O curso superior é um dos períodos mais importantes para a formação de um profissional. Isso porque é a partir dele que o estudante conhece a área escolhida para seguir uma carreira e se aprofunda ainda mais em conhecimentos específicos do setor. Mas, para colocar na prática tudo o que aprendeu na sala de aula, o estudante precisa passar por uma etapa fundamental: o estágio. 

Ponta pé inicial para ingressar no mercado de trabalho, o estágio profissional, além de contribuir para o aperfeiçoamento técnico, também ajuda no amadurecimento profissional e dá um up no currículo e carreira do estudante. 

Se você ingressou em uma graduação e já pensa em procurar uma oportunidade de exercer as atividades aprendidas na faculdade, continue por aqui. Vamos te contar tudo sobre a importância do estágio na sua vida acadêmica e profissional! 

Afinal, o que é estágio? 

Para muitos pode parecer um trabalho como qualquer outro, mas o estágio é um período pedagógico da carreira profissional, ou seja, onde o estudante exerce as atividades aprendidas na universidade em uma empresa real e com a supervisão de um profissional experiente. 

De acordo com a lei que regulamenta o estágio no país (Lei no 11.788), tal função não pode ser configurada como emprego, no entanto, estabelece uma série de normas que asseguram o direito do estagiário no que diz respeito a carga horária, responsabilidades, bolsa-auxílio etc. 

A ideia é que o período de estágio supervisionado seja para a formação profissional do estudante e que ele tenha a oportunidade de aperfeiçoar seus conhecimentos e habilidades. 

Como funciona um estágio? 

Apesar de contar com a mesma finalidade, hoje existem quatro modelos de estágio. O mais convencional e buscado pelos estudantes é o estágio remunerado, onde as empresas selecionam e contratam possíveis futuros colaboradores efetivos e auxiliam o estudante com uma bolsa-auxílio. 

Para quem quer prestar concurso público, pode fazer o estágio probatório, que é o período de acompanhamento pelo qual passa um servidor público recém aprovado assim que toma posse. Ainda, algumas universidades ou áreas de atuação contam com o estágio curricular supervisionado, onde o programa de estágio está inserido dentro da grade curricular e o aluno é obrigado a cumprir a carga horária estipulada para conquistar o diploma.

O último modelo é o estágio extracurricular, que funciona da mesma maneira que o estágio curricular supervisionado, com a diferença de que não é obrigatório, mas pode contar como crédito para a avaliação na universidade. 

Independente do formato de estágio escolhido, para que o estudante garanta um tempo para os estudos, as atividades atribuídas ao programa de estágio acontecem em um período menor comparado a um trabalho formal. Geralmente, a carga horária determinada para a função fica entre 4 e 6 horas por dia, ou ainda atingir 40 horas semanais, mas tudo vai depender da empresa, do projeto pedagógico e, principalmente, da área de atuação do estudante. Além disso, o tempo de contrato de estágio também varia, podendo estagiar em 6 meses ou chegar a 2 anos. 

Quem pode fazer um estágio? 

Para ser legalmente apto ao estágio, o estudante precisa estar com a matrícula regular em uma faculdade, comprovar frequência mínima nas aulas e estar em dia com as exigências do curso e universidade. Essas determinações valem para estudantes de cursos do nível superior, mas a lei do estágio também contempla estudantes regulares do ensino médio, educação profissional e até quem está nos anos finais do ensino fundamental. 

Como conseguir um estágio? 

estagio

Algumas empresas contam com programas de estágio e para participar, o estudante deve enviar seus dados e passar por algumas etapas avaliativas. Ainda, muitas universidades possuem parcerias com companhias e até com plataformas especializadas na busca de estágio, o que facilita na procura por uma oportunidade. Mas, para encontrar o estágio ideal, algumas dicas podem ajudar: 

