Você já se encantou com o famoso clássico “Fernão Capelo Gaivota“? A ave poética que serviu de inspiração para Richard Bach está presente nos litorais e pertence à família Laridae. Essas aves compõem uma parte importante do ecossistema brasileiro.

Confira suas principais características e curiosidades!

Características da gaivota

Atualmente, existem cerca de 90 espécies diferentes registradas, sendo que a maior parte é marinha e pode ser encontrada em todo o globo terrestre. Ainda, todas têm uma alimentação baseada em peixes, mas também ingerem pequenos roedores e ovos de outras aves.

Habitat das gaivotas

Por terem uma alimentação restrita, a maioria das gaivotas habita os litorais, como foi falado, tendo preferência por ilhas oceânicas. E mais, costumam frequentar os grandes portos, já que os peixes tendem a aparecer com regularidade nesses ambientes.

Tipos de gaivotas

Entre as diversas espécies espalhadas no mundo, somente algumas costumam realizar sua migração para o Brasil. A seguir, você pode conferir a lista com as três espécies mais comuns no mundo:

  • gaivotão: apresenta corpo branco e asas negras, com uma pequena mancha vermelha na mandíbula;
  • gaivota-de-cabeça-cinza: como o nome aponta, apresenta uma tonalidade acinzentada na cabeça;
  • trinta-réis-de-bando: apresenta um bico pontudo, específico para pescar peixes que habitam a superfície do mar.

Curiosidades

Entre as espécies conhecidas, 20 vivem no Brasil, que apresenta uma faixa extensa de litoral com portos propícios para a sobrevivência da gaivota. Por isso, existe uma praia dedicada a esse pássaro, conhecida como Praia da Gaivota, localizada no Estado de São Paulo.

Estudar os hábitos da gaivota e suas principais características é importante para manter-se atualizado nas mudanças do ecossistema brasileiro. Para aprofundar o seu conhecimento, invista em exercícios específicos de Biologia, assista às videoaulas e garanta um excelente resultado no vestibular!

0 Shares:
Você pode gostar também
Onde ou aonde: qual devo usar?
Leia mais

Onde ou aonde: qual devo usar?

Conheças algumas dicas que vão acabar com suas dúvidas     As duas formas estão corretas, mas devem ser usadas em momentos diferentes. Os termos onde e aonde são advérbios que indicam lugar, isso quer dizer que essas palavras atribuem uma característica diferente aos verbos que se referem aos locais....