A Medicina tem várias especialidades, mas muitas pessoas pensam, em um primeiro momento, naquelas que envolvem diretamente as condições físicas do ser humano, como cirurgia, cardiologia, oncologia, dermatologia, entre outras.

Porém, existem também nichos da Medicina que cuidam de áreas tão importantes quanto todas essas. E o melhor exemplo é a Psiquiatria. Essencial para os cuidados mentais de seus pacientes, essa área ganhou muito destaque nos últimos tempos, em um momento em que, cada vez mais, as pessoas são acometidas por transtornos mentais.

E o profissional responsável pelo tratamento desses males é o psiquiatra. Vai fazer o Enem e está na dúvida de qual carreira escolher? Então continue lendo este post para descobrir mais sobre a psiquiatria!

O que é um psiquiatra e como é sua formação?

O psiquiatra é o profissional que tem graduação em Medicina. Além dos seis anos de formação, esse profissional deve passar por uma residência médica em psiquiatria. O processo compreende outros três anos, durante os quais o residente realizará estágios em áreas como enfermagem, neurologia, clínica médica, emergência psiquiátrica, entre várias outras.

Importante parte da formação de um psiquiatra, a vivência médica em ambulatórios especializados é fundamental para o crescimento do seu conhecimento. Esses ambulatórios incluem especializações em esquizofrenia, transtornos de humor e psicoterapia.

Assim, um psiquiatra é um profissional médico especializado em psiquiatria, tendo passado por ao menos nove anos de estudos práticos e teóricos. Estão, então, habilitados para cuidar da saúde psíquica e mental de seus pacientes, podendo administrar processos de psicoterapia, auxiliando os doentes a lidar com transtornos relativos à mente.

Psiquiatra o que faz?

O psiquiatra tem como objetivo a redução de sintomas ligados aos transtornos mentais, como a depressão, buscando melhorar a qualidade de vida dos pacientes a curto e médio prazo.

Os psiquiatras estão habilitados a prescrever medicamentos voltados para o tratamento das doenças e transtornos da mente. Suas principais ferramentas de trabalho são a terapia, os laudos psiquiátricos, o atendimento aos pacientes e a prescrição de remédios específicos para cada tipo de doença.

Quanto ganha um psiquiatra?

Como o psiquiatra é um médico especializado, sua profissão está diretamente ligada aos trâmites e regras que gerem o exercício da Medicina. Por isso, os psiquiatras não têm definido um salário mínimo ou piso salarial único que seja válido em todo o território.

Existe um projeto de lei ainda em tramitação na Câmara dos Deputados que busca definir esse piso para todos os médicos em R$ 9.000,00, sujeito a reajustes anuais. A ideia desse PL é transformar a lei 3.999/1961, que estabelece o piso de profissionais médicos em três salários mínimos por jornada semanal de 20 horas.

Entretanto, a FENAM (Federação Nacional dos Médicos) recomenda que o salário seja quase cinco vezes maior do que o estabelecido pela lei. Ou seja, seriam R$ 11.675,00 pela mesma jornada semanal de 20 horas de trabalho. E é esse o valor utilizado para acordos e negociações coletivas da categoria.

Apesar de tudo, os valores acima são definições mais teóricas do que práticas. O site de empregos Catho, atuante em todo o Brasil, apresenta em suas vagas um salário médio de R$ 8.550,00 para os profissionais da psiquiatria. Esses profissionais podem, ainda, encontrar vagas de emprego que ofereçam salários dos R$ 6.000,00 a R$ 15.300,00, dependendo da localidade, da experiência e das qualificações do profissional.

Outra base de dados de empregos no Brasil, o Banco Nacional de Empregos (BNE) aponta uma perspectiva mais positiva, com salários que podem ir dos R$ 5.500,00 aos R$ 22.000,00 mensais. O BNE organiza essas médias por meio da experiência e do tamanho da empresa que oferece a vaga, de modo que se espera uma média seguindo padrões. Veja!

