Prof. Érico explica como ela ocorre e ressalta suas vantagens e desvantagens

Já pensou viver num mundo sem energia elétrica? Não daria para assistir à novela das 21h ou carregar o celular. A energia é combustível de muitas tecnologias essenciais a nossa vida, como a internet. O problema é que dependendo da forma que a produzimos, ela pode resultar em diversos efeitos positivos e negativos.

Você conhece a fonte de Energia Nuclear?

Ela produz a energia por meio da transformação dos núcleos atômicos. O professor Érico explica para simplificar:

“É um processo de conversão de energia: você pega Urânio e transforma em barras de plutônio. Essas barras vão em tanques submersos (fortemente vedados). Ao colocar sob a água, essas barras vão reagir, aquecer e essa água quente pressurizada vai produzir vapor – o que faz as turbinas gerarem energia”.

Essa fonte de energia contém muitos prós e contas:

Vantagens

Não emite tantos gases poluentes (comparado a outras fontes de energia como o petróleo, o gás natural ou como carvão). Seu principal produto é o vapor de água, portanto é considerado uma fonte de energia limpa.
 As usinas nucleares fazem uso de pequenas áreas (em comparação com o tamanho das usinas hidrelétricas, por exemplo. A Usina de Itaipu conta com uma área de 1.350 km². Para fazer obras desse porte é preciso remover áreas florestais e populações para alagar e construir represas e barragens para a central hidrelétrica.
Também possui a capacidade de reprocessamento: o material usado para converter a energia nuclear em energia elétrica pode ser reutilizado.

Conheça as vantagens e desvantagens da energia nuclear

Desvantagens

Esse tipo de energia gera lixo radiativo. Uma parte é reaproveitada – reutilizada e reprocessada – para fazer novas barras de plutônio, mas outra parte você tem que descartar. Esse descarte é um dos maiores problemas, porque ele tem que ser feitos de forma muito segura, lacrados, para proteger totalmente e evitar o contato externo ou vazamentos e prevenir acidentes.

Alguns países como o Brasil armazenam esse descarte em depósitos específicos. Outros países preferem escavar áreas montanhosas, em grande profundidade, e estocar esse material lá.
Caso aconteça um acidente, como já aconteceu algumas vezes antes, a magnitude é catastrófica. Esse é outro ponto negativo muito importante. Em função da alta radioatividade desses materiais possuem, isso coloca em risco a vida de muita gente.

Existem riscos operacionais. Para que não aconteça nada com os funcionários e a população, as usinas devem realizar a manutenção com periodicidade.
Outra coisa que não podemos esquecer são os impactos indiretos. No caso de acidentes, pode acontecer um espalhamento de nuvens de radiação em qualquer direção por conta da direção dos ventos. Além disso, as águas, solo e animais podem ser contaminados.

E aí, o que você achou? Para se aprofundar ainda mais, assista à aula e confira alguns acidentes nucleares e radiológicos.

Banner Stoodi Med
Você pode gostar também