Coeficiente de restituição: entenda!

Você sabe o que é o coeficiente de restituição? Para entender esse tema, é necessário compreender alguns assuntos básicos antes, entre eles a energia cinética e a velocidade. Caso já tenha uma boa base sobre esses temas, continue com a gente.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

Neste post, explicaremos o que é o coeficiente de restituição, qual é a fórmula e quais são os tipos de colisão. Acompanhe a seguir.

O que é coeficiente de restituição?

Trata-se de uma grandeza adimensional que demonstra os diversos tipos de colisão que acontecem entre dois corpos. O valor do coeficiente é determinado pela relação entre as velocidades dos corpos antes e depois de uma determinada colisão. Por meio dele, é possível verificar se houve conservação ou não da energia cinética. Caso não tenha, significa que a energia foi dissipada.

Como calcular o coeficiente de restituição?

Esse conceito faz referência à razão entre a velocidade relativa de aproximação antes da colisão e a velocidade relativa de afastamento após o momento da colisão. Podemos resumir essa ideia pela seguinte fórmula:

e = velocidade de afastamento/ velocidade de aproximação

Quais são os tipos de colisão?

Existem três tipos de colisão, são eles:

  • colisão perfeitamente elástica: há conservação da energia cinética. Dessa forma, a velocidade de afastamento e aproximação será igual e nesse caso o coeficiente será igual a 1;
  • colisão parcialmente elástica: esse tipo é caracterizado pela perda parcial de energia cinética. Ela é dissipada pelo som e calor gerados no momento da colisão. Nesse caso, a velocidade de afastamento será menor do que a de aproximação e, por isso, o coeficiente estará entre 0 e 1;
  • colisão inelástica: após a colisão, os corpos permanecem juntos. Por conta dessa característica, não há velocidade de afastamento e, consequentemente, o coeficiente de restituição será igual a 0. Vale destacar que nesse tipo de colisão há perda máxima de energia.

Deseja saber mais sobre os conteúdos de Física? Conheça o nosso plano de estudos e veja como podemos ajudá-lo a ser aprovado no Enem e nos principais vestibulares.

Você pode gostar também