Quando os recursos hídricos se tornam impróprios para o consumo e prejudiciais ao organismo dos seres vivos, os prejuízos ao ambiente e à vida humana são devastadores. A poluição da água é um sério problema ambiental, enfrentado por muitas cidades no mundo atual.

A água é um recurso finito e suas contaminações decorrem da própria atividade humana. Florestas são devastadas e prejudicam o curso dos rios e, ao mesmo tempo, os centros urbanos e a atividade industrial se tornam a cada dia mais importantes. Com o crescimento das cidades, mais dejetos são descartados na natureza, comprometendo os recursos hídricos.

A indústria, por sua vez, também responde por uma grande quantidade de resíduos lançados nos rios e nos mares. Isso sem contar as atividades produtivas, como a exploração petrolífera e o agronegócio. Todas as ações humanas comprometem o meio ambiente e podem causar impactos às gerações futuras.

Quer entender melhor as razões da poluição da água e como a atividade humana compromete os recursos naturais? Continue a leitura, descubra quais as principais causas e consequências da poluição da água e fique preparado para as suas próximas provas!

O que é poluição da água?

A contaminação dos corpos d’água por agentes químicos, físicos ou biológicos é extremamente nociva à vida humana e aos demais organismos vivos do local, como plantas, animais e outros microrganismos.

A água é essencial à vida e, uma vez contaminada, se torna imprópria para consumo. A poluição prejudica a flora e fauna local, e gera outros problemas, como doenças ou mesmo a extinção de espécies locais.

O descarte de resíduos sólidos nas águas é um grande problema de saúde pública. No caso de esgotos não tratados, o risco maior é de doenças para a população ribeirinha, além de comprometimento da fauna, com a morte de peixes e outros animais que vivem em matas no entorno dos rios e lagos contaminados.

A ação humana também é um enorme problema. Derivados plásticos, como garrafas PET, sacolas, canudos e outros itens, são descartados de forma irresponsável em praias e em rios. Embalagens metálicas (latas), derivadas de papel e de vidro, também têm o mesmo destino, comprometendo ainda mais as águas e os animais marinhos. Uma grande quantidade de tartarugas e de outros animais que vivem nas águas morre por ingestão de resíduos descartados de forma irresponsável pelo homem.

Um problema ainda mais sério decorre da contaminação das águas subterrâneas, que pode ocorrer por diversos fatores que podem ser considerados verdadeiros desastres ambientais. Vazamentos acidentais em postos de combustíveis, por exemplo, podem alcançar os lençóis freáticos e causar contaminações de grandes proporções, uma vez que os produtos comercializados nesses estabelecimentos são derivados de hidrocarbonetos e, portanto, altamente poluentes.

Entretanto, os postos revendedores de combustíveis não são os únicos responsáveis pela contaminação por hidrocarbonetos. Empresas que prestam serviços de lavagem automotiva muitas vezes não dispõem de equipamentos específicos para o tratamento da água utilizada, descartando os resíduos da lavagem nas vias públicas e galerias fluviais.

Da mesma forma, muitos prestadores de serviços de troca de óleo também não têm cuidados com o descarte de seus resíduos, comprometendo ainda mais as águas subterrâneas com derivados de petróleo.

Vale lembrar que o descarte de resíduos de óleo usado no solo pode atingir os lençóis freáticos, gerando grande poluição da água. Isso vale não apenas para óleos lubrificantes, que contêm hidrocarbonetos, mas também para qualquer tipo de óleo, mesmo aquele utilizado nas cozinhas de todas as casas e restaurantes.

Por isso, a conscientização é essencial. Se cada cidadão fizer a sua parte e encaminhar o óleo usado para reciclagem, a contaminação será menor e ficará mais fácil lidar com os efeitos e problemas causados pelas águas contaminadas.

