Passei na segunda opção do vestibular. Devo cursar ou fazer mais um ano de cursinho?

Campanha Pesquisa de Carreiras

Veja qual é a melhor alternativa para o seu caso 

Fazer a escolha vocacional e decidir qual curso você quer estudar na faculdade é uma missão bastante complicada – é preciso pensar estrategicamente em propósito de vida, oportunidades de carreira e satisfação pessoal. 

Muitos processos seletivos permitem que o candidato selecione mais de uma alternativa de graduação, priorizando a sua primeira escolha e indicando a segunda opção de curso – como é o caso do Sisu. 

Quando o aluno é aprovado na segunda opção do vestibular, é comum criar um dilema: “devo realmente cursá-lo ou faço mais um ano de cursinho para entrar na minha primeira opção?”. 

Aí é que o bicho pega, mas fique tranquilo que vamos te ajudar a resolver esse impasse. Por onde podemos começar a nossa análise para tomar a melhor decisão? 
 


 

Como você já deve imaginar, não existe uma resposta exata para essa dúvida: “faça mais um ano de cursinho” ou “siga a segunda opção”. O que existem são várias alternativas e muita reflexão para resolver essa dúvida. 

Primeiro, precisamos entender o motivo da sua escolha vocacional – você realmente gosta da área escolhida? Se imagina exercendo a profissão? Gostaria de estudar quatro anos e se aprofundar nesses assuntos? 

Se a sua resposta for não, nem precisamos continuar: a melhor opção é estudar durante mais um tempo até conquistar a aprovação no curso que você deseja. Agora, se a resposta for a famosa “não tenho certeza”, vamos pensar mais um pouquinho juntos. 
 

Segunda opção Sisu
 

Existem outros fatores que podem contribuir para a sua escolha, como passar em uma instituição séria e bem conceituada, além das oportunidades acadêmicas e de mercado de trabalho que essa opção de curso pode te apresentar. 

Se algo dentro de você diz que pode ser uma boa ideia tentar, é possível fazer uma experiência e descobrir todas as respostas na prática. 

Por exemplo, vamos supor que você escolheu Economia como primeira opção e deixou Jornalismo como segunda escolha do vestibular. Na hora da divulgação dos resultados, você vê que foi aprovado na graduação de Jornalismo na USP.
 

O que fazer nesse caso? Temos quatro sugestões: 

  • Antes de mais nada, pense quais são as opções de atuação profissional com este curso e se elas te agradam, afinal, o próximo passo depois da faculdade é construir sua carreira profissional.
     
  • Você pode fazer seis meses de Jornalismo (ou mais) para conhecer as particularidades do curso. Durante esse tempo, você se organiza para assistir às aulas da faculdade e continuar estudando para o vestibular durante o seu tempo livre. Caso você descubra que prefere fazer Economia, você terá vivência para fazer essa escolha e terá a paz de que “não perdeu tempo”, já que o vestibular costuma acontecer uma vez ao ano e você continuou em contato com o conteúdo.
     
  • Você pode participar das aulas de Jornalismo por um tempo e, caso descubra que não era isso que queria seguir, você pode pedir transferência. Esse caso é mais indicado para quem sabe exatamente onde estudar, mas ainda não tem certeza em relação à graduação. 
     
  • Você pode fazer essa experiência e se surpreender com o resultado. Muitos alunos já mandaram depoimentos para a gente dizendo se surpreenderam tanto, que fizeram o curso até o fim.
     

Segunda opção vestibular

Se você fizer a experiência e descobrir que não era isso que você queria, está tudo certo também. Mais vale a gente ter certeza dos nossos projetos de vida, mudar de carreira e ir atrás do que nos completa, do que ficar sempre às sombras da dúvida. 

Nesse caso, é só retornar aos estudos e conquistar a vaga do curso desejado. 

 

 

 

Campanha Pesquisa de Carreiras