Atoa ou à toa: como se escreve?

 

O emprego da crase na Língua Portuguesa é uma das regras que mais causa confusão nas pessoas, mesmo aquelas mais experientes com a escrita. Pela sonoridade ligeiramente diferenciada, muitos não conseguem perceber como empregar o acento e nem mesmo se ele está fazendo alguma diferença.

As palavras atoa e à toa são um exemplo disso. Além disso, ainda causam mais estranheza pela grafia junta ou separada. Quer saber como escrevê-las corretamente? Prossiga na leitura!

simulador sisu

Significado de “à toa”

A única forma de se escrever essa palavra é à toa, separado e com crase no “a”. Antigamente, a palavra era grafada com hífen (“à-toa”), mas isso foi eliminado com as mudanças trazidas pelo Novo Acordo Ortográfico de 2009.

Antigamente, com a grafia com hífen, a palavra tinha dois significados: à toa era uma locução adverbial e à-toa era um adjetivo, sendo que eram utilizadas em situações diferentes.

Porém, com a eliminação da grafia com hífen, o termo à toa passou a assumir ambos os sentidos. Assim, pode se referir, como locução adverbial, ao acaso, a algum inútil, sem fundamento, sem motivo. Como um adjetivo, à toa é utilizada para alguém ou alguma coisa irrefletida, desocupada.

Exemplos do uso de “à toa”

  • Você pode vir agora, estou à toa neste momento.
  • Ela anda à toa, sem saber o que fazer da vida.
  • Relaxe, você está ficando bravo à toa.

À toa: sinônimo

À toa é uma expressão recorrentemente utilizada pelos falantes da Língua Portuguesa. Desse modo, dificilmente as pessoas tendem a substituí-la por algum sinônimo, mas eles existem e podem ser: facilmente, fácil, insignificante, sem motivo, pífio, passageiro, entre muitos outros com mesmo sentido.

Curtiu o post? Tirou suas dúvidas? Então fique ligado para mais dicas como essa no Blog do Stoodi! Não fique à toa e vá logo conferir nossas videoaulas e exercícios incríveis para ficar fera no português!

Atoa ou à toa: como se escreve?

O emprego da crase na Língua Portuguesa é uma das regras que mais causa confusão nas pessoas, mesmo aquelas mais experientes com a escrita. Pela sonoridade ligeiramente diferenciada, muitos não conseguem perceber como empregar o acento e nem mesmo se ele está fazendo alguma diferença.

As palavras atoa e à toa são um exemplo disso. Além disso, ainda causam mais estranheza pela grafia junta ou separada. Quer saber como escrevê-las corretamente? Prossiga na leitura!

Significado de “à toa”

A única forma de se escrever essa palavra é à toa, separado e com crase no “a”. Antigamente, a palavra era grafada com hífen (“à-toa”), mas isso foi eliminado com as mudanças trazidas pelo Novo Acordo Ortográfico de 2009.

Antigamente, com a grafia com hífen, a palavra tinha dois significados: à toa era uma locução adverbial e à-toa era um adjetivo, sendo que eram utilizadas em situações diferentes.

Porém, com a eliminação da grafia com hífen, o termo à toa passou a assumir ambos os sentidos. Assim, pode se referir, como locução adverbial, ao acaso, a algum inútil, sem fundamento, sem motivo. Como um adjetivo, à toa é utilizada para alguém ou alguma coisa irrefletida, desocupada.

Exemplos do uso de “à toa”

  • Você pode vir agora, estou à toa neste momento.
  • Ela anda à toa, sem saber o que fazer da vida.
  • Relaxe, você está ficando bravo à toa.

À toa: sinônimo

À toa é uma expressão recorrentemente utilizada pelos falantes da Língua Portuguesa. Desse modo, dificilmente as pessoas tendem a substituí-la por algum sinônimo, mas eles existem e podem ser: facilmente, fácil, insignificante, sem motivo, pífio, passageiro, entre muitos outros com mesmo sentido.

Curtiu o post? Tirou suas dúvidas? Então fique ligado para mais dicas como essa no Blog do Stoodi! Não fique à toa e vá logo conferir nossas videoaulas e exercícios incríveis para ficar fera no português! Cadastre-se:

Campanha Always On Cronograma