Tipos de poluição da água

Existem quatro principais origens de poluição da água:

  • poluição sedimentar, que ocorre quando existem partículas em suspensão. Essas partículas vêm do solo, em função da erosão, do desmatamento ou mesmo da extração de minérios. Os sedimentos bloqueiam os raios solares e interferem na capacidade dos animais de encontrar alimentos ;
  • poluição biológica, causada por detritos domésticos e industriais, lançados nos esgotos sem tratamento prévio. Além de resíduos de materiais tóxicos utilizados na indústria, os efluentes não tratados podem conter microrganismos patogênicos, como vírus, bactérias, protozoários e vermes;
  • poluição térmica, que ocorre quando a temperatura de um ecossistema é elevada ou reduzida. Com isso, vários organismos não conseguem resistir, afetando diretamente a biodiversidade;
  • poluição por agentes químicos, que pode ser intencional ou acidental, decorrente do descarte inadequado de resíduos contaminantes em cursos d’água, rios e mares. Essa contaminação causa grandes danos à vida marinha e prejudicam todo o ecossistema.

Causas da poluição da água

A principal causa da poluição da água é a ação humana. Atividades agrícolas, domésticas e industriais geram resíduos que, se descartados de maneira inadequada, comprometem os recursos hídricos.

No caso da atividade agrícola, a poluição ocorre pelo uso de pesticidas e de fertilizantes químicos, que podem se infiltrar no solo, com risco de alcançarem o lençol freático. Além disso, as substâncias utilizadas na fabricação de tais produtos podem ser dissolvidas pela chuva, provocando impactos no ecossistema.

As indústrias, por sua vez, também geram diversos efluentes e resíduos poluentes, que são descartados nas águas fluviais, com risco de verdadeiros desastres ecológicos.

No caso da atividade doméstica, o uso de alguns produtos, como detergentes, também contribui para esgotar a oferta de oxigênio da água, comprometendo o ecossistema. Além disso, os resíduos sanitários, normalmente encaminhados para aterros públicos e outros depósitos (“lixões”) a céu aberto, são responsáveis pela contaminação do lençol freático, especialmente em função da penetração de chorume no solo.

Nesse sentido, a insuficiência dos sistemas de saneamento básico é um agravante da poluição da água.

Poluição da água: consequências

As principais consequências da poluição da água, além do comprometimento do ambiente para gerações futuras, são as doenças causadas pelo consumo ou exposição ao recurso contaminado. As principais patologias decorrentes desse contato são:

  • leptospirose;
  • amebíase;
  • febre tifoide;
  • diarreia;
  • cólera;
  • hepatite.

No mundo, a contaminação da água é responsável por mais de dez milhões de mortes anuais, sendo que metade desse número corresponde à população infantil.

Como evitar a poluição da água

Os sistemas de esgotos e de tratamentos de resíduos são de responsabilidade do governo. No entanto, existem ações simples, que podem ser adotadas por toda a população, para reduzir a poluição da água. Bastam informação e comprometimento. Confira o que cada cidadão pode fazer para minimizar o impacto aos recursos hídricos:

  • descartar os resíduos de maneira adequada;
  • reduzir o volume de resíduos, reaproveitando e reciclando materiais;
  • preferir alimentos orgânicos e investir na compostagem desses resíduos;
  • evitar o uso de fertilizantes industriais ou de pesticidas;
  • não descartar materiais plásticos (como sacolas, canudos, garrafas e itens similares) na natureza. Produtos que contenham plásticos na composição, como fraldas descartáveis e absorventes higiênicos nunca devem ser descartados em vasos sanitários;
  • preferir produtos de empresas reconhecidas como ambientalmente responsáveis;
  • reduzir o consumo de água, evitando o desperdício.

A poluição da água é um problema grave, que pode afetar as gerações futuras. A água é um recurso finito e, por isso, seu uso e consumo conscientes são essenciais. Da mesma forma, a poluição do solo deve ser contida, uma vez que a infiltração leva os agentes poluentes ao lençol freático, causando graves problemas ambientais e desequilíbrios ao ecossistema. Por essa razão, esses temas motivam discussões em todo o mundo,

Agora que você já está por dentro de todos os problemas relacionados à poluição da água e entendeu que esse tema é muito pertinente no mundo atual (e, portanto, nas provas do Enem), confira como é o seu ciclo na natureza e os conceitos de ecologia. Aproveite também para testar seus conhecimentos!

0 Shares:
Você pode gostar também