Por Marcelo Santos

Fala, pessoal, todo mundo bem por aí?

Hoje a coluna “To pass or not to pass” vai falar daqueles textos mais complicados, que te fazem arrancar os cabelos e perder horas no dicionário quando está lendo em casa – e que na hora do vestibular, sem poder usar dicionário, te trazem desespero. Imagino que esse seja um pesadelo recorrente dos vestibulandos: e se eu encontrar um texto do qual eu entenda quase nada?

Bem, há soluções. A primeira coisa a se fazer é respirar fundo e contar até três. Deve haver alguma saída. Afinal, a banca examinadora não criaria uma prova tão complicada a ponto de prejudicar todos os candidatos. Lembre-se que o intuito do vestibular é classificar alunos, não aniquilar todo mundo. Respirou fundo? Está mais calmo? Então agora podemos ir ao passo 2.

Muitas vezes as palavras complicadas nem são o foco das questões. Então vale a pena dar uma olhada no que as questões pedem, em vez de gastar tempo grifando palavras desconhecidas. Aliás, particularmente acho desesperador investir (desperdiçar?) tempo de prova destacando o que não se conhece no texto. Você não vai poder consultar um dicionário para resolver isso – então esse destaque apenas trará mais medo e sensação de “não vou entender nada”. Ver o que as questões pedem não te afastou das palavras complicadas? Terceiro passo então.

A ideia aqui é buscar por sinônimos dentro do texto. Provavelmente essa palavra mais complicada possui uma versão mais simples ou mais parecida com o português bem ali perto – basta ter a frieza de buscar por este similar. Lembre-se que um texto bem redigido não vai repetir uma única palavra todo o tempo. Provavelmente um sinônimo salvador está ali pronto para te salvar das garras do desconhecido. “Ih, Marcelo, não achei. Posso já manchar minha prova com lágrimas?” Calma! Vamos ao passo 4.

Muitos dos textos em vestibulares abordam atualidades. Você, bom vestibulando que é, deve ter passado o ano todo lendo jornais, revistas, mantendo-se informado sobre o que acontece no mundo. Esse background vai fazer com que você conheça o tema abordado pelo texto e, com esse conhecimento, consiga entender o contexto como um todo, conseguindo até inferir palavras desconhecidas. Mas tenha cuidado – esse negócio de usar o conhecimento de mundo na prova é útil apenas para a compreensão do texto, não para a localização de respostas certas nas questões.

Bem, espero ter ajudado. Tenha menos medo dos textos que estão por vir e use de estratégia. No mais, siga lendo e ganhando mais e mais segurança. Abraços e até mais!

Marcelo Santos é professor de Inglês do Stoodi. Com Licenciatura em Inglês pelo Mackenzie e pós-graduação em Educação pela UFLA, já proferiu palestras em simpósios nacionais e internacionais sobre ensino de idiomas e educação. Atualmente é professor de cursinhos pré-vestibulares no estado de São Paulo.

0 Shares:
Você pode gostar também

Links para Download dos Livros do Vestibular 2014/15

Os estudantes que estão se preparando para prestar os mais diferentes vestibulares do Brasil acabam de ganhar uma mãozinha do Stoodi, plataforma online de vídeo aulas de preparação para o Enem e outros vestibulares. Antes de sair por aí comprando os livros importantes para as provas, que tal pesquisar os...
Leia mais

Qual o melhor método de estudo?

Descubra que tipo de aluno você é Existem diversas formas para estudar: por meio de leituras, produção de resumos, resolução de exercícios e outros. O que não paramos para analisar é como esses métodos podem facilitar a vida dos vestibulandos.  A memória reage de forma diferente aos tipos de estudo,...