produção primária pela industrialização refrigerada.

b) promover a queima da biomassa vegetal, responsável pelo aumento do efeito estufa devido à produção de CH4.

c) reduzir o desmatamento, mantendo-se, assim, o potencial da vegetação em absorver o CO2 da atmosfera.

d) aumentar a concentração atmosférica de H2O, molécula capaz de absorver grande quantidade de calor.

e) remover moléculas orgânicas polares da atmosfera, diminuindo a capacidade delas de reter calor.

Resposta: C

(Mack) Foi da junção de duas palavras gregas, Atmós (vapor) e Sphaîra (esfera), que surgiu o nome dado à estrutura de gás que envolve um satélite ou planeta: a atmosfera. Em tempos de aquecimento global, passou a ser mais estudada, mais valorizada no meio acadêmico, pois é nela que diversos fenômenos relacionados aos distúrbios climáticos atuais ocorrem. No nosso planeta, ela é formada por diversas camadas e, em sua porção mais densa, chega a até 800 quilômetros de altitude a partir do nível do mar. É tida como irrisória, se considerarmos o tamanho do globo terrestre, que mede aproximadamente 12,8 mil quilômetros de diâmetro.

A respeito das camadas que compõem a atmosfera terrestre, considere as afirmações I, II, III e IV.

I. A troposfera é a camada mais baixa da atmosfera e é nela que os principais fenômenos meteorológicos ocorrem, tais como tempestades, chuvas, precipitações de neve ou granizo e formação de geadas.

II. A camada de ozônio (O3) concentra-se na termosfera. Formada a cerca de 400 milhões de anos, protege a Terra dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol, nocivos à vida. Porém, sabemos que, devido à emissão crescente de CO2 pelas sociedades modernas, abriram-se buracos enormes nessa camada, permitindo a entrada de tais raios.

III. A mesosfera estende-se da estratosfera a até aproximadamente 80 quilômetros acima do nível do mar. É a faixa mais fria, porque nela não há nuvens nem gases capazes de absorver a energia do Sol. A temperatura varia de -5°C a -95°C.

IV. O efeito estufa é um fenômeno natural que mantém o planeta aquecido nos limites de temperatura necessários para a manutenção da vida. Nos últimos dois séculos, vem aumentando, na camada atmosférica que recobre a Terra, a concentração de dióxido de carbono, do metano, do óxido nitroso e de outros gases. Esse aumento anormal provoca a aceleração do aquecimento global.

Estão corretas

a) I e II, apenas.

b) I, II e III, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

Resposta: D

1 Shares:
Você pode gostar também