Organelas: o que são e quais suas funções?

Conheça cada uma das estruturas e suas funções

A célula é uma das menores unidades do nosso corpo e dentro dela existem estruturas menores ainda, que são as organelas!

É uma máquina menor, funcionando dentro da grande máquina do nosso organismo, mas com peças que têm funções semelhantes, pois cada uma delas desempenha um papel dentro das células. Vamos conhecê-las?

O que são organelas?

Organelas são estruturas que ficam dentro das células, mais precisamente dentro do citoplasma, que é composto por um líquido gelatinoso, do qual falaremos mais adiante.

Por sermos seres pluricelulares e eucariontes, temos uma complexidade enorme dentro de nós e são essas estruturas que vão fazer a célula funcionar.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

A organela da célula vegetal é um pouco diferente da animal, ela tem algumas estruturas que não se encontram nessas células, mas hoje trataremos apenas das células animais.

Nas células procariontes nós não temos organelas, porque elas são células mais simples, geralmente unicelulares, e só vão ter no citoplasma o material genético e os ribossomos.

aulas para o enem

Citoplasma e organelas

A substância que compõe o citoplasma se chama citosol. É como se fosse uma piscina de gelatina na qual as organelas ficam “boiando” e que tem os seus limites definidos por uma membrana, que é a membrana plasmática.

O citoplasma é, portanto, o espaço onde se encontram todas as organelas.

Organelas e suas funções

Cada organela celular tem uma função, como se fossem nossos órgãos internos, digerem os alimentos, quebram as moléculas que precisam, excretam o que não é necessário, e assim por diante. Vejamos a seguir!

Funções das membranas das organelas

As membranas têm a função de revestir, proteger e de dar forma aos organismos onde estão presentes.

A membrana plasmática é a organela que envolve todas as células, mas existem outras também que são compostas por membranas, chamadas de organelas membranosas, que têm funções parecidas com os nossos órgãos internos nos processos celulares de digestão, quebra de proteínas, excreção, entre outros.

Elas são as mitocôndrias, os peroxissomos, o retículo endoplasmático rugoso (RER), o retículo endoplasmático liso (REL), o complexo de Golgi e os lisossomos.

Falaremos detalhadamente de cada uma delas no próximo tópico.

A célula animal e suas organelas

Célula animal

A célula animal é muito complexa e composta de diversas estruturas, que são as organelas. Vamos conhecer agora todas elas:

  • Membrana plasmática: é o que envolve a célula, que a delimita e tem a função de permeabilidade seletiva, quer dizer, é ela que vai liberar o que vai entrar e o que vai sair. Sua composição é de duas camadas de lipídeos.
  • Núcleo: encontrado nas células eucariontes, guarda o material genético, o DNA do ser vivo e comanda tudo que acontece dentro da célula.
  • Mitocôndria: tem a função principal de respiração celular, de produzir energia (ATP) para aquela célula funcionar e exercer suas atividades. Tem seu próprio DNA e seus próprios ribossomos.
  • Ribossomos: fazem a síntese proteica, ou seja, produzem a proteína, que são compostos extremamente importantes para todo o funcionamento das células, principalmente o DNA.
  • Lisossomos: têm função de digestão celular, são “bolsinhas” que contém enzimas que vão realizar a degradação de substâncias dentro da célula. Eles podem digerir substâncias que vêm de fora (heterofagia), ou pode digerir substâncias que já estão ali dentro (autofagia).
  • Retículo endoplasmático: conjunto de bolsas e tubos que têm função principal de transportar algumas substâncias. E quais substâncias eles vão transportar, depende de qual retículo endoplasmático nós estamos falando. Existem dois tipos, Rugoso ou Granuloso (RER) e Liso ou Agranuloso (REL).

O granuloso tem esse nome por conter vários ribossomos grudadinhos nele, aí a sua função será a síntese de proteínas. A diferença é que ele vai sintetizar proteínas que serão utilizadas fora da célula. Os ribossomos que ficam soltos pela célula irão sintetizar proteínas que são utilizadas pelas células.

O retículo endoplasmático liso tem a função de sintetizar lipídeos. Ele vai desintoxicar a célula, vai degradar as substâncias tóxicas que estão ali dentro.

  • Complexo de Golgi: formado também por bolsas, um pouco mais achatadas, formando como se fossem cisternas, tem a função de secreção celular, isto é, de levar o que está dentro da célula para fora dela. Também tem a função de sintetizar carboidratos do tipo polissacarídeos.
  • Centríolos: são formados por microtúbulos que vão ajudar os cromossomos a se separarem na hora da divisão celular. Estão presentes também em cílios e flagelos, auxiliando na locomoção de algumas células.
  • Peroxissomos: tem a função de quebrar água-oxigenada. Isso mesmo! Essas substâncias podem estar presentes dentro das células devido a alguns processos, e dentro dessas bolsinhas têm uma enzima chamada catalase, que vai quebrar a água-oxigenada, que é uma substância tóxica para a célula.
  • Citoplasma: é composto por uma substância gelatinosa chamada citosol, e pelas organelas presentes naquela célula, é todo o espaço onde as organelas estão “presas”.
  • Citoesqueleto: é o que dá sustentação e forma àquela célula, formado por um conjunto de estruturas proteicas que ficam no citoplasma e ajudam nessa sustentação.

Exercícios organelas

Exercícios de oganelas

Será que você acerta agora essas questões? Vamos fazer um teste?

1. UECE 2015

Toda célula procariótica ou eucariótica possui uma membrana que a isola do meio exterior denominada membrana plasmática. As proteínas presentes na membrana plasmática são fundamentais para a estrutura das células, pois

A. são moléculas hidrofóbicas que impedem a saída de água do citoplasma, evitando a desidratação celular.

B. atuam preferencialmente nos mecanismos de transporte, organizando verdadeiros túneis que permitem a passagem de substâncias para dentro e para fora da célula.

C. são responsáveis pela regulação das trocas de substâncias entre a célula e o meio, permitindo apenas a passagem de moléculas do meio externo para o meio interno à célula.

D. podem funcionar como catalisadores biológicos, diminuindo a velocidade das reações químicas da célula, através da captação de substâncias do meio externo.

2. UEPA 2015

A unidade funcional e estrutural do ser vivo é a célula. Ela é caracterizada pela presença de um invólucro celular, organização estrutural complexa, e também por possuir um conjunto de organelascelulares.

Sobre a palavra em destaque no enunciado acima, é correto afirmar que:

A. os microtúbulos formam o esqueleto externo das células.

B. nas células, a digestão de nutrientes ocorre nos lisossomos.

C. o complexo de Golgi sintetiza lipídios da parede celular.

D. os ribossomos representam os locais onde ocorre a síntese de lipídios.

E. na célula animal os plastos auxiliam a síntese de proteínas.

3. UCS 2015

Todas as células digerem parte de si mesmas por meio de seus/suas __________. Quando um organismo é privado de seu alimento e as reservas do seu corpo se esgotam, como estratégia de sobrevivência, as células passam a digerir parte de si mesmas, processo denominado __________.

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas acima.

A. lisossomos; autofagia

B. mitocôndrias; digestão celular

C. vacúolos digestivos; autodestruição

D. complexos de Golgi; autopreservação

E. retículos endoplasmáticos; digestão celular

Está se preparando para o Enem? Quer saber mais sobre o citoplasma e as organelas? Cadastre-se gratuitamente no site do Stoodi, encontre materiais completos em todas as áreas da biologia e faça os exercícios para reforçar o que aprendeu:

Você pode gostar também