  • Apresente um currículo impecável: nele, coloque suas informações pessoais, área de atuação, habilidades e cursos feitos que podem contar como diferencial para a vaga. Não esqueça de revisar o português e confirme a clareza de todas as informações.
  • Não minta sobre suas competências: tanto no currículo quanto na entrevista, exponha todas as suas qualificações, mas tenha cuidado para não inventar histórias e passar informações falsas, isso pode tirar a sua credibilidade.
  • Defina o seu propósito: estude todas as possibilidades de atuação dentro da sua área e liste as suas aptidões. Com isso, fica muito mais fácil procurar um estágio que fará a diferença na sua carreira.
  • Pesquise sobre a empresa: quando for chamado para uma entrevista, busque informações sobre a cultura da empresa. Além de mostrar seu interesse pela oportunidade ofertada, você compreende se o seu perfil e pensamento estão de acordo com o propósito da organização.
  • Converse com profissionais e professores: tire suas dúvidas sobre os processos seletivos e até mesmo sobre as atividades desenvolvidas na função oferecida. Assim, você estará muito mais seguro para participar do processo seletivo. 

Os benefícios vão além do profissional 

Quem decidir por começar sua trajetória profissional em um estágio com certeza levará muitos benefícios para a carreira. Todos os conhecimentos aprendidos poderão ser aplicados na prática e o estudante vivenciará tudo o que já ouviu dos professores da faculdade, podendo contribuir – e muito – com o cenário positivo do negócio ou do mercado. Além disso, o estagiário terá a oportunidade de explorar a profissão escolhida, atuando em diferentes áreas do setor para identificar o que mais se encaixa nos seus desejos e personalidade. 

Mas, engana-se quem acredita que os benefícios são só para a vida profissional. O estágio traz muitas e importantes vantagens para o desenvolvimento do estudante: 

Independência financeira 

Se o seu objetivo é conquistar uma vaga em estágios remunerados, além de entrar em uma empresa com possibilidade de efetivação, você garantirá uma renda mensal que pode contribuir ainda mais com os estudos e será o ponta pé para ter controle sobre as finanças pessoais. 

Amadurecimento das competências comportamentais 

Além de exercitar as atribuições da profissão escolhida, a vivência do estagiário em uma empresa, com processos e outros trabalhadores envolvidos, pode aflorar novos comportamentos, no que diz respeito à organização, gestão de tempo, relação interpessoal e habilidades de comunicação, por exemplo. Esses fatores podem contribuir com o avanço profissional na empresa em que está estagiando ou até mesmo ser um diferencial em novos processos seletivos. 

Aumento da rede de contatos 

Manter um bom relacionamento com profissionais do setor e até mesmo fora dele é uma grande oportunidade para alavancar a carreira e garantir parceiros leais. Além disso, a troca de conhecimento com o networking pode contribuir em novas ideias e capacitações. 

Valorização no mercado 

A regra é clara nas empresas: quanto mais experiência, maior são as chances de evoluir na carreira. Com uma bagagem de conhecimento, é possível contribuir em decisões fundamentais para a saúde de uma companhia. E, o estágio ainda pode ser o alicerce para a construção de uma imagem sólida e referência de sucesso. 

Seja qual for o seu objetivo, invista em um estágio! 

O principal propósito do estágio é ajudar na evolução do estudante, seja como pessoa ou como profissional. Por esse motivo, é uma das etapas mais importantes na vida de qualquer um! Se você está estudando e sabe para onde quer seguir com sua carreira, siga as nossas dicas e dedique seu tempo na busca por um estágio! Temos certeza de que essa experiência irá agregar ainda mais para o seu crescimento e pode ser o divisor de águas na sua carreira 😉

Você pode gostar também
Leia mais

Direito: gosto pela leitura é necessário

Hoje é dia daqueles que zelam pela harmonia da sociedade e garantem que as empresas, o poder público e os cidadãos respeitem as leis do país. Hoje é dia dos advogados. O estudante que estiver pensando em cursar direito deve ter em mente que esta ciência cuida da aplicação das normas...
Leia mais

Engenharia: uma profissão para quem gosta de números

Descubra qual tipo de engenharia é o ideal para você Para quem gosta de cálculos, seguir a carreira de engenheiro é uma boa opção. Esse profissional é responsável por produzir projetos, estudar problemas, planejar soluções, verificar a viabilidade econômica e técnica para o seu desenvolvimento. O estudante que estiver pensando...