Psiquiatra Júnior (de 2 a 4 anos de experiência)

  • Média geral: R$ 9.149
  • Pequena empresa: R$ 6.879
  • Média empresa: R$ 8.943
  • Grande empresa: R$ 11.626

Psiquiatra Pleno (de 4 a 6 anos de experiência)

perturbado psiquiatra

  • Média geral: R$ 11.437
  • Pequena empresa: R$ 8.599
  • Média empresa: R$ 11.179
  • Grande empresa: R$ 14.533

Psiquiatra Sênior (de 6 a 8 anos de experiência)

  • Média geral: R$ 14.296
  • Pequena empresa: R$ 10.749
  • Média empresa: R$ 13.974
  • Grande empresa: R$ 18.167

Psiquiatra Master (acima de 8 anos de experiência)

  • Média geral: R$ 17.841
  • Pequena empresa: R$ 13.347
  • Média empresa: R$ 17.468
  • Grande empresa: R$ 22.708

Além dessas médias salariais, é importante perceber que a maioria dos profissionais de psiquiatria tem mais de uma fonte de renda, trabalhando em consultórios próprios, fazendo plantões ou dando aulas em instituições de Ensino Superior. Por isso, os valores recebidos podem ser muito maiores do que os apresentados acima.

Diferença entre psicólogo e psiquiatra

Tanto os psicólogos quanto os psiquiatras estão habilitados para cuidar e tratar das condições psíquicas e mentais de seus pacientes. Entretanto, a abordagem é um pouco diferente.

Enquanto o psiquiatra tem uma formação em Medicina e se especializa em psiquiatria, o psicólogo é graduado em Psicologia. Os psicólogos tratam especificamente de transtornos psicológicos, enquanto os psiquiatras podem tratar dos mesmos males, apesar de serem especializados nos transtornos psiquiátricos.

A principal diferença entre os dois profissionais é, então, a forma como abordam o tratamento. Os psicólogos são voltados para tratar os transtornos por meio de técnicas psicoterápicas. São realizadas sessões fixas, geralmente semanais, nas quais o profissional busca utilizar de conversas em clima de acolhimento, respeito e intimidade emocional para com seu paciente.

A ideia é buscar entender as causas que levaram ao adoecimento mental, melhorando sua qualidade de vida, fazendo com que o paciente se conheça melhor e consiga se desenvolver social e pessoalmente. Em caso de transtornos psiquiátricos, o psicólogo realiza o encaminhamento para o profissional responsável.

Já o psiquiatra também realiza encontros periódicos, todos os meses, com seus pacientes. O uso de medicamentos é a principal forma de tratamento, sendo que em cada encontro o quadro é avaliado e possíveis ajustes de medicação são feitos. O objetivo do psiquiatra é fornecer uma melhoria da qualidade de vida em curto e médio prazo, lançando mão da prescrição de remédios, quando necessário.

O psiquiatra é um profissional essencial para a sociedade, principalmente nos dias de hoje. O estresse e a forma como as pessoas levam suas vidas atualmente são cada vez mais responsáveis pelo surgimento dos transtornos mentais, o que torna a psiquiatria muito importante.

E aí, curtiu nosso post? Já sabe o que vai escolher na hora de prestar o Enem? Não deixe de conferir também nossos posts sobre o profissional fisioterapeuta para entender melhor sobre essa outra área da saúde!

0 Shares:
Você pode gostar também
Leia mais

Direito: gosto pela leitura é necessário

Hoje é dia daqueles que zelam pela harmonia da sociedade e garantem que as empresas, o poder público e os cidadãos respeitem as leis do país. Hoje é dia dos advogados. O estudante que estiver pensando em cursar direito deve ter em mente que esta ciência cuida da aplicação das normas...
Leia mais

Engenharia: uma profissão para quem gosta de números

Descubra qual tipo de engenharia é o ideal para você Para quem gosta de cálculos, seguir a carreira de engenheiro é uma boa opção. Esse profissional é responsável por produzir projetos, estudar problemas, planejar soluções, verificar a viabilidade econômica e técnica para o seu desenvolvimento. O estudante que estiver pensando...