Muitas pessoas sonham com a carreira de médico, e isso naturalmente gera uma grande concorrência nos processos seletivos das instituições de ensino. O nível de exigência dos vestibulares é alto e, por isso, passar em Medicina de primeira é uma enorme realização.

É óbvio que não existe uma fórmula pronta que vai garantir que o estudante seja aprovado na sua tentativa inicial, mas reunimos algumas dicas que vão ajudar você a ter sucesso nessa jornada! Quer saber quais são elas? Continue a leitura do post!

1. Estude com antecedência

Uma prova difícil como um vestibular para o curso de Medicina não pode ser menosprezada. Isso quer dizer que não dá para estudar na véspera e pensar que será suficiente apenas revisar alguns pontos de todo o conteúdo exigido.

O ideal é se preparar e estudar intensamente até a data da prova chegar. Imagine que muitos alunos começam a preparação desde o primeiro ano do Ensino Médio, e esse pode ser o seu tipo de concorrente, sem contar que a maioria dos candidatos é composta por estudantes muito focados.

Se você tem o desejo de fazer Medicina, não deixe de se organizar para cumprir a primeira etapa — que é passar no vestibular ou ter um bom resultado no Enem.

É hora de ser dedicado e estabelecer uma rotina diária de estudos para fixar todos os assuntos. Vale a pena montar um cronograma para distribuir as matérias no seu tempo livre e segui-lo com empenho. Assim, você vai se sentir cada vez mais preparado e não vai passar pelo desespero de ter que estudar tudo na véspera.

2. Defina prioridades

Uma das coisas que um candidato no vestibular de Medicina precisa entender é que esse momento de preparação deve ser levado a sério, principalmente para aumentar suas chances de sucesso.

Estudar “mais ou menos” não vai adiantar, e perceber isso depois de ser reprovado é capaz de causar grande frustração. Sem contar que será necessário dedicar, pelo menos, mais seis meses ou um ano para ter uma nova oportunidade. Então, mesmo que não exista garantia de que tudo vai dar certo, a melhor maneira de reduzir o risco é focar no seu objetivo.

Como o nosso tempo é limitado, isso vai exigir que cada um defina prioridades no seu dia a dia. Seria maravilhoso poder conciliar todas as nossas vontades, como encontrar os amigos todos os dias, assistir às séries favoritas, jogar videogame ou poder dormir até tarde. Porém, essa não é a realidade de um vestibulando.

É necessário rever a rotina para eliminar tudo o que não é prioritário neste momento. É claro que diversão e descanso, por exemplo, são importantes, mas a ocasião demanda um esforço maior até que a sua meta seja alcançada. Pense que essa é uma fase momentânea e que todo minuto de dedicação vai fazer a diferença. Portanto, tenha os estudos como sua maior prioridade e reduza as outras atividades para conseguir se dedicar ao máximo.

3. Use a tecnologia para aumentar a produtividade

Se por um tempo a tecnologia foi considerada como uma vilã no ambiente escolar, agora sabemos que ela pode ser aliada em várias situações, não é mesmo? Desde que o aluno use os recursos tecnológicos com consciência e moderação, os benefícios podem ser maiores que o risco de distração.

Nesse caso, a internet é como um universo de informações e ferramentas. Os aplicativos podem oferecer várias facilidades no cotidiano, ajudando a gerenciar todas as tarefas ou deixando o estudo mais dinâmico.

Além disso, há inúmeros sites com dicas, resumos, videoaulas, exercícios e até depoimentos de quem já passou por essa experiência. Tudo isso deve ser aproveitado para reforçar sua produtividade, basta fazer uma pesquisa e escolher os seus preferidos.

4. Mantenha a regularidade nos estudos

O ritmo de estudo é um dos diferenciais destacados pelos estudantes aprovados. A questão é que a prática constante condiciona o cérebro e promove o aprendizado, fazendo com que o estudante evolua a cada dia.

