Uma região teoricamente pequena, mas que abriga um dos conflitos mais extensos do planeta. Assim é a Caxemira, que faz divisa com Paquistão, Índia e China.

Se não bastasse o conflito pelo controle da região, há ainda inúmeros problemas estruturais. como desemprego, saúde precária, baixo IDH, falta de saneamento básico e muita violência.

Para você ficar sintonizado nesse assunto que sempre está presente em questões de Geografia, elaboramos este post com conteúdo e exercícios sobre o tema. Confira!

O que é Caxemira?

A Caxemira é uma região com cerca de 220 mil Km2 (comparada em extensão ao estado do Piauí) que tem o privilégio de abrigar as nascentes do rios Ganges e Indo.

Pela riqueza hídrica, a região, localizada em sua grande parte nas montanhas do Himalaia, acabou se transformando em uma área de conflito pelo controle de suas terras.

Ela fica ao norte da Índia e do Paquistão e ainda faz fronteira com a China ao nordeste.

A palavra Caxemira faz referência ao vale situado ao sul da parte mais ocidental do Himalaia. O termo também está ligado com áreas maiores, conhecidas como Jammu e Ladakh.

O nome ainda tem ligação com a riqueza têxtil existente na região pelo fato de muitas lãs de qualidade serem produzidas com os pelos de cabras nativas que vivem por lá.

Região da Caxemira

Vários territórios formam a Caxemira. Antes da independência da Índia e do Paquistão, ocorrida em 1947, ambos os países eram controlados pelo Império inglês.

Nesse período, a Caxemira era dominada pelo marajá Hari Singh Bahadur, com os seguintes territórios:

  • Jammu;
  • Caxemira;
  • Ladakh;
  • Aksai Chin;
  • Gilgit;
  • Baltisan Partition.

Mas, com as transformações geopolíticas ocorridas após a Segunda Guerra Mundial, os territórios foram divididos entre Índia, Paquistão e China.

Dessa maneira, Jammu, Caxemira e Ladakh ficaram com a Índia, enquanto Gilgit, Baltisan e a parte ocidental da Caxemira com o Paquistão. Já a China ficou com uma área bem menor, conhecida como Aksai Chin.

Mapa

Confira abaixo como é dividida a Caxemira atualmente e veja a localização diante do globo terrestre em uma ilustração da BBC.

Mapa Caxemira

Conflito na Caxemira

O conflito na Caxemira reúne interesses pelo controle dos recursos hídricos e também por diferenças religiosas e étnicas.

Até 1947, Índia e Paquistão formavam apenas um bloco sob domínio inglês. Após conquistarem a independência, os Estados foram criados.

No entanto, as diferenças culturais e religiosas tiveram impacto direto nas duas nações, afetando o relacionamento.

Isso porque a população do Estado de Jammu e Caxemira, pertencentes à Índia, conta com 60% da população muçulmana ao contrário do hinduísmo, religião predominante do país.

Sendo assim, o Paquistão (maioria muçulmana) luta para que toda a Caxemira fique sob seu controle.

Como ambas as nações são altamente preparadas militarmente e com a presença de armas nucleares, os conflitos foram se intensificando ao longo dos anos. Inclusive, o primeiro já aconteceu quando o Parlamento britânico elaborou o plano de divisão territorial.

No documento, a Caxemira estava livre para escolher se seria administrada pela Índia ou Paquistão. Mas o marajá Hari Singh deu o parecer favorável à Índia, enquanto grande parte da população estava do lado do Paquistão.

Assim, a primeira guerra foi registrada ainda em 1947, resultando na divisão da Caxemira, que, ao contrário de resolver a situação, piorou ainda mais as relações entre os países.

Os conflitos não pararam mais, com pontos críticos em 1965 e 1971, com diversas manifestações em cenários de muita violência urbana.

Guerra sem fim

A busca pelo controle da região fez Índia e Paquistão se enfrentarem em pelo menos três ocasiões distintas.

A primeira foi em 1947, quando o Paquistão venceu e conquistou os territórios do antigo reino da Caxemira, apesar de serem as áreas menos populosas.

Em 1950, a China assume o controle de Aksai Chin. Já na segunda e terceira guerra indo-paquistanesa (1965 e 1971), a Índia conseguiu o domínio dos locais mais populosos e produtivos.

Com isso, os limites territoriais acabaram sendo acertados em 1972 por meio do Acordo de Simla, inclusive com a aprovação da Organização das Nações Unidas (ONU).

Dessa forma, o Paquistão conta com cerca de 4,5 milhões de habitantes, enquanto a Índia tem 12,5 milhões. Apesar disso, 95% da parte indiana é composta por muçulmanos.

Por isso, a vontade popular é que a Caxemira seja integrada ao Paquistão por conta do fator religioso, sendo um entrave nas relações com a Índia, que não abre mão do controle.

São mais de 60 anos de disputa e até agora ambos os países nuca realizaram um plebiscito para seguirem a vontade do povo.

Tensões constantes

Os atentados terroristas são os principais meios de ataque na Caxemira indiana. Atualmente, há cerca de 600.000 soldados indianos fazendo vigilância na região em uma realidade de acusações mútuas.

Os paquistaneses afirmam que a Índia é repressora, tortura moradores, age com truculência e não segue a vontade popular para a realização de um plebiscito.

Já a Índia acusa o Paquistão de utilizar a região para treinamento de terroristas e tráfico de armas.

Após várias sanções econômicas dos Estados Unidos, a Caxemira teve um relaxamento das normas em razão da busca pelo então terrorista Osama Bin Laden, após os atentados de 11 de Setembro, pois o governo norte-americano buscou apoio dos paquistaneses na captura de Osama.

Exercícios sobre a Caxemira

1) (Uneal) A Caxemira é um dos focos de conflito na atualidade. Ela é o pivô de uma disputa entre os seguintes países, que já se envolveram em três guerras:

  • a) China e Índia.
  • b) Paquistão e China.
  • c) Paquistão e Índia.
  • d) Índia, Paquistão e Afeganistão.
  • e) China, Índia e Paquistão.

Resposta correta é a C.

2) (UENP) Analise as assertivas abaixo referentes à Caxemira.

  • I. A Caxemira é uma região disputada tanto pela Índia quanto pelo Paquistão, em virtude de localizarem-se, nessa área, as nascentes dos rios Indo e Ganges, além de outras razões.
  • II. Índia e Paquistão travaram três guerras desde a independência da Inglaterra, em 1947. Duas delas foram por disputas pela Caxemira.
  • III. A Índia controla 40% da Caxemira; o Paquistão, um terço; a China, o resto.

IV. Os muçulmanos são maioria na região e há 12 anos eles começaram a lutar pelo separatismo, em um conflito que já matou mais de 33 mil pessoas. O Paquistão propõe um plebiscito para definir o futuro da área. A Índia prefere a mediação internacional.

Estão corretas:

  • a) Todas as assertivas
  • b) Apenas I e I
  • c) Apenas II e III
  • d) Apenas III e IV
  • e) Apenas I e IV.

Resposta correta letra A, pois todos os enunciados explicam exatamente o que descrevemos ao longo deste post!

Como você percebeu, a Caxemira é um assunto importantíssimo que merece a sua atenção, com foco nas questões de Geografia e atualidades.

Quer afinar ainda mais seus estudos com foco no Enem? Então conheça o nosso plano que vai ajudá-lo a se manter muito bem preparado!

0 Shares:
Você pode gostar também