Como o exercício físico pode ajudar nos meus estudos?

Prof. Rafa explica o que acontece com o nosso corpo quando praticamos esportes

Foto: Reprodução/Divulgação
Toda dica é bem-vinda quando se fala em otimizar os estudos, não é mesmo? A verdade é que muitos profissionais sugerem que os alunos fiquem atentos com a sua alimentação, com a qualidade de seu sono e, inclusive, com a regularidade de exercícios físicos.
– Nossa, mas o que os meus músculos tem a ver com o meu estudos?

No começo, pode ser um pouco mais difícil de imaginar como o exercício físico ajuda a desenvolver e melhorar a sua capacidade intelectual. Mas fique tranquilo que vamos te explicar tudo.

“As atividades físicas sempre são boas para nosso organismo. Elas melhoram nosso metabolismo interno, nos deixam mais dispostos e fazem bem para nossos sistemas”, afirma o prof. Rafa, de Biologia.

De acordo com a físioterapeuta Patrícia Prieto, especialista em reabilitação de jovens, a prática regular de um esporte gera uma capacidade maior de memória, controla os níveis de estresse e ainda contribui para a concentração do seu estudo.

“O corpo libera duas principais substâncias: a serotonina e a endorfina. A serotonina é responsável por deixar o cérebro em alerta, fazendo com que o estudante tenha mais facilidade para se concentrar. Já a endorfina pode melhorar o seu lado emocional, já que ela ameniza os níveis de estresse”, explica Prieto.

Vamos supor que você gosta de atividades físicas aeróbicas. O prof. Rafa explica que a corrida, por exemplo, proporciona uma aceleração de diversos sistemas do nosso corpo, principalmente o sistema circulatório e o sistema respiratório.

“Em conjunto, os dois sistemas conseguem melhorar tanto o transporte de oxigênio aos nossos músculos quanto o transporte de nutrientes que fornecem energia”, afirma Rafa. Isso significa que ficamos ainda mais dispostos para continuar os nossos afazeres do dia.

Em uma entrevista para a Revista Galileu, Ricardo Arida, professor de Neurofisiologia e Fisiologia do Exercício da Unifesp, explica que as atividades aeróbicas aumentam o fluxo de sangue para o cérebro e a produção das substâncias químicas que regulam o sistema neurotransmissor.

Com essa melhora na vascularização e na oxigenação do corpo, temos cada vez mais atividade cerebral, potencializando o nosso raciocínio lógico.

Arida afirma ainda que podemos ficar mais inteligente, já que os neurônios existentes se tornam capazes de fazer mais conexões. “O cérebro passa a funcionar melhor e fica mais preparado para armazenar informações”, completa ele.

Então, se você estava em dúvida sobre o “efeito” do exercício físico para os estudantes, acredite: ele pode te ajudar muito nos estudos. Procure uma atividade que você goste e aproveite!

Campanha Always On Cronograma