Por isso, a tática de estudar muitas horas seguidas em um dia e voltar a pegar os cadernos só alguns dias depois não vai funcionar muito bem. Regularidade é uma palavra-chave nesse processo de preparação e o segredo é estudar diariamente — mesmo que você equilibre a sua rotina e deixe os finais de semana, por exemplo, com um tempo de descanso maior.

Lembre-se também de que não é preciso ficar debruçado nos livros em todos os momentos. Pense em variações como assistir a um documentário interessante (e relacionado com a matéria de estudo) aos domingos ou fazer simulados todos os sábados.

estudos medicina

5. Reforce os estudos na redação

Outra dica é não deixar de lado a importância da redação. Ainda que você tenha certa facilidade para escrever, dedique parte do seu tempo para revisar as regras gramaticais, ler sobre diferentes assuntos que podem ser o tema da prova e praticar a escrita. Isto é, inclua essa parte no seu planejamento de estudos e não faça isso apenas uma vez ou outra.

Como se trata de um vestibular muito disputado, é bem provável que a nota da redação seja um fator para diferenciar candidatos que tiveram um resultado igual ou semelhante na parte objetiva — o que também é chamado de critério de desempate.

De qualquer maneira, ter um bom conhecimento da língua portuguesa e saber se comunicar de forma clara é uma competência indispensável para todo profissional. Não é porque você optou por um curso na área da saúde que não precisa desenvolver sua comunicação.

6. Não deixe de descansar

Não se engane com a imagem de que um estudante comprometido é aquele que está pálido, esgotado e sempre com sono. Algumas pessoas têm a tendência de acreditar que o correto é ficar sem descanso e passar noites em claro estudando.

Ao contrário, quem se organiza com antecedência consegue manter uma rotina mais saudável e produtiva. Descansar é tão importante quanto estudar, pois o nosso cérebro não consegue ficar concentrado por tanto tempo sem ter nenhuma folga. Os intervalos durante os estudos e boas noites de sono são essenciais para relaxar o corpo e a mente. Só assim será possível fixar o que foi aprendido, favorecer sua capacidade de memorização e renovar as energias para o dia seguinte.

7. Cuide da saúde mental

Assim como dormir e descansar são atitudes favoráveis para o seu desempenho, o cuidado com a saúde mental é outro ponto relevante no sucesso de um vestibulando de Medicina. O desgaste natural dos estudos e a pressão em ser aprovado podem abalar o psicológico de qualquer pessoa.

Sendo assim, procure cuidar do seu bem-estar durante esse período intenso. O convívio social é algo que costuma deixar os dias mais leves, logo, os amigos e familiares têm um papel relevante. No entanto, é bom encontrar outro jeito de ajudar a afastar o estresse — nesse caso, vale explorar alternativas como praticar atividades físicas, meditar, se divertir e manter o pensamento positivo.

Mais uma vez, a organização e uma boa gestão do tempo serão fundamentais para incluir esse tipo de cuidado no seu dia a dia, sem prejudicar o andamento dos estudos.

No fim das contas, podemos dizer que a missão de passar em Medicina de primeira deve ser encarada como um sonho possível. Contudo, se você não conseguir um resultado tão satisfatório, não desista e continue se dedicando para melhorar na próxima tentativa!

Gostou das nossas dicas? Aproveite para compartilhar o post nas suas redes sociais e ajudar outros amigos que também querem seguir a carreira médica!

0 Shares:
Você pode gostar também

Links para Download dos Livros do Vestibular 2014/15

Os estudantes que estão se preparando para prestar os mais diferentes vestibulares do Brasil acabam de ganhar uma mãozinha do Stoodi, plataforma online de vídeo aulas de preparação para o Enem e outros vestibulares. Antes de sair por aí comprando os livros importantes para as provas, que tal pesquisar os...
Leia mais

Qual o melhor método de estudo?

Descubra que tipo de aluno você é Existem diversas formas para estudar: por meio de leituras, produção de resumos, resolução de exercícios e outros. O que não paramos para analisar é como esses métodos podem facilitar a vida dos vestibulandos.  A memória reage de forma diferente aos tipos de estudo,...