Sisu: veja como passar na faculdade usando a nota do ENEM

Tudo que você precisa saber do Sisu

Se você fez ou ainda vai fazer o Enem, já sabe como vai utilizar a nota para entrar na faculdade? Bom, já adiantamos uma coisa: você vai precisar utilizar essa pontuação em um outro processo seletivo, conhecido como Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre como usar a nota do Enem para ingressar na faculdade! Afinal, ela será fundamental para que você possa realizar o seu grande sonho de, finalmente, fazer um curso superior.

Pensando nisso, preparamos uma postagem com algumas perguntas e respostas essenciais para quem está começando a trilhar os caminhos no mundo dos vestibulares, Enem, Sisu e tantos termos que costumam confundir a cabeça. Vamos lá?

O que é o Sisu?

Sisu, abreviação de Sistema de Seleção Unificado, é um programa do Ministério da Educação que permite ao estudante entrar em diversas universidades públicas — do Brasil e de Portugal — usando a nota do Enem.

Como funciona o Sisu?

O Sisu acontece duas vezes ao ano, uma no começo do ano e outra no início do segundo semestre. Assim que abrirem as inscrições, você deve informar o seu número de inscrição do Enem e sua senha.

Sabe o que vai acontecer? O Sisu vai recuperar automaticamente as suas notas. A inscrição acontece em etapa única, ela é online e gratuita. Você pode se cadastrar no período de inscrição.

Você pode escolher até duas vagas entre as instituições de ensino que participam do Sisu, separando em 1ª e 2ª opção. Se você se arrepender da escolha feita, tem até o término do período para alterar — as inscrições costumam durar três dias.

Quando finalizar essa etapa, o Sisu vai selecionar automaticamente os candidatos que tiveram a melhor classificação em cada curso, sendo levado em consideração a nota do Enem e o número de vagas disponíveis.

Quem pode se inscrever?

O Sisu é um programa aberto para todos os estudantes que participaram da edição mais recente do Exame — não é necessário atestar renda ou comprovar requisitos de qualquer tipo de cota. Mas, atenção: os candidatos que zeraram a redação não poderão participar do processo seletivo.

Quando abrem as inscrições para o Sisu?

O cronograma do processo seletivo fica disponível no finalzinho do ano. Por isso, é importante que você dê uma pesquisada para ver se ele já está online!

Normalmente, as inscrições abrem no começo de janeiro ou no meio do ano, por volta de junho ou julho. Isso acontece porque há duas edições do Sisu anualmente. A que acontece no segundo semestre, no entanto, costuma ter bem menos vagas disponíveis do que a do primeiro.

Como é calculada a nota de corte?

nota de corte é feita com base nas notas dos candidatos. Como assim?

Enquanto durar o período de inscrições, o Sisu calcula diariamente a nota de corte para cada curso de acordo com o número de vagas disponíveis e o total de candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. Se há 50 vagas, a nota do 50º melhor colocado será a nota de corte.

Essa nota base só será informada após o segundo dia de inscrição e costuma mudar com o passar dos dias em que o Sisu está aberto, à medida que mais pessoas tiram e colocam aquele curso como opção em suas plataformas.

Quando sai o resultado do Sisu?

Seguindo a mesma lógica da pergunta anterior, não temos nenhum cronograma disponível sobre as datas do próximo Sisu. O que sabemos é que o programa costuma divulgar o resultado rapidinho: normalmente, por volta de uma semana após o primeiro dia de inscrição.

Por exemplo, em algumas edições passadas, as inscrições aconteceram do dia 11 até 14 de janeiro, e o resultado foi divulgado no dia 18. Então, fique esperto e já comece a separar a documentação solicitada no ato da inscrição o quanto antes. Não deixe tudo para a última hora!

Quantas listas de aprovados serão divulgadas?

É realizada apenas uma chamada para a matrícula e você precisará seguir exatamente o prazo estabelecido por cada universidade.

Se você não passar na sua primeira opção de curso, pode entrar numa lista de espera. Para isso, precisa manifestar interesse durante o período informado no cronograma.

Na lista de espera, a convocação dos candidatos para realização das matrículas é feita pela própria faculdade. Assim, é importante acompanhar as convocações para matrícula na instituição.

Quais universidades participam do Sisu?

De acordo com os dados do site oficial do Ministério da Educação e da página do Sisu, algumas das instituições participantes do processo seletivo são:

Acre

  • IFAC — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre;
  • UFAC — Universidade Federal do Acre.

Alagoas

  • IFAL — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas.

Amapá

  • IFAP — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá;
  • UNIFAP — Universidade Federal do Amapá.

Bahia

  • IFBAIANO — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano;
  • IFBA — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia;
  • UNEB — Universidade do Estado da Bahia;
  • UESB — Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia;
  • UFBA — Universidade Federal da Bahia;
  • UFRB — Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Ceará

  • IFCE — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará;
  • UNILAB — Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira;
  • UFCA — Universidade Federal do Cariri.

Distrito Federal

  • IFB — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília.

Espírito Santo

  • IFES — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo;
  • UFES — Universidade Federal do Espírito Santo.

Maranhão

  • IFMA — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão;
  • UFMA — Universidade Federal do Maranhão.

Minas Gerais

  • CEFET/MG — Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais;
  • IFTM — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro.
  • IFMG — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais;
  • IFNMG — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais;
  • IFSEMG — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais;
  • IF SUL DE MINAS — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais;
  • UNIMONTES — Universidade Estadual de Montes Claros;
  • UNIFAL-MG — Universidade Federal de Alfenas;
  • UFJF — Universidade Federal de Juiz de Fora;
  • UFLA — Universidade Federal de Lavras;
  • UFOP — Universidade Federal de Ouro Preto;
  • UFSJ — Universidade Federal de São João Del Rei;
  • UFTM — Universidade Federal do Triângulo Mineiro;
  • UFVJM — Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Mato Grosso do Sul

  • IFMS — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul;
  • UFMS — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Pará

  • UNIFESSPA — Universidade Federal do Sul e Sudoeste do Pará.

