Hoje, dia 17 de novembro, comemora-se o dia da criatividade

Ei, me diz uma coisa… Você se considera criativo?

Uma pesquisa realizada pela Adobe neste ano com 5 mil pessoas chegou à conclusão que apenas 25% dos participantes acreditavam usar totalmente a sua criatividade.

A criatividade é aquele talento ou inteligência que usamos para gerar, inventar e inovar coisas e comportamentos. Sabe quando uma ideia vem na sua cabeça instantaneamente e você não tem medo de usar? Pois é, podemos dizer que ela foi fruto da sua criatividade.

Uma pessoa criativa consegue fazer conexões incomuns que, geralmente, acontecem quando olhamos para o mundo de uma forma diferente – ou pelo menos de uma forma não convencional.  Quando criamos coisas inusitadas, estamos exercitando a nossa criatividade.

– Nossa que legal, é muito bom ser assim. Como eu faço para ser criativo? 

Tom Kelly, autor de do livro “A arte da inovação” e gerente-geral de inovação da IDEO, fez uma palestra este ano em Chicago e afirmou que todos nós somos criativos. Se sentimos mais dificuldade para usar a nossa criatividade é porque precisamos furar nossos bloqueios.

Ele explicou os 5 principais passos que você deve dar para potencializar a sua criatividade. Porém, antes de falar sobre isso, vamos entender um pouco melhor o tema.

Para você usar a imaginação e ser criativo, você precisa de duas coisinhas fundamentais: repertório e inspiração.

Ter repertório é você conhecer coisas diferentes e ter contato com informações variadas que te enriquecem culturalmente. Já a inspiração é o momento propício em que sua mente faz uma assimilação e relaciona uma ideia com outra.

Para você adquirir repertório, as dicas são simples (e bem gostosas de se colocar em ação). Leia livros de todas as linguagens, assista os mais diferentes filmes, pesquise sobre diversas coisas na internet. Frequente lugares diferentes do que você já está acostumado e conheça pessoas novas – da sua e de outras tribos sociais.

O diálogo com o outro ajuda muito mais do que você ficar apenas fazendo suposições na sua cabeça. Quer saber uma coisa que ajuda muito? Viagens. Conhecer costumes locais e modos de pensar diferente dos nossos ajuda muito no processo criativo.

Já para ter a inspiração, as recomendações são outras. Você precisa estar relaxado, fugindo do estresse e do excesso de preocupação. É aquele momento de você se permitir.

Já viu alguém rabiscar uma folha e do nada ter uma ideia? Isso aconteceu porque ela estava concentrada e ao mesmo tempo abstraindo. Funciona muito bem para algumas pessoas, veja se isso ajuda você. Escute uma piada, dê risada com os amigos e faça o que você gosta.

Meditação também pode ajudar. Siga pessoas criativas e veja como elas fazem. Mais do que isso, veja como elas pensam. Observe também as crianças – elas não têm medo de contar suas ideias.

Dessa forma, você começará a vencer os bloqueios da sua mente assumindo que é mais criativo e está aberto para momentos de inspiração.

De acordo com o psicanalista Freud, a criatividade nasce de um conflito inconsciente. Ela é o resultado de uma sublimação de impulsos reprimidos.

Perceba um negócio: praticamente todas as vezes que somos criativos é porque temos uma necessidade e precisamos achar uma saída para ela. Ela vem de uma pergunta não respondida. Vem da procura pela resposta.

Por exemplo, somos criativos quando precisamos resolver um problema ou quando queremos surpreender e avançar em algum aspecto da nossa vida – profissionalmente, na rotina acadêmica e nas relações pessoais.

Por isso que pessoas que questionam o mundo – e principalmente as pessoas que se questionam –  têm mais facilidade para usar a criatividade.

– Como a criatividade pode me ajudar na vida escolar? 

A criatividade pode te ajudar em tudo, inclusive na vida escolar. Que tal apresentar um seminário de forma diferente? Que tal escrever um texto de forma inusitada? Quem sabe não é isso que falta para você tirar 1000 na sua redação do ENEM?!

Agora que já entendemos o que é a criatividade e como ela aparece no nosso dia a dia, chegou a hora de conhecer as dicas de Tom Kelly sobre 5 principais passos para potencializar a sua criatividade: 

1. Diga para você mesmo que você é criativo

Se reconheça como uma pessoa criativa. Escolha ser assim. Falar isso de forma consciente é uma forma de se encorajar para ser cada vez mais criativo.

Se permita. Não censure suas ideias e se dê a chance de pensar as coisas mais malucas.

2. Guarde sempre as suas ideias 

A gente nunca escolhe o momento em que vamos ser criativos, por isso anote todas as suas ideias – pode ser no celular ou num post-it que seja.

Não se esqueça de anotar tudo, mesmo o que parecer simples e bobinho. Essa ideia pode acabar se desenrolando na solução que você tanto queria.

3. Se distancie dos problemas 

Sempre que precisar de alguma solução criativa, tente relaxar e se distanciar do problema. Imagine que você não está vivendo aquele problema e pense sobre o assunto. Quando ficamos mais relaxados, conseguimos utilizar a nossa criatividade com mais facilidade.

4. Sempre se coloque no lugar do outro

Vamos supor que o problema não é com você e mesmo assim você precisa pensar numa solução.

Nesse caso é legal você se colocar no lugar do outro. Se está fazendo um trabalho para a escola, imagine que você é o professor. Tente pensar como ele e veja o que ele esperaria de você. Aí você vai lá e surpreende com um trabalho bastante original e inusitado, por exemplo.

5. Coloque suas ideias em prática

Teste todas as suas ideias. Você acha que uma pessoa criativa sempre pensa na coisa certa? Não se censure e não tenha medo de “errar”.

Quer começar uma redação de forma ousada? Vá em frente. Teste, mande para a correção e vá aperfeiçoando com o feedback. Se a primeira vez não deu muito certo, continue tentando até ficar do jeito que você gostaria.

0 Shares:
Você pode gostar também

Links para Download dos Livros do Vestibular 2014/15

Os estudantes que estão se preparando para prestar os mais diferentes vestibulares do Brasil acabam de ganhar uma mãozinha do Stoodi, plataforma online de vídeo aulas de preparação para o Enem e outros vestibulares. Antes de sair por aí comprando os livros importantes para as provas, que tal pesquisar os...
Leia mais

Qual o melhor método de estudo?

Descubra que tipo de aluno você é Existem diversas formas para estudar: por meio de leituras, produção de resumos, resolução de exercícios e outros. O que não paramos para analisar é como esses métodos podem facilitar a vida dos vestibulandos.  A memória reage de forma diferente aos tipos de estudo,...