Veja o que diz a gramática sobre os pronomes relativos 

 

Existem várias frases que aparecem com frequência no nosso dia a dia e não sabemos se estamos utilizando da forma correta. Porém, para mandar bem na redação do Enem ou de outros vestibulares, você precisa demonstrar domínio da Língua Portuguesa – por isso, todo cuidado é pouco.

A dúvida que vamos esclarecer hoje é sobre pronomes relativos. Eles possuem a função de relacionar termos em uma oração, ou seja, de estabelecer a ligação entre o sujeito e o que foi dito na frase.

Veja alguns exemplos de pronomes relativos: que, quem, qual, cujo. Isso parece bem simples, certo?! Mas vamos fazer um teste.

Qual frase está correta: você que sabe? Ou você quem sabe?

você quem ou você que sabe? Entenda a diferença

Neste caso, nós podemos utilizar os dois pronomes – é facultativo.

A verdade é que sempre que estamos nos referindo a uma pessoa, podemos utilizar o termo quem, do mesmo modo que podemos usar o pronome que.

Para evitar a repetição do termo que (chamado queísmo) e por uma questão de fluidez do texto e estética da linguagem, muitos professores aconselham dar preferência para o uso do pronome quem, mas falar “você que sabe” não está errado.

Quer saber mais sobre português e mandar bem nos vestibulares? Cadastre-se gratuitamente no Stoodi!

0 Shares:
Você pode gostar também
Onde ou aonde: qual devo usar?
Leia mais

Onde ou aonde: qual devo usar?

Conheças algumas dicas que vão acabar com suas dúvidas     As duas formas estão corretas, mas devem ser usadas em momentos diferentes. Os termos onde e aonde são advérbios que indicam lugar, isso quer dizer que essas palavras atribuem uma característica diferente aos verbos que se referem aos locais....