Você sabia que as Leis de Newton podem estar ligadas diretamente com a sua vida de estudante? Vamos te mostrar como:

Sabe aquele dia que você precisa se convencer mil vezes e, mesmo assim, não consegue pegar firme nos estudos? Sabe quando você vai deixando tudo para amanhã?  Então, se Newton fosse te descrever, ele diria que você está em inércia.

A Lei da Inércia, primeira Lei de Newton, menciona que todo corpo em movimento retilíneo uniforme (MRU) ou repouso tende a continuar em seu estado, até que alguma coisa o altere.

É isso mesmo. O corpo nesse caso é você, e ele continua em repouso se ninguém te der aquela sacudida para lembrar que o ENEM está chegando.

Como você tem ótimos amigos, dedicados e sinceros, uma alma boa vai te falar: acorda aí! Tira essa inhaca e não deixa a preguiça te pegar! Sabe quem é esse seu amigo? Aquela coisa chamada força resultante. Só depois desse apelo carinhoso você volta a estudar todo acelerado e sai do WhatsApp, não é mesmo

A força resultante pode ser consequências de diversas forças, como do atrito, do peso e até centrípeta.

Esse, na verdade, é o Princípio Fundamental da Dinâmica – a segunda Lei de Newton. O nome dela é complexo, mas não se assuste. Ela mostra, basicamente, como essa força resultante (o estímulo que seu amigo te deu) age.
Agora, se depois disso tudo você entendeu que precisa dedicar aos estudos e começar a focar para colher resultados, aí temos a melhor notícia de todas: mais dia ou menos dia, você passará no vestibular. E sabe por quê? Porque toda ação tem uma reação – e essa é a terceira Lei de Newton.

Para ver mais como ela pode se aplicar, entenda o conceito de Movimento Harmônico Simples.

Brincadeiras à parte, as Leis de Newton podem cair no seu vestibular. Quer um conselho? Dê uma revisada e lembre-se da importância de cada uma delas.

Quer ver mais sobre física? Cadastre-se gratuitamente no Stoodi!

0 Shares:
Você pode gostar também