Professor Daniel aconselha o que o aluno pode fazer em caso de atraso

Foto: Reprodução Mundo das Tribos
 

Seguir um cronograma é o primeiro passo para um aluno conquistar a sua tão sonhada vaga, mas nem sempre conseguimos fazer isso da melhor maneira. Imprevistos acontecem. Uma gripe aqui, outro compromisso inadiável ali e quando vamos ver, estamos atrasados.

Se você está passando por isso, não se desespere. Agora é hora de pensar uma estratégia para realmente aprender e colocar o conteúdo em dia.

Para nos ajudar, consultamos o professor Daniel e pedimos sua opinião sobre o que devemos fazer.
 

Vale a pena seguir o plano, deixando dúvidas para trás ou é melhor tirar essas dúvidas enquanto estudo e acabar me atrasando um pouco mais?

Depende. Se as dúvidas que estão surgindo são graves, a ponto de prejudicar a evolução futura na matéria, certamente vale a pena saná-las antes de prosseguir com o plano de estudos, mesmo que isso resulte em atraso.

Agora, se as dúvidas são pontuais, em detalhes que não te impeçam de avançar, acredito que valha a pena seguir o plano e ir tentando tirar as dúvidas em paralelo, quando sobrar tempo. Manter um “caderno de dúvidas” pode ajudar a organizar isso.

O professor lembra que essa é uma opinião pessoal. Cada aluno deve tomar essa decisão, analisando o que funciona melhor para si.
 

Como posso fazer isso?

Em caso de dúvidas simples, algo na matéria que não ficou tão claro ou um exercício que não bateu o resultado, a monitoria de dúvidas pode ser uma boa.

Agora, se essas dúvidas forem de um assunto muito específico e estiverem te impossibilitando de dar continuidade na matéria, contratar um professor particular pode ser a melhor opção.

“Se isso for financeiramente inviável para você, eu particularmente prefiro ir com calma e absorvendo os conteúdos do que ir atropelado e não entender quase nada”, explica o professor Daniel.  

Ele justifica que no caso da matemática, por exemplo, é necessário dominar os conteúdos de base para entender matérias mais complexas. “Problemas deixados para trás podem te atrapalhar diversas vezes ao longo do caminho”, resume.

E se eu não conseguir estudar todo o conteúdo do edital até a data do vestibular?

“Correr com o conteúdo sem entender a base pode custar o mesmo 1 ano de cursinho com o agravante de no ano seguinte você estar de volta à estaca zero. Já no caso de você realmente evoluir esse ano, mesmo que não passe no fim do ano, estará começando o ano seguinte muito à frente e com muito mais chances de aprovação”, conclui. 

0 Shares:
Você pode gostar também

Links para Download dos Livros do Vestibular 2014/15

Os estudantes que estão se preparando para prestar os mais diferentes vestibulares do Brasil acabam de ganhar uma mãozinha do Stoodi, plataforma online de vídeo aulas de preparação para o Enem e outros vestibulares. Antes de sair por aí comprando os livros importantes para as provas, que tal pesquisar os...
Leia mais

Qual o melhor método de estudo?

Descubra que tipo de aluno você é Existem diversas formas para estudar: por meio de leituras, produção de resumos, resolução de exercícios e outros. O que não paramos para analisar é como esses métodos podem facilitar a vida dos vestibulandos.  A memória reage de forma diferente aos tipos de estudo,...