Veja a opinião dos professores Igor, Davis, Rafa e Douglas

Chegamos ao nosso último comentário sobre as provas do ENEM – já conversamos sobre a prova de Linguagens, de Ciências Humanas e de Matemática. Que tal descobrir o que os nosso professores acharam da prova de Ciências da Natureza? Ela envolvia as questões de Física, Química e Biologia. 

Começando por Química, o prof. Igor gostou muito da prova. Ele acha que o ENEM tem melhorado cada vez mais, “O exame já se aproxima dos grandes vestibulares, como a Fuvest, por exemplo”. 

As matérias de destaque foram Química Orgânica, as relações de polaridade de substâncias e a Eletroquímica que o ENEM adora cobrar. As questões estavam bastante contextualizadas e apresentavam situações próximas ao nosso cotidiano. 

Uma coisa que os alunos devem ter gostado é que nesta edição os cálculos não foram tão pesados. “Dava para fazer as contas tranquilamente”, afirma Igor. 

Já na parte de Física, o prof. Douglas achou o ENEM manteve o nível dos anos anteriores. “Aquele aluno que tem mais dificuldade em fazer exercícios de Física deve ter achado a prova muito difícil, porque ela tinha que fazer algumas relações”, explica ele.

De acordo com o professor, o conteúdo em si nem era o mais preocupante para o aluno. A maior dificuldade foi administrar o tempo para responder todas as questões da prova em 4 horas e meia. 

“A leitura do ENEM é muito rica, ela tem muitos detalhes. Isso pode acarretar numa dificuldade na resolução a questão. O aluno tem que ler, reler, interpretar e leva um certo tempo para isso”, comenta Douglas,

Com exceção da uma pergunta que mencionava um tratamento de câncer usando nanotecnologia e magnetismo, as questões estavam bem contextualizadas e próximas ao dia a dia do aluno. 

 

“As questões de biologia estavam bem fáceis”, opina o professor Rafael. Muitas perguntas eram objetivas e não exigiam que o aluno relacionasse diversos conceitos. Ele também considerou o tamanho das questões um pouco menor comparado ao que foi apresentado nas edições anteriores. 

Segundo o professor Davis, uma característica muito forte da prova foi a quantidade de perguntas sobre ecologia. “Praticamente 50% delas abordavam esse assunto da Biologia”, conta.  

Esse ano tivemos uma novidade: o ENEM apresentou uma pergunta de botânica. “Teve uma questão de morfofisiologia vegetal que falava do processo de transporte de seiva bruta que você tinha que relacionar com o processo de transpiração”, conta o prof. Davis.

O que o professor Rafael sentiu falta foram as questões sobre Doenças. “Eu achei que poderia cair alguma coisa de chikungunya ou zika nesse ENEM. E não caiu nada – eu até achei estranho”, concluiu. 

 

Confira a resolução das questões do ENEM: 

Você pode gostar também
Inscrição para bolsas remanescentes do Prouni termina nesta segunda
Leia mais

Inscrição para bolsas remanescentes do Prouni termina nesta segunda

Serão oferecidas 16.004 bolsas no período do segundo semestre Foto: Leonardo Bettinelli/ UFPR  Candidatos que conseguiram entrar na lista de vagas remanescentes para bolsas do Prouni (Programa Universidade para Todos) neste segundo semestre de 2015 têm até as 23h59 desta segunda-feira (31) para concluir a inscrição. As inscrições no programa...
Selecionado no Fies tem até esta terça para confirmar inscrição
Leia mais

Selecionado no Fies tem até esta terça para confirmar inscrição

Programa do governo federal vai beneficiar 61,5 mil novos estudantes Os pré-selecionados para firmar contrato com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2015 têm até o fim desta terça-feira (1º) para concluírem suas inscrições no programa. O prazo, estipulado inicialmente para o dia 23, já foi...