Bolsa de valores: entenda tudo!

Presente em todos os países e atualmente sendo administrada/disponibilizada 100% pela internet, a bolsa de valores é um dos principais mercados financeiros do mundo, girando anualmente bilhões de dólares, tanto em compras quanto em vendas de ações.

No Brasil não é diferente! Para se ter uma ideia da grandiosidade desse mercado, só no ano de 2018, 110 mil novos investidores individuais começaram a trabalhar na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), a qual é o principal mercado de negociação de ações de empresas de capital aberto do Brasil.

Dessa forma, entenda o que é bolsa de valores, como investir na bolsa de valores e possibilidades de carreira na área.

O que é bolsa de valores?

Bolsa de valores é um mercado responsável por organizar a negociação de ações de empresas e outros valores imobiliários. É a partir dela que se consegue fazer investimentos e obter lucros de acordo com que uma empresa se valoriza, ou contrair prejuízos em ocasiões de desvalorização das ações dessa mesma empresa.

Existem diversas bolsas de valores espalhadas pelo mundo, sendo que toda grande cidade tem a sua própria, por exemplo a bolsa de Nasdaq em Nova Iorque, Australian Securities Exchange em Sydney, Frankfurt Stock Exchange na cidade de Frankfurt na Alemanha etc.

Como funciona a bolsa de valores?

A bolsa de valores hoje está relacionada ao conceito de ações, que são uma pequena parte do capital social de uma empresa. Para entender como funciona a bolsa de valores, confira um exemplo simples.

Imagine que uma empresa X resolva dissociar 50% de seu patrimônio para investidores da bolsa de valores, e que cada “pedaço” de 1% inicialmente seja negociado (nesse caso para a venda) a R$ 10.000. Ou seja, quem comprar as ações dessa empresa automaticamente passa a ser dono de uma porcentagem dela e estará sujeito a variações de mercado, tanto de subida quanto de descida.

Continuando com o raciocínio, pense agora que essa instituição X fechou o ano com uma ótima produção, gerando bons lucros e prometendo expandir seu campo de atuação. Esse é um bom indicador de valorização, ou seja, aquele 1% que antigamente valia R$ 10.000 agora passa a valer por exemplo R$ 11.500. Dessa forma, a empresa conseguiu crescer financeiramente e, consequentemente, quem tem parte dela também ganhou dinheiro.

Entretanto, há a possibilidade de ocorrer o cenário oposto. Caso essa mesma instituição comece a não corresponder às expectativas do mercado (de crescimento, confiança e consolidação financeira) esse 1% pode cair para R$ 9.000, por exemplo. Concluindo, todo mundo que comprou a ação inicial passa então a ter um prejuízo de R$ 1.000.

Cabe destacar que essas variações de cotações financeiras são extremamente dinâmicas e ocorrem a todo instante. Sejam pessoas querendo vender suas ações, sejam pessoas querendo comprar, tudo gira em torno da especulação se tal capital valorizará ou desvalorizará. Por isso, manter-se muito bem informado é essencial nesse ramo de negócios.

Como investir na bolsa de valores?

Atualmente as ações são negociadas eletronicamente. Quer dizer que é necessário apenas uma conexão com a internet e associar-se a uma empresa corretora (a qual disponibilizará a sua própria plataforma de navegação e taxas de operações conforme a metodologia de negociação em questão) para ter acesso à bolsa de valores online.

É possível seguir carreira na bolsa de valores?

Sim. Hoje muitas pessoas são especializadas nisso e trabalham exclusivamente com a venda e compra de ações no mercado financeiro. Vale ressaltar também que não é preciso ser japonês por exemplo para investir na bolsa de valores de Tóquio. Essas negociações têm alcance mundial, o que dá ainda mais liquidez e flexibilidade para quem atua nessa profissão.

Cursos para atuar na bolsa de valores

Da mesma maneira que um engenheiro precisa cursar no mínimo 5 anos de faculdade para ser diplomado e exercer a profissão, os operadores da bolsa de valores bem-sucedidos também passaram anos de suas vidas estudando. Muitos deles são economistas e administradores, entretanto, esse é um mercado de investimento sem restrições, ou seja, não é obrigatório ser formado para começar a aplicar seu dinheiro.

Desse modo, hoje em dia há dezenas de cursos disponíveis para quem almeja ser um Trader (pessoas especializadas em negociações de valores online). Seja de alguns meses, seja de três anos, todos eles são voltados para o aprendizado da bolsa de valores e como operar corretamente nela.

É fácil enriquecer na bolsa de valores?

Muita gente tem essa falsa impressão, de que é extremamente fácil ganhar dinheiro na bolsa de valores e que ficarão ricas em um curto espaço de tempo. Esse pensamento é equivocado, pois se há pessoas que estudam anos até alcançarem certa consistência financeira nas operações de compra e venda, não faz sentido que outras tenham esse mesmo sucesso em apenas alguns dias atuando.

Dessa maneira, é comum e prudente classificar a bolsa de valores como um investimento a médio e longo prazo, quer dizer, seus ganhos serão realmente consistentes depois de um bom período amostral. Isso porque naturalmente haverá meses de perdas, mas o que importa é que os meses de lucro ao final de um ciclo se sobressaiam ao capital perdido.

Há casos de manipulação na bolsa de valores?

Como percebemos, as informações diárias são capazes de alterar as cotações de compra e venda de ações e quem fica sabendo delas primeiro com certeza passa a ter enormes vantagens no mercado. Sendo assim, é crime o uso de informações privilegiadas para negociar ações, seja para quem as vazou, seja para quem pagou para obtê-las.

Porém, há diversos casos espalhados pelo mundo de escândalos financeiros na bolsa de valores, envolvendo empresas que agem a partir da manipulação do mercado para potencializar o lucro próprio ou de terceiros. Por isso, esse é um mercado que tem rígidas normas regulamentadoras, principalmente para garantir a igualdade entre todos e estabelecer os parâmetros fiscais de acordo com as leis de cada país.

Dessa maneira, percebemos a importância que a bolsa de valores representa para o mercado financeiro mundial, tanto para organizar a compra e venda de ações, quanto para assegurar que as transações ocorram da maneira mais justa possível. Em outras palavras, atualmente no mundo dos negócios é inimaginável a ausência da bolsa de valores.

Conheça o Blog do Stoodi e fique por dentro de dicas para o vestibular. Lá você tem livre acesso a videoaulas e ainda pode testar seus conhecimentos com os exercícios oferecidos na página.

Campanha Always On Cronograma