Paraíba

  • IFPB — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba;
  • UEPB — Universidade Estadual da Paraíba;
  • UFPB — Universidade Federal da Paraíba;
  • UFCG — Universidade Federal de Campina Grande.

Pernambuco

  • IF SERTÃO — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano.

Piauí

  • UFPI — Universidade Federal do Piauí.

Paraná

  • UTFPR — Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Rio de Janeiro

  • CEFET/RJ — Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca;
  • UEZO — Centro Universitário Estadual da Zona Oeste;
  • IFRJ — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro;
  • IF FLUMINENSE — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense;
  • UNIRIO — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro;
  • UFRJ — Universidade Federal do Rio de Janeiro;
  • UFF — Universidade Federal Fluminense;
  • UFRRJ — Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Rio Grande do Norte

  • IFRN — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte;
  • UFERSA — Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Rondônia

  • IFRO — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia.

Roraima

  • IFRR — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima.

Rio Grande do Sul

  • IFRS — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul;
  • IFSUL — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense;
  • UFPEL — Universidade Federal de Pelotas;
  • UFSM — Universidade Federal de Santa Maria;
  • FURG — Universidade Federal do Rio Grande.

Santa Catarina

  • UDESC — Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina;
  • UFFS — Universidade Federal da Fronteira Sul.

Sergipe

  • IFS — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe;

São Paulo

  • IFSP — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo.

Tocantins

  • UFT — Fundação Universidade Federal do Tocantins;
  • IFTO — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins.

Portugal

  • Universidade de Coimbra;
  • Universidade de Algarve;
  • Instituto Politécnico de Leiria;
  • Instituto Politécnico de Beja;
  • Instituto Politécnico do Porto;
  • Instituto Politécnico de Portalegre;
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  • Instituto Politécnico de Coimbra;
  • Universidade de Aveiro;
  • Instituto Politécnico de Guarda;
  • Universidade de Lisboa;
  • Universidade do Porto;
  • Universidade da Madeira;
  • Instituto Politécnico de Viseu;
  • Instituto Politécnico de Santarém;
  • Universidade dos Açores;
  • Universidade da Beira Interior;
  • Universidade do Minho.

Vale lembrar que há muitas outras instituições participantes e que a lista é atualizada ano após ano. Por isso, não se preocupe caso a faculdade que você tem em mente não tenha aparecido por aqui.

Confira as faculdades do ano em que você for se inscrever no Sisu e se planeje bastante!

Por quanto tempo eu posso usar a nota do Enem no Sisu?

O processo seletivo do Sisu só permite o uso da nota do Enem do ano vigente.

Por exemplo: se você pretende se inscrever para o Sisu em 2022 (tanto o do primeiro quanto o do segundo semestre), é importante que você utilize a nota do Enem 2021 (feito em novembro do ano anterior).

Há processos seletivos que permitem que se use a nota do Enem de outros anos?

Sim! O Prouni (Programa Universidade para Todos) e o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) aceitam notas de edições anteriores do Enem.

Algumas faculdades privadas também permitem o acesso do estudante diretamente com o uso da nota do Enem, em substituição ao vestibular tradicional. Nesses casos, também pode ser possível usar pontuações mais antigas.

Como usar a nota do Enem em outros processos seletivos? É possível?

Sim, nos processos mencionados, que são:

  • ingresso direto em faculdades particulares;
  • Prouni, que concede bolsas parciais ou integrais em faculdades privadas;
  • Fies, que financia as mensalidades e permite que o aluno só as pague depois de formado.

Como conquistar uma boa pontuação nessa prova?

Agora, é hora de conferir algumas dicas para que você consiga uma pontuação no Enem e não precise se preocupar tanto com a nota de corte. Vamos lá?

Faça um bom cronograma

O primeiro passo para a aprovação é a organização de um bom cronograma de estudos. No Stoodi, você tem acesso a um plano personalizado, feito sob medida para você, para as suas necessidades e para os seus objetivos!

Invista em revisões periódicas

Outro pilar de uma preparação bem-feita é a realização de revisões periódicas, para ajudá-lo a relembrar o conteúdo e, quem sabe, preencher lacunas no aprendizado com coisas que não ficaram tão claras na primeira vez que você estudou.

Faça simulados

Os simulados são fundamentais para que você aprenda a fazer a prova, ou seja, a se organizar no tempo e a entender o que o Enem busca de você. Não se esqueça de que as questões dessa prova são bem específicas e que é importante se acostumar com o seu estilo!

Resolva muitas questões

A resolução de questões não precisa se resumir aos simulados. Sempre que concluir os estudos de um determinado assunto, faça alguns exercícios para testar os seus conhecimentos.

Escolha um bom cursinho para ajudá-lo no processo

Por fim, escolha um cursinho de qualidade para guiá-lo rumo à aprovação! O Stoodi está aqui para ajudá-lo, já que contamos com toda a infraestrutura digital para ajudá-lo nesse momento. Pode contar com a gente para o que der e vier!

Se você ficou com alguma dúvida, vale a pena entrar no site do Sisu e conferir mais detalhes. Por lá, você também pode encontrar informações fundamentais como cronogramas atualizados, editais e muito mais!

E então, gostou de saber como usar a nota do Enem para passar na faculdade? Agora, nada de marcar bobeira, hein?

Se você ficou com alguma dúvida, vale a pena entrar no site do Sisu e conferir mais detalhes: http://sisu.mec.gov.br/sisu

Campanha Always On